Ô NOVIDADE: 47 DETENTOS SOLTOS NA PÁSCOA NÃO RETORNARAM AOS PRESÍDIOS DO MARANHÃO

saida

Saída temporária

Na semana passada a juíza Ana Maria Almeida Vieira, titular da 1ª Vara de Execuções Penais de São Luís, autorizou a saída temporária de 362 presos da capital para o feriado da Páscoa. Porém, efetivamente só foram liberados 351. período iniciou na última quarta-feira (23), e encerrou ontem as 18h. Deste total 304 se apresentaram nas suas respectivas unidades prisionais e 47 não retornaram.

Os dirigentes dos presídios tiveram até o meio dia desta quarta-feira (30) para comunicar junto à 1ª VEP sobre o retorno dos internos ou eventuais alterações.

Vale ressaltar que o Maranhão está entre os três Estados brasileiros com maior taxa de evasão de detentos que não retornam as unidades prisionais, por dois anos consecutivos. A taxa sempre varia entre 14 a 15% no que se refere a evasão.

Os 47 que não retornaram do feriadão da Páscoa são considerados a partir de hoje foragidos da Justiça.

Mesmo com a sensação de insegurança que os números apresentados causam na população, a juíza Ana Maria Almeida não associa a evasão dos detentos ao aumento da criminalidade. O fato é que a maioria dos que se transformam em foragidos voltam a cometer novos delitos e acabam sendo presos novamente.

Fonte: Blog do Minard

CENTRO DE CONTROLE DE ZOONOSES DE CAXIAS REALIZA TREINAMENTO PARA PROFISSIONAIS

04

Treinamento

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) realizou nesta quinta-feira (31), no auditório da Facema, o Curso de Capacitação Técnica na Área da Saúde. Cerca de 200 profissionais participaram do evento voltado para médicos, dentistas, enfermeiros e colaboradores de hospitais e maternidade de Caxias.

“Com essa capacitação podemos adquirir mais conhecimentos e diagnosticar com exatidão os pacientes, que é de extrema importância para nós que trabalhamos na área da saúde”, disse o fisioterapeuta José Walbert.

A capacitação teve como tema o “Estadiamento e Manejo Clínico da Dengue, Chikungunya e Zica Vírus com abordagem de Microcefalia”, com o objetivo de fortalecer tecnicamente a assistência aos pacientes com sintomas dessas doenças.

Palestra

Foram ministradas palestras com coordenadores da Secretaria de Saúde e com a coordenadora Estadual da Comissão de Informação de Estratégias de Vigilância e Saúde (Cievs), Jaqueline Trinta.

“Gostaria de agradecer a parceria com o governo do Estado, que está diuturnamente envolvido conosco nessa campanha de combate ao mosquito Aedes e capacitando os profissionais da saúde para fazer um diagnóstico com maior certeza sobre essas doenças”, disse o secretário de Saúde, Vinicius Araújo.

Trabalho diário

Esta capacitação faz parte de uma das ações que o município de Caxias vem adotando em todos os setores para erradicar o mal que o mosquito Aedes Aegypti pode trazer para as famílias. Além de cursos, o CCZ, junto com a Secretaria de Saúde, está realizando o trabalho de prevenção ao foco e orientado a população sobre as doenças causadas por ele.

“Quando capacitamos os profissionais, estamos dando um melhor atendimento à população caxiense. Muitos males estão ligados a esse mosquito. Nosso trabalho de prevenção se tornou diário e sem data para terminar”, ressaltou a diretora do CCZ, Suelly Pereira.

SÓ MESMO AQUI: 70% DOS PREFEITOS DO MARANHÃO AINDA NÃO PRESTARAM CONTAS

tce

TCE-MA

De acordo com o Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, até esta quarta-feira (30), somente 64 prefeituras (30% do total de municípios maranhenses), 60 câmaras de vereadores quatro secretarias de Estado já entregam as documentações exigidas constitucionalmente.

O prazo final de entrega das prestações de contas do exercício financeiro de 2015 é na segunda-feira, dia 4 de abril. Nesse sentido, o TCE-MA definiu que o regime de recebimento nos dois últimos dias de entrega será realizado excepcionalmente das 8 às 18 horas.

Os jurisdicionados estaduais e municipais que não fizerem a apresentação no prazo estabelecido estarão sujeitos a aplicação de multas (R$ 4 mil para secretários de Estado, chefes de poder e prefeitos e R$ 2 mil para presidentes de Câmaras) e outras penalidades previstas na Lei Estadual 8.258/205, a exemplo da abertura de Tomada de Contas Especial.

O primeiro passo da entrega das prestações de contas acontece na supervisão de protocolo do TCE. Nesse setor, uma equipe realiza a verificação dos aspectos formais pertinentes ao ato de entregar as contas ao tribunal. Terminada esta fase, a documentação é imediatamente encaminhada para a unidade técnica.

Na unidade técnica será verificada pelos auditores estaduais de controle externo que atuam no setor se a composição da documentação que está sendo entregue atende às normas estabelecidas pelo TCE. Cada instância da administração pública obedece a uma composição específica em termos de documentação para fins de prestação de contas.

Após essa etapa, a prestação de contas é recebida e enviada imediatamente via sistema para o setor responsável pelos procedimentos de análise.

Além do cumprimento do prazo de entrega, uma recomendação importante aos gestores é que procurem verificar se o seu cadastro junto ao TCE está atualizado. Somente gestores cujo cadastro esteja com todas as informações atualizadas poderão entregas suas contas ao órgão.

