15 EX-CANDIDATOS AO CONSELHO TUTELAR DE CODÓ PEDEM AO MP ANULAÇÃO DA ELEIÇÃO DE DOMINGO (06)

Um grupo de 15 ex-candidatos ao cargo de conselheiro tutelar de Codó entrou ontem, 10, com uma representação junto ao Ministério Público Estadual, endereçada à promotora Valéria Chaib que fiscalizou a eleição do dia 6 de outubro de 2019 e ficou até a hora da proclamação do resultado, à 1h30 da madrugada do dia 7 de outubro, segunda-feira.

A denúncia é contra o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, na pessoa de seu presidente, Sebastião Celso Portela.

Os denunciantes enumeram o que chamam de “várias ocorrências que prejudicaram diretamente a votação” e anexaram um CD com vídeos mostrando os problemas apontados no documento protocolado. Entre os problemas apontados, estão:

1 – Desistência de eleitores ‘pela demora absurda nas filas”;

2 – Ausência de informação aos eleitores em relação à suas seções eleitorais e locais de votação;

3 – Quantidade de cédula insuficiente para votação. Lembram que o CMDCA havia dito que 10.000 cédulas estavam prontas para a votação e no meio do dia algumas escolas já estavam sem cédulas para votação;

4 – Número de urnas insuficiente para votação;

5 – Interferência por parte de políticos (sobretudo vereadores) apadrinhando alguns candidatos;

6 – Falta de reforço policial que possibilitou a realização proibida de ‘boca de urna”.

Ao final, os 15 denunciantes pedem à promotoria de Justiça que cancele a eleição de Codó ‘com base em todas as provas demonstradas.

Fonte: Acélio Trindade

3 comentários em: “15 EX-CANDIDATOS AO CONSELHO TUTELAR DE CODÓ PEDEM AO MP ANULAÇÃO DA ELEIÇÃO DE DOMINGO (06)

  1. Na minha cidade só vimos lacrar, as urnas mas o transporte da sala para apuração não, também fizeram boca de urna só as conselheira que ficarão, me sinto prejudicada porque até dentro da escola pediram votos para minha família lá dentro, eu fiz minha campanha limpa.

    Bom melhorar seu português. Só as conselheiras ficarão…
    Correto > ficaram…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *