Blog do de Sá - Credibilidade no que diz e escreve

JOÃO DOS PLÁSTICOS QUER SER CANDIDATO A PREFEITO EM CODÓ NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES

images

João dos Plásticos/ fotografia Acélio Trindade

O presidente do PSDB em Codó, o empresário João dos Plásticos, quer lançar seu nome para prefeito nas próximas eleições. A informação partiu de uma pessoa ligada ao empresário. João dos Plásticos sempre foi aliado do grupo de Biné Figueiredo, mas agora parece que quer tomar outros rumos. A informação de que João quer lançar seu nome para prefeito pelo PSDB deixou alguns caciques da política local com uma pulga atrás da orelha. João é uma das poucas figuras da política de Codó que tem um passado limpo. Caso lance mesmo seu nome para prefeito de Codó pode render muita dor de cabeça para os políticos experientes.

DEIXANDO BINÉ DE LADO

A informação que chegou ao Blog do de Sá é que João dos Plásticos não estaria mais fazendo parte do grupo político de Bine Figueiredo. O último compromisso do empresário com Biné teria sido nestas eleições passadas, onde Camilo Figueiredo foi derrotado nas urnas. João era um dos seguidores fiéis de Biné, assim como muitos outros que já pularam do barco mesmo antes das eleições.

UMA POSSÍVEL BRIGA ENTRE PC do B E PSDB EM CODÓ

Caso João dos Plásticos saia mesmo candidato à prefeito nas próximas eleições, pode acontecer um princípio de uma briga entre o PSDB e PC do B em Codó. Veja bem: João dos Plásticos é o presidente do PSDB em Codó e tem muita força com o vice-governador eleito Carlos Brandão, que é o presidente do partido no estado. Então o vice-governador vai querer João sendo candidato a prefeito. Do outro lado tem Pedro Belo, que é fiel ao PC do B há muito tempo e é do partido do governador eleito Flávio Dino. Então cada um vai querer lançar seus nomes para disputa municipal, que embora muitos acham que esteja distante, mas nos bastidores da política isso já vem sendo orquestrado.

 

HUMBERTO COUTINHO A CAMINHO DA PRESIDÊNCIA DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA

Humberto-Coutinho

Dep. Humberto Coutinho PDT

As manifestações de apoio à candidatura de Humberto Coutinho à Presidência da Assembleia parece ter alcançado mais de 30 deputados.

Ao invés de jactar-se com esta adesão quase consensual o médico Humberto Coutinho diz que carregará uma enorme responsabilidade, pois este consenso progressivo vem da certeza que isto se deve à sua fama de conciliador e cumpridor de palavras e acordos.

Coutinho está ciente de sua responsabilidade e tem se comprometido com os deputados que será uma ponte efetiva junto ao governador e em conjunto com o Secretário de Articulação Política de Flávio Dino.

Caso receba a confiança dos seus pares, Humberto deseja implementar na presidência da Assembleia o modelo que estabeleceu em Caxias, de parceria produtiva com os vereadores e lideranças políticas intermediarias, negociando, conversando, cedendo e incorporando propostas. Ele deseja também advogar os pleitos legítimos dos deputados junto ao governador, mesmo aqueles que hoje somam com o atual governo e, claro, têm necessidade de preservar seus interesses.

Fonte Neto Ferreira

MARCELO TAVARES FALA SOBRE ENDIVIDAMENTO DO MARANHÃO E OBRAS NÃO CONLUÍDAS

images

Marcelo Tavares

Marcelo Tavares, coordenador da Equipe de Transição de Flávio Dino, apontou duas dificuldades que o governador eleito terá ao assumir o comando do Estado a partir de 1º de janeiro. “O endividamento que o Estado tem hoje é altíssimo e as obras não concluídas, que são muitas, merecem a atenção do próximo governador”, disse, durante entrevista à TV Brasil na manhã desta segunda-feira (20).

Para ele, esses dois pontos são essenciais para conhecimento real da máquina pública e planejamento das ações que serão desenvolvidas a partir de 1º de janeiro. Na primeira reunião realizada na semana passada com a atual chefe da Casa Civil, Tavares solicitou informações a respeito do Estado, sobretudo relacionadas ao equilíbrio financeiro do estado.

Durante a entrevista, Marcelo Tavares, que assumirá a Casa Civil a partir de janeiro, não descartou a realização de auditorias em licitações, contratos em andamento e aplicação do verbas públicas no Governo que finda em dezembro. “O que queremos neste momento é ter informações necessárias para fazer a máquina pública funcionar bem a partir de janeiro”, esclareceu.

