SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTE DÁ INÍCIO AO CAMPEONATO CODOENSE DA 3º DIVISÃO

DSC_0217

Foto Nilton Messias

A Secretaria Municipal de Desportos e Lazer de Codó promoveu o lançamento oficial do Campeonato Codoense de Futebol da 3ª Divisão. O evento ocorreu na tarde de domingo (11) no Estádio Rene Bayma e reuniu as 32 equipes que participarão do torneio

O Secretário Municipal de Desporto e Lazer (SEDEL), Argemiro Filho, juntamente com o Presidente da Liga Codoense de Futebol (LICOF), Josivaldo, deu a largada oficial para o campeonato e assistiu à partida de estréia entre as equipes do Santos e do Ajax, ambas as equipes da Trizidela. O presidente da LICOF destacou o bom nível dos jogadores e a tradição do jogo justo nas partidas do torneio da 3ª divisão. “Tenho orgulho de nossos atletas preservarem o jogo limpo”. Comentou

A 3ª Divisão do Campeonato Codoense conta com a participação de 32 times e permite o acesso a 2ª Divisão. Para completar a festa o time do Santos e do Ajax, ambos da região da Trizidela, se mostraram preparadas e fizeram uma partida muito equilibrada. O placar no tempo normal ficou no 0 a 0 e a disputa foi para os pênaltis. A equipe do Ajax venceu o Santos por 5 a 4 e avançou no certame

Além de um grande público nas arquibancadas, o secretário de Esportes, Argemiro Filho, destacou o valor e importância que o prefeito de Codó dedica ao futebol e outras modalidades do esporte municipal “Fico feliz em poder continuar esse trabalho que outros secretários fizeram, recebendo o total apoio do prefeito Zito Rolim. O prefeito procura dedicar e aplicar esforços para que o nosso futebol cresça, assim como todas as modalidades esportivas praticadas em nossa cidade. Isso Essa forma de trabalhar vem ajudando a revelar grandes atletas em nível estadual e nacional. Começa agora a temporada do nosso futebol, com o início do torneio da 3ª e 2ª divisões e depois o tão esperado Campeonato Codoense”. Explicou o secretário.

Raphael Fernandes – Assessoria de Comunicação Governo Municipal de Codó

PARLAMENTARES FAZEM FARRA COM ALUGUEL DE VEÍCULOS

92278_ext_arquivo

Foto Ilustrativa

 

Enquanto milhões de brasileiros dependem de um transporte de péssima qualidade para se locomoverem, como deixaram claro os protestos de junho em várias cidades brasileiras,os parlamentares federais contam com uma excepcional ajuda do contribuinte para nunca ficarem a pé.

Imagem: DivulgaçãoClique para ampliarCâmara gasta todo mês R$ 21,3 mil com aluguel de cinco veículos para o deputado Arnon Bezerra

Dos muitos benefícios a que os congressistas têm direito, que já colocam nosso Parlamento no topo do ranking mundial nessa área, destaca-se a Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap). Ela confere em média a cada deputado – e, segundo o Senado, os valores são equivalentes para os senadores – cerca de R$ 400 mil por ano. O dinheiro serve, em tese, para bancar despesas necessárias ao bom exercício do mandato. Entre elas, auxílio para divulgação do mandato, passagens aéreas, aluguel de veículos e gastos com combustíveis. Estes últimos, limitados a R$ 4,5 mil mensais para o deputado e, para o senador, ilimitados desde que fiquem dentro do teto da Ceap, que é mais conhecida como cota parlamentar ou simplesmente “cotão”.

Como cada congressista tem total liberdade para usar essa verba, ela se transformou em um extraordinário ralo de desperdício de recursos públicos. Basta dizer que entre 2012 e 2013, somente a Câmara dos Deputados já gastou mais de R$ 31 milhões em aluguéis de veículos e R$ 22,8 milhões com combustíveis e lubrificantes. Mas o valor pode ser ainda maior, pois os deputados têm até 90 dias para prestar contas. Ou seja, valores gastos entre maio e julho deste ano ainda podem ser ressarcidos.

