JUIZ DEVE DECRETAR PRISÃO DE BENEFICIADOS DA SAÍDA TEMPORÁRIA QUE NÃO RETORNARAM PARA AS UNIDADES PRISIONAIS

Juiz-Roberto-de-Paula

Juiz Roberto de Paula

 

Mais de 60 beneficiados com a saída temporária de natal não retornaram aos presídios da capital.

O prazo para o regresso terminou na última sexta-feira (27). Ao todo, 300 detentos foram beneficiados com o indulto, que teve início no dia 20 de dezembro.

O juiz Roberto de Paula, titular da 1ª Vara de Execuções Penais, vai expedir mandados de prisão em desfavor dos beneficiados que não retornaram no prazo estabelecido.

Somente da Unidade de Ressocialização do Monte Castelo, 10 detentos ainda não retornaram ao local. Na unidade prisional do Olho-d’Água, de onde 02 detentos fugiram na última quarta-feira (26), 07 presos saíram temporariamente; destes, 03 não retornaram.

Dos 125 detentos que saíram da Penitenciária de Pedrinhas, 50 não voltaram.

Fonte Blog do Luis Cardoso

QUATRO PESSOAS DA MESMA FAMÍLIA MORREM DE ACIDENTE NA BR 222

acidente-em-bom-jesus-da-selva

Foto Malagueta Noticias

 

Um grave acidente, resultou na morte de 04 pessoas da mesma Família após capotamento na BR 222, na tarde de domingo (29/12), no município de Bom Jesus da Selva, no Maranhão.

Uma família que seguia viagem em um carro, para a cidade de Açailândia, no Maranhão, capotou ao fazer uma curva, conhecida como “curva da morte” próxima ao povoado Córrego Novo, no município de Bom Jesus da Selva.

Três pessoas morreram no local e outra foi socorrida e levada para o Hospital Socorrão da cidade de Imperatriz, mas não resistiu e veio a óbito.

As vitimas foram identificadas como:

Gilvan de Sousa, 26 anos – motorista;

Girlene Paulino da Silva, 24 anos – esposa de Gilvan;

Enzo da Silva Sousa – filho do casal, que estava com 14 dias de nascido;

Laís Silva e Silva, 5 anos, sobrinha do casal.

Fonte Malagueta Notícias

COMANDO GERAL DA POLÍCIA MILITAR PAGA FIANÇA DE POLICIAL PRESO APÓS PRENDER INFRATORES

Coronel-Zanoni-2

Sargento Leite

O Comando Geral da Polícia Militar do Maranhão pagou a fiança do sargento conhecido como Leite, que foi preso por porte ilegal de arma de fogo na delegacia do 16º Distrito Policial, no bairro da Vila Embratel, em São Luís.

Sargento Leite foi preso no último, dia 26, após prender dois menores infratores, que estavam fazendo um verdadeiro arrastão em um comércio da Vila Embratel.

Ao apresentar os infratores no DP, o PM foi detido pelo delegado Danilo Veras, pediu a detenção alegando que ele não tinha o porte de arma usada na apreensão da dupla.

A prisão do PM, que prestou um serviço a sociedade ao prender os infratores, deixou os militares revoltados. Por conta disso, o comandante geral, coronel Zanoni, se solidarizou e prontamente deu a ordem para pagar a fiança do sargento Leite, que já está solto e prestando serviço no combate contra a onda de assaltos em São Luís.

Fonte Luis Pablo

O TEMOR QUE LUIS FERNANDO DESPERTA NA OPOSIÇÃO

untitled

Luis Fernando

A oposição que gravita em torno do chefão comunista Flávio Dino jamais imaginou que o secretário Luis Fernando Silva (PMDB) pudesse entrar o ano eleitoral de 2014 como candidato consolidado ao Governo do Estado.

O peemedebista tem hoje mais de 20% de média de intenções de voto no estado, e já a ameaça a liderança de Dino até nos dois principais redutos oposicionistas – São Luís e Imperatriz.

Isso tem levado ao desespero os satélites que gravitam em torno do chefão e sua claque na imprensa, que vêem agora uma eleição que julgavam ganha correr riscos iminentes à medida que se aproxima o pleito.

Por isso a ordem é desqualificar Luis Fernando.

Se não podem fazê-lo baseado no seu perfil – já que o histórico de ex-prefeito com excelente aprovação, gestor público correto e honesto, sem manchas no currículo os impede – o fazem tentando minimizar sua candidatura.

Tudo por que Flávio Dino se arrepia diante da possibilidade de enfrentar o peemedebista olho no olho, cara a cara, durante a campanha que se avizinha.

Flávio Dino torceu até o último momento para que o candidato da governadora Roseana Sarney (PMDB) fosse outro. Seria mais fácil o debate, já que o comunista poderia se apresentar como o novo, a mudança, diante de um candidato tradicional, já conhecido pela forte ligação com o que a oposição chama de Oligarquia.

Mas Dino deu com os burros n’água.

E terá que enfrentar um candidato mais preparado que ele, mais competente que ele, mais honesto que ele e , principalmente, já testado como gestor público e aprovado pela população, coisa que ele nunca foi.

 

Além disso, Luis Fernando traz consigo a mesma marca da mudança, da renovação, mas com o acréscimo da experiência testada e aprovada.

E é isso que causa o terror no chefe comunista e sua claque, que vêem a diferença entre um e outro cair drasticamente à medida que a população vai se dando conta de quem é quem.

Não há mais como diminuir a candidatura de Luis Fernando; não há mais como impedi-lo de ser candidato.

Flávio Dino terá que enfrentá-lo no debate eleitoral, trema ou não diante desta possibilidade.

E criar factóides para tentar tirar Luis Fernando do páreo só mostrará o tamanho do terror oposicionista.

Por Marco Aurélio D,eça

FAMÍLIA INFLUENTE EM PAULO RAMOS TENTA TIRAR DA CADEIA ASSASSINO DE POLICIAL

pm-atingido

Pm atingido

No dia 3 de novembro, uma abordagem policial de rotina terminou em tragédia. Tudo aconteceu quando a guarnição comandada pelo Sargento Francisco Oliveira Diogo abordou Alexsandro Freitas, que armado resistiu a prisão e foi alvejado com um tiro na perna.

Ao ser encaminhado para o Hospital Municipal da cidade, o tio de Alexsandro, Sivaldo Andrade Silva se aproximou e efetuou vários disparos de arma de fogo contra os policiais militares.

Pelo menos dois tiros atingiram o comandante do destacamento daquela cidade, Sargento Diogo, que sofreu lesão na região da medula óssea, próximo ao pescoço. Durante a troca de tiros entre os policiais militares e Sivaldo, seu sobrinho, tentou sacar a arma de um dos policias e acabou morto.

Devido a gravidade, após receber os primeiros atendimentos no Pronto Socorro de Bacabal, o sargento foi transferido para o Hospital Geral de Coroatá onde foi diagnosticado que o mesmo ficará paraplégico, deixando toda a família e a cidade de Paulo Ramos em estado de choque.

Sivaldo Andrade Silva foi preso quase um mês depois do fato, mas a família interpôs o Habeas Corpus (nº0605112013) que está sob a relatoria da desembargadora Nelma Sarney, que despachou pedindo informações da juíza de 1º grau para se manifestar sobre a liminar.

Mas o que a família de Sivaldo comenta na cidade de Paulo Ramos, é que será uma questão de tempo para que o mesmo seja solto, devido a influência e dinheiro da família Andrade.

Por outro lado, o que a família do PM que ficou paraplégico espera é que a justiça seja feita e o acusado permaneça preso.

Fonte Luis Cardoso