Conforme falou, os órgãos específicos, como Corregedoria, a Secretaria de Transparência e Controle, os tribunais de Contas e a Assembleia Legislativa poderão auditar atos da atual gestão se houver dúvida da aplicação do dinheiro público.

Acompanhamento do orçamento

Sobre o orçamento previsto para 2015, Tavares afirmou que buscará outros parlamentares para corrigir possíveis distorções. A afirmativa foi feita ao tratar da redução do orçamento de R$ 144 milhões para R$ 134 mi da Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap). Para ele, a diminuição reflete o descaso do governo Roseana com a área.

“Daí a crise constante no sistema penitenciário, que acaba aumentando a violência fora dos presídios. Temos que tomar medidas urgentes porque queremos a mudança do atual quadro de crise”, analisou o parlamentar.

 

PROJETO ILUMINANDO VIDAS LEVA O AMOR DE DEUS E ALEGRIA ÀS CRIANÇAS INTERNADAS NO HOSPITAL GERAL DE CODÓ

10349007_722439027830789_374336663577945335_n

Participantes do projeto

No mês das crianças as iniciativas da sociedade civil organizada, entidades religiosas, ONGs e grupos de profissionais liberais que buscam a solidariedade vem fazendo uma grande diferença para o público que mais precisa. Uma série de visitas e projetos que visam a solidariedade e gestos de carinho com o público infantil vem ganhando repercussão na mídia e incentivando cada vez mais ações por parte do poder público e sociedade. Uma dessas ações foi a nobre iniciativa do Projeto Iluminando Vidas, que leva momentos de alegria e bem estar às crianças que estão internadas do Hospital Geral Municipal de Codó. Na ocasião estavam presentes o Secretário Municipal de Saúde, Ricardo Torres, o Vereador Pastor Max, e a equipe de profissionais que compõem a equipe do Iluminando Vidas. De acordo com a Coordenadora do Projeto Social Iluminando Vidas, a enfermeira Polyana Sena, o projeto tem como principal objetivo levar o amor de Deus aos enfermos e profissionais de saúde e a todos os colaboradores para que possam sentir o amor de Deus através dessa ação. “Queremos mostrar como o amor do pai transforma vidas, e como a saúde estar totalmente ligada à vida. A arte de cuidar não somente da saúde física, mas espiritual, pois as duas têm impactos importantes sobre a vida!”, explicou. Composta por vários profissionais, médicos, enfermeiros, advogados, pedagogos, técnicos de enfermagens, Acadêmicos de medicina, Acadêmicos de enfermagem, pastores evangélicos e membros da pastoral da criança, o Iluminando Vidas visa dar mais conforto principalmente às crianças com problemas de saúde biológica, resultado de problemas de ordem psicológicas causadas pelo abandono, mãos tratos, lares destruídos, ambientes impróprio resultando em feridas emocionais o que dificultava ainda mais a cura e o tratamento do corpo.

unnamed

Dr. Wellington, Ver. Max Tony e o estudante de medicina Sérgio

Para vereador Max Tony, que é pastor da Igreja Batista Missionária, a união de todos os setores da sociedade é importantíssimo para o sucesso da iniciativa. “É maravilhoso participar de um grupo de pessoas com o nobre propósito de levar o amor de Deus para o ambiente hospitalar de forma que os pacientes, em especial as crianças, consigam sair da rotina hospitalar, sem sair do hospital, facilitando e colaborando para recuperação dos mesmos de forma mais rápida. Quero parabenizar todos esses profissionais aqui presentes que proporcionam momento de recreação, orações e assistência diferenciada através do amor divino”, comentou o parlamentar. Presente na ocasião, O Secretário Municipal de Saúde, Ricardo Torres, o sucesso da iniciativa deve-se ao trabalho de todos os profissionais. “É um grupo formado por profissionais de várias áreas, mas principalmente por homens e mulheres de boa vontade, que levam orientação de saúde preventiva para as crianças, através de ações educativas como palestras, teatro, musicas, tratando das principais doenças e das crianças internadas. Cabe ao poder público apoiar essa iniciativa que propicia um ambiente hospitalar saudável, humanizado e harmonioso onde vidas são cuidadas e transformadas”, finalizou. Ascom/Vereador Max Tony

POLÍCIA CIVIL DE CODÓ PRECISA MELHORAR A FISCALIZAÇÃO NAS CELAS DA REGIONAL

IMG-20141019-WA0001

Objetos encontrados nas celas

No início da noite de sábado (18) homens da Polícia Militar de Codó e alguns agentes civis estiveram fazendo uma varredura nas celas da Delegacia Regional de Codó. E durante a vistoria não deu outra. Os policias encontraram diversos objetos que estavam em poder dos presos dentro das celas. Como você acompanhar na fotografia acima, foram encontrados celulares, carregadores, facas e até barras de ferro conhecidas por chuncho.

 

PREFEITA DE BOM JESUS DAS SELVAS SOFRE ACIDENTE NA BR 222

carro (1)

Carro da prefeita

A prefeita de Bom Jesus das Selvas, Cristiane Damião, sofreu um grande susto no fim da tarde deste domingo (19), quando se envolveu num acidente automobilístico na BR-222.

De acordo com informações obtidas pelo Blog, a prefeita estava seguindo de Bom Jesus das Selvas para Imperatriz, quando teria perdido o controle do seu veículo, um automóvel hilux de cor branca, na altura do povoado Novo Bacabal, o carro acabou capotando e saindo da pista.

Apesar da gravidade do acidente, as informações iniciais é que Cristiane Damião, sofreu apenas ferimentos leves e foi encaminhada a um hospital de Imperatriz.

Fonte Blog do Jorge Aragão

ELEIÇÕES 2014: QUEM NÃO VOTOU NO PRIMEIRO TURNO PODE VOTAR NO SEGUNDO? TIRE ESSA E OUTRAS DÚVIDAS

download

Imagem Ilustrativa

O eleitor que não votou nem justificou no primeiro turno pode votar no segundo turno?

Sim. O eleitor pode votar normalmente no segundo turno, mesmo que não tenha votado no primeiro.

É necessário justificar a falta no primeiro turno?

Sim, pois a Justiça Eleitoral considera cada turno como uma votação. Caso o eleitor não entregue o requerimento de justificativa no dia da votação, ele deve apresentá-lo pessoalmente em qualquer cartório eleitoral ou enviá-lo, por via postal,  ao juiz da zona eleitoral onde é inscrito, até dois meses após o turno da votação. A justificativa é válida somente para o turno ao qual o eleitor não compareceu. Assim, se o eleitor deixou de votar no primeiro e no segundo turno da eleição, terá de justificar sua ausência para cada turno, separadamente.

Qual é a punição para quem não votar e não justificar a ausência?

Para quem perde o prazo da justificativa, a Justiça Eleitoral aplica uma multa, de aproximadamente R$ 3, mas pode ser multiplicada até por dez vezes, de acordo com decisão do juiz eleitoral. Quem deixar de votar e justificar por três votações seguidas (cada turno é considerado uma votação), tem o título de eleitor suspenso.

Quais são as consequências para quem tem o título suspenso?

A pessoa fica impedida de assumir cargo público. Os empregados no serviço público não podem receber salário. Não é possível obter empréstimos em bancos mantidos pelo governo, tirar passaporte, carteira de identidade, nem renovar matrícula em estabelecimento público de ensino. Também não pode votar.

Como fazer para regularizar a situação eleitoral?

Basta procurar um cartório eleitoral e quitar os débitos. O prazo para regularizar a situação eleitoral a tempo de votar nestas eleições era 7 de maio. Quem não regularizou o título até essa data não poderá votar nestas eleições.

Quem é obrigado a votar?

O voto é obrigatório para todos os brasileiros com mais de 18 anos e menos de 70. Pessoas que nasceram em outro país, mas se naturalizaram como brasileiros, também são obrigadas a votar. Para quem tem entre 16 e 18 anos e para quem tem mais de 70, o voto é facultativo, assim como para os analfabetos.

Quem ainda não tirou o título de eleitor ou está com título cancelado poderá votar nestas eleições?

Não. Para votar, é necessário ter tirado o título de eleitor ou ter regularizado a situação até o dia 7 de maio. Se sua região estiver contemplada pela biometria, é preciso ter cadastrado as digitais para identificação biométrica.

Quando o título eleitoral é cancelado?

O título de eleitor pode ser cancelado pela Justiça Eleitoral em algumas situações. Por exemplo, quando a pessoa deixa de votar e não justifica a ausência em três votações seguidas (a Justiça eleitoral considera cada turno como uma votação), quando há suspeita de duplicidade do título e quando o eleitor não comparece à revisão de eleitorado. Clique aqui para verificar a situação do seu título.

Ainda dá tempo de transferir meu título de cidade?

Não. O prazo para pedir transferência de domicílio eleitoral acabou em 7 de maio. Para votar nestas eleições, o eleitor que se mudou terá que comparecer à cidade onde está registrado seu título. Outra opção é o voto em trânsito nas cidades com mais de 200 mil eleitores, cujo prazo de solicitação terminou em 21 de agosto.