Fonte: Blog do Minard

MÁRCIO JERRY VAI GASTAR R$ 10 MILHÕES SÓ COM MÍDIA NO DESASTROSO GOVERNO FLÁVIO DINO

Secretário-Márcio-Jerry-e1459324009498

Márcio Jerry

O supersecretário Márcio Jerry (PCdoB) não tem pena de gastar dinheiro público. A Secretaria de Comunicação e Articulação Política (Secap) está torrando milhões para promover o governo.

Na semana passada, o Blog do Luis Pablo revelou que em apenas três meses, a Secap gastou mais de R$ 5 milhões com divulgações.

Não satisfeito, Jerry voltou a celebrar mais contratos milionários na pasta. Dessa vez foram R$ 10 milhões só para serviços de Marketing Promocional.

De acordo com o Diário Oficial publicado anteontem (28), a empresa escolhida para embolsar todo esse dinheiro foi a Faz Promoções e Eventos Ltda, que pertence ao mesmo dono da Phocus Propaganda. Criada em 2012, a empresa está localizada na Avenida dos Holandeses, no bairro Ponta do Farol.

Segundo o contrato, a empresa ficará responsável pela a prestação de serviços técnicos de promoção, organização de eventos (nacionais e internacionais) e ações de marketing e, ainda, pelo fornecimento de infraestrutura e de material, acompanhamento e implementação de apoio logístico e produção.

Com duração de 12 meses, o contrato foi assinado no dia 15 de março pelo subsecretário da pasta, Robson Paz, e o representante da empresa, Thiago Gervásio. Pelo visto, dinheiro não vai faltar para pagar tudo e todos da comunicação nos quatro cantos do estado do maranhão.

Márcio-Jerry-3-e1459270393256

Documento

Fonte: Luis Pablo

PREFEITURA DE TIMBIRAS RECUPERA ESTRADA NA ZONA RURAL

01-2

Melhorias

A Prefeitura de Timbiras por meio da Secretaria Municipal de infraestrutura resolveu uma situação antiga que causava prejuízos e constrangimentos aos moradores que utilizam a estrada que liga a região do rio guará a sede do município.

O trecho é de aproximadamente 300 metros e fica localizado entre os povoados capoeiras do Dico Cosme e a localidade Canafistula, que no período invernoso se transformava num grande lago, dificultando a passagem de veículos, do transporte de passageiros e até mesmo dos pedestres.

O Prefeito Fabrizio Araújo ressaltou que assim como foi resolvido a histórica situação dos bueiros do povoado Carmo, também era necessário resolver aquele problema que foi motivo de promessa de muitos gestores que o antecederam.

“Era uma obra que estava no nosso planejamento, mas como estamos trabalhando com recursos próprios, e todos sabem a situação que os municípios estão passando, é preciso ter paciência e esperar o momento certo, mas graças a Deus, ao nosso compromisso e força de vontade, solucionamos aquele problema que tanto incomodava as pessoas que utilizam aquela estrada o ano inteiro, e o nosso objetivo é continuar fazendo muito mais por toda aquela região.” Disse o prefeito.

O senhor Raimundo do Dico que tem um pequeno caminhão e sempre precisou utilizar a estrada para trabalhar, afirmou que no período de inverno o trecho provocava um grande sofrimento não só para ele, mas para os passageiros e os colegas donos de carro que fazem o transporte de passageiro.

“Agora sim aconteceu o que a gente tanto esperava, a solução do problema do trecho mais temido pelos os donos de carro. Agora a gente passa tranquilo e agradecido pelo trabalho feito no local pela prefeitura”, disse o motorista

Ascom da Prefeitura de Timbiras

O QUE FLÁVIO DINO VEM MESMO FAZER EM CODÓ?

images

Flávio Dino

Está prevista a vinda do governador do Maranhão, Flávio Dino, a Codó no próximo dia 28 de Abril, para a abertura da AGRITEC (feira de agricultura), que acontecerá no Parque de Exposições Walter Zaidan. Vários municípios estarão presentes, expondo produtos do campo. Esta feira é uma forma de fortalecer a agricultura familiar e mostrar que a agricultura do Maranhão é forte e que o governo tem dado incentivo aos pequenos produtores. A meu ver a ideia da AGRITEC é fantástica e merece sim ser valorizada pelos agricultores. Portanto, esta é uma bela atitude do governador. Parabéns.

E ALÉM DE PARTICIPAR DA AGRITEC, O QUE MAIS O GOVERNADOR VEM FAZER AQUI?

Quando um governo de Estado vai visitar um município, ele vai para inaugurar uma obra, anunciar outras e mostrar ao povo daquele município que o governo está ali presente, levando benefícios para as pessoas. Tem sido bem diferente com o governador Flávio Dino, que não tem andando nos municípios do Maranhão, pois o mesmo não tem construído uma obra para inaugurar, e quando vai é para inaugurar as sobras que foram feitas pela ex-governadora Roseana Sarney.

Em Caxias, por exemplo, o governador esteve presente para inaugurar um hospital que foi construído por Roseana. Em Codó, por exemplo, alguém ai sabe dizer e enumerar alguma obra feita por Flávio Dino? Portanto, somente participar da abertura da AGRITEC não é o suficiente para um governo de Estado, e muito menos o suficiente para deixar os codoenses contentes. O governador tem é que trazer recursos e realizar ou concluir obras próprias.

VIRÁ POR CONTA DA PRESSÃO POPULAR E DA IMPRENSA.

Pelo visto o governador Flávio Dino está vindo a Codó dia 28 por conta da pressão popular e das cobranças feitas pela imprensa, caso contrário os senhores podem ter certeza que ainda iam esperar mais um pouco a ilustre presença de Flávio Dino. Tenham certeza também que nosso nobre governador vai fazer inúmeras promessas por