O montante é suficiente para comprar mil carros populares, o que daria quase dois carros por parlamentar (a Câmara tem 513 deputados). Ou 413 carros executivos de luxo, como os deputados demonstram preferir. É como se cada parlamentar, gastasse em média, todo mês, R$ 3,1 mil para alugar carros. Apesar dos elevados gastos, as empresas contratadas, frequentemente, são pequenas e muitas sequer têm loja montada. Enfim, a inevitável conclusão é que o Congresso, que já protagonizou em ar a farra das passagens, também encena em terra uma outra folia com os reais que nos são retirados através dos impostos.

ARNON,BEZERRA O CAMPEÃO DE GASTOS.

Vários parlamentares chegam a desembolsar mais de R$ 15 mil mensais para ter à disposição carros executivos e de luxo.

É o caso do deputado Arnon Bezerra (PTB-CE), recordista no gasto com aluguel de carros. Desde 2012, ele gasta todo mês R$ 21,3 mil para locar cinco carros, sendo três de luxo. Segundo Arnon, o custo está dentro dos valores de mercado, mesmo tendo valor tão elevado. “Eu uso os carros e transporto também o pessoal que me acompanha sempre para o interior. Você não usa todo dia, mas eles têm que estar à disposição. Porque nem sempre quando precisa se tem os carros à disposição. E eu consegui preços mais acessíveis para, justamente, ter os carros à disposição”, disse ele ao Congresso em Foco.

O próprio deputado confirma que aluga uma Toyota Hilux, uma Mitsubishi Pajero, uma Triton e dois carros populares cujos modelos o deputado não informou. Em 2010, quando concorreu a uma vaga na Câmara, Arnon declarou à Justiça eleitoral possuir uma Toyota Hilux no valor de R$ 50 mil. Segundo o parlamentar, os carros são utilizados em Juazeiro do Norte e em outras cidades próximas, no interior do Ceará.

Desde o início do atual mandato até junho o deputado gastou nada menos que R$ 505,8 mil em aluguel de veículos, locados em duas empresas de Fortaleza – a Levita Locação de Veículos Ltda. e a Top Rent a Car Ltda. Ou seja: destinou, em dois anos e meio, mais de meio milhão a esse tipo de despesa. O deputado discorda que seja muito.

“Considero, sim, que esse gasto é necessário para garantir o transporte, para fazer um trabalho confortável. Se não, eu teria que fazer a opção de ir com um avião pequeno para determinados lugares do interior. E eu não posso diminuir o meu trabalho. Se a gente não volta para a base, a gente não volta para Brasília. Temos que estar na base permanentemente, fazendo trabalhos, fazendo palestras, discutindo e recebendo críticas também”, justificou.

A maioria dos parlamentares prefere alugar os automóveis porque a verba indenizatória não permite a compra de automóveis. Além disso, os contratos, em geral, preveem a substituição dos carros em caso de defeitos ou desgaste.

Fonte Tribuna do Maranhão

 

A DIFERENÇA ENTRE O PROCESSO DE JACKSON LAGO E O DE ROSEANA SARNEY

Roseana-e-Jackson[1]

Ex-Governador Jackson e atual Governadora Roseana

Desde que o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, emitiu parecer pela cassação da governadora Roseana Sarney (PMDB) e do vice-governador Washington Oliveira (PT) membros da oposição repetem como um mantra: as provas que levaram à cassação de Jackson Lago (PDT) são muito menos robustas que as anexadas ao processo da peemedebista.

E por que, então, dois anos e quatro meses depois de eleito Jackson estava cassado e Roseana ainda aguarda julgamento pelo TSE quase três anos após eleita?

A diferença não é a robustez das provas, meus caros, mas a importância que cada um dos grupos deu (ou dá) aos processos.

No caso do pedetista, os aliados – principalmente Aziz Santos – o fizeram crer que o processo de cassação não passava de um devaneio de Chiquinho Escórcio. O resultado todos conhecem.

Já o grupo ligado à governadora Roseana atua fortemente na defesa da peemedebista, usando todos os meios legais à disposição para garantir o mandato, desde que a ação foi protocolada na Justiça Eleitoral.

É que o garante à governadora que, mesmo que o caso venha a ser julgado no Pleno do TSE, isso só ocorra muito perto do fim do mandato, ou mesmo após ele. Principalmente porque no ano que vem a Justiça Eleitoral já começa a se concentrar justamente no processo eleitoral.

 

LUIS FERNANDO ASSINA ORDEM DE SERVIÇO PARA CONSTRUÇÃO DE PONTE NA CIDADE DE COLINAS

Luis-Fernando-01

Luis Fernando

O secretário de Estado de Infraestrutura, Luís Fernando Silva, assinou, neste sábado (10/08), a Ordem de Serviço para o início das obras de construção da Ponte Curimatá, em Colinas, município a 437 quilômetros de São Luís, no sertão maranhense. “Essa é uma antiga reivindicação dos políticos e moradores de Colinas”, declarou o secretário.

Participaram da solenidade, o prefeito de Colinas, Antônio Carlos Oliveira; os secretários estaduais, Hildo Rocha (Cidades e Articulação Política) e Pedro Fernandes (Educação); o presidente da Assembleia Legislativa (Arnaldo Melo), prefeitos e ex-prefeitos da região, além de lideranças políticas, comunitárias e a população.

A atual ponte sobre o riacho Curimatá será substituída por uma ponte em concreto armado, com 22 metros de comprimento, 7 metros de largura, duas pistas de rolamento e calçada. Ao todo, um investimento de R$ 607 mil. “Estamos cumprindo uma determinação da governadora Roseana Sarney que garantiu a construção dessa ponte que deve estar concluída até dezembro”, anunciou Luís Fernando. Ele revelou que, em parceria com a Prefeitura Municipal, outras intervenções serão realizadas no município, como asfaltamento de ruas, construção de um Mercado Produtor, recuperação de estradas vicinais e açudes.

O prefeito de Colinas, Antônio Carlos Oliveira, ressaltou a importância de contar com a parceria estadual. “É fundamental o apoio do governo, pois temos muitas carências, todos os investimentos que serão realizados aqui, vão se refletir em melhores condições de vida para a população”, destacou.

Luis-Fernando-02

Local onde será feita nova ponte

Para os moradores, a construção da Ponte do Curimatá é o fim do sofrimento de quem precisa passar pelo local. “O sofrimento é constante, a ponte é de madeira e sempre quebra deixando essa parte da cidade quase que isolada”, disse. O lavrador Wilmar Alves de Araújo, considera a ponte de madeira um problema para os moradores. “Quando chove a água leva a ponte e quando não chove, é muita poeira e a ponte sempre quebra, ficamos felizes que vamos ter uma ponte definitiva”.

VISITA A OUTRAS OBRAS.

Ainda em Colinas, o secretário Luís Fernando Silva, acompanhado da comitiva, visitou as obras de ampliação do Sistema de Abastecimento de Água no município. A obra, um investimento de R$ 2 milhões do governo estadual, deve estar concluída até outubro. “Nossa estimativa é de resolver o antigo problema de falta de água na cidade”, declarou o secretário.

Fonte Malagueta Notícias

 

VEREADORA DE BARRA DO CORDA É DENUNCIADA NA POLÍCIA FEDERAL

vereadora-214x300

Vereadora Kassi

A vereadora de Barra do Corda, Rita de Cássia Carneiro Pompeu (PP), foi denunciada na Polícia Federal pelo Ministério da Saúde através do presidente do Conselho Distrital de Saúde Indigena, Licinio Brites Carmona, por atos nada republicanos.Kassi como é conhecida politicamente, teria arquitetado para que índios atacassem membros do Ministério da Saúde quando passavam pela tribo ‘Pé de Galinha’.

De acordo com a denúncia protocolada em Boletim de Ocorrência na PF, os indígenas receberam ordem para matar Licinio Brites e dá uma surra em dr Antônio.

“Indígenas da Colônia, no dia anterior à visita da comitiva oficial, no período da tarde, a Rita de Cássia incitavam os indígenas a matar e aprisionar”, diz o BO.