Haverá identificação biométrica em todas as cidades?

Não, a identificação do eleitor por meio das impressões digitais nas eleições de outubro será realizada em quase 800 municípios do país, entre eles 15 capitais. A identificação biométrica vai ser usada por aproximadamente 21 milhões brasileiros, cerca de 15% do eleitorado brasileiro.

Como faço para saber meu local de votação?

O TSE oferece na página da internet a consulta dos locais onde cada eleitor votará. É necessário preencher o nome completo, a data de nascimento e o nome da mãe. Se persistir a dúvida, o eleitor deve procurar o cartório eleitoral da região.

Quem mora no exterior também deve votar?

O eleitor que morar fora e tiver o título eleitoral cadastrado no exterior é obrigado a votar para presidente da República, em postos nas embaixadas e consulados. Aqueles que moram no exterior, mas têm domicílio eleitoral no Brasil, devem justificar a ausência até um mês depois de retornar ao Brasil.

E quem estiver viajando no dia das eleições?

Os eleitores que estiverem fora de seu domicílio eleitoral no dia da votação, seja em viagem no Brasil ou no exterior, podem votar em trânsito se estiver em alguma cidade com mais de 200 mil eleitores – o prazo para fazer a solicitação acabou em 21 de agosto – ou devem justificar a ausência. Os cartórios eleitorais deixam à disposição dos eleitores os formulários de justificativa. O formulário Requerimento de Justificativa Eleitoral também pode ser obtido no site do TSE (dois requerimentos: para o dia da eleição e depois da eleição). O prazo para justificativa é de até dois meses depois da votação. No caso de quem ainda estiver no exterior mesmo depois de decorridos os dois meses, o prazo para justificar passa a ser de um mês após o retorno ao Brasil.

Quais documentos são necessários para votar?

O eleitor deve levar para o dia da votação pelo menos um documento de identificação com foto. Serve carteira de motorista, carteira de identidade, carteira de trabalho ou passaporte. Levar o título de eleitor não é obrigatório. Mesmo com o título em mãos, o eleitor deve apresentar também o documento de identificação com foto.

Qual são os dias e horários da votação?

O segundo turno será no dia 26 de outubro. A votação começa às 8h e termina às 17h no horário local. Quem já estiver na fila às 17h vai poder votar, mesmo se chegar à urna depois desse horário.

 

TÍTULO VERGONHOSO: MUNICÍPIO MARANHENSE É O CAMPEÃO NACIONAL DO BOLSA FAMÍLIA

junco

Foto aérea de Junco do Maranhão

Dos 20 municípios que mais dependem do Bolsa Família, seis são maranhenses e Junco do Maranhão, com 90,6% de cobertura da população, é o campeão nacional. O prefeito Aldir Cunha Rodrigues (PR) briga na Justiça para que o número da população seja alterado. Se a justiça concordar, Junco do Maranhão perderia sua posição nesse ranking.

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o município tem 919 famílias cadastradas, o que representa 3 mil 308 pessoas beneficiadas, já que a média usada pelo MDS são 3,6 pessoas por família. Já a população total estimada pelo IBGE é de 3.653 pessoas.

O prefeito contesta os números e afirma que a população jucoense é, na verdade, maior do que a oficial. Segundo ele, há uma indefinição sobre os limites do município e, durante o Censo de 2010, quatro povoados de Junco do Maranhão foram integrados a Maracaçumé e Boa Vista do Gurupi, o que teria provocado uma redução repentina de cerca de 4.000 habitantes, mas não houve mudança no cadastro do Bolsa Família. Na prática, segundo o prefeito, esses moradores continuam usando os serviços públicos da Prefeitura de Junco do Maranhão.

Quatro das dez escolas municipais, por exemplo, estão nos povoados integrados aos municípios vizinhos, mas são mantidas com recursos de Junco do Maranhão, segundo o prefeito. Desde a mudança, a prefeitura contesta os números na Justiça e se diz prejudicada, já que o repasse de recursos do governo federal é calculado com base na população.

Sem nenhuma indústria e com economia baseada na agricultura familiar e na pecuária, a cidade tem hoje 95% da receita oriunda de repasses federais. (Idifusora)

Ranking dos 20 municípios

1. Junco do Maranhão (MA): 90,6%

2. Sebastião Barros (PI): 86,9%

3. Belo Monte (AL): 83,6%

4. Alcântara (MA): 83,3%

5. Pavussu (PI): 82,7%

6. Serrano do Maranhão (MA): 82,5%

7. Vera Mendes (PI): 82%

8. Brejo do Piauí (PI): 80,6%

9. Calumbi (PE): 80,3%

10. Severiano Melo (RN): 79,3%

11. Palmeirândia (MA): 78,7%

12. São João Batista (MA): 78,7%

13. Matinha (MA): 78,7%

14. Lagoa do Sítio (PI): 78,6%

15. Paquetá (PI): 78,5%

16. Capitão Gervásio Oliveira (PI): 78,3%

17. Sigefredo Pacheco (PI): 77,6%

18. São Lourenço do Piauí (PI): 77,6%

19. Pedro Laurentino (PI): 77,5%

20. Flores do Piauí (PI): 76,5%

Fonte Blog do Sabá

CPI DA SAÚDE: DEPUTADOS NOVATOS QUEREM ENQUADRAR RICARDO MURAD

ricardo-saude-2-1024x768

Ricardo Murad

Há uma grande movimentação de um grupo de deputados novatos, que articula a CPI da Saúde para estourar no começo do próximo ano.

Blog do Luís Pablo apurou que esse mesmo grupo tem fechado apoio em torno da candidatura do deputado eleito Humberto Coutinho para Presidência da Assembleia Legislativa do Maranhão, com a garantia de conseguir aprovar a CPI da Saúde.

O objetivo dos novos parlamentares é de enquadrar o secretário Ricardo Murad, que será convocado para explicar os contratos milionários realizados com Organizações Não Governamentais (ONGs) e a fortuna que foi gasto para construir os hospitais do Estado.

Para aprovar a CPI, os novatos têm recebido o apoio dos deputados reeleitos, que sofreram para buscar a reeleição lutando contra a estrutura da Saúde que elegeu dos parlamentares.

A CPI da Saúde poderá resultar ainda, em uma provável cassação de mandato de uma deputada e um deputado, agraciados com a “ajuda” de Ricardo Murad.

Mas, toda articulação da CPI vai depender também da auditoria que o Governo Flávio Dino deverá realizar na pasta de Murad.

Fonte Luis Pablo

PC do B INTENSIFICA CAMPANHA DE DILMA COM BERZOINNI E INÁCIO ARRUDA EM SÃO LUIS

Café da Manhã Pró-Dilma

Reunião de trabalho

Ampliar a vantagem conquistada no primeiro turno pela presidente e candidata à reeleição foi o motivo da reunião que agregou militantes, dirigentes partidários e lideranças políticas que atuam na campanha pró-Dilma no Estado.

O senador Inácio Arruda relatou que a prioridade é conquistar votos para dar continuidade ao projeto de desenvolvimento econômico e social que está em curso. “O nosso trabalho todo é de buscar unificar o máximo de forças que estavam em disputa no primeiro turno e de colocar essa base política no palanque do PT no Maranhão. Queremos deixar muito claro que o nosso esforço é para dizer que o 65 é 13″.

Ativar a militância e aumentar a vantagem da candidatura petista no Estado também foram pautas reforçadas pelo deputado Ricardo Berzoini. Ele acredita que no segundo turno o Maranhão dará uma votação ainda mais expressiva para a candidatura de Dilma Rousseff. “Existe uma mobilização de vários setores da população que percebe que não podemos colocar em risco aquilo que permitiu ao Maranhão reduzir a desigualdade, a pobreza e aumentar a atividade econômica. E não podemos esquecer que o PCdoB à frente da campanha de Dilma é também o Flávio Dino à frente dela”.

Estiveram no café da manhã os deputados federais eleitos Rubens Júnior (PCdoB) e Zé Carlos da Caixa (PT), o secretário de Educação de São Luís, Geraldo Castro (PCdoB), o presidente do PCdoB, Márcio Jerry e Márcio Jardim da “Resistência Petista”.

 Continuar as mudanças

Defendendo que o país dê continuidade ao projeto político liderado pelo Partido dos Trabalhadores (PT), militantes que compuseram a Coligação Todos pelo Maranhão, que elegeu Flávio Dino governador do Maranhão.

A ideia é intensificar a campanha petista no Estado. “O PCdoB apenas reitera no segundo turno aquilo que já fez no primeiro turno, que é apoiar a reeleição da presidenta Dilma”, disse Márcio Jerry, presidente do PCdoB no Maranhão, ao reafirmar a aliança histórica da legenda com o PT. Na sua avaliação, a sigla não poderia deixar de apoiar o projeto político que trouxe avanços econômicos e sociais ao país.

Página 1 de 18912345...102030...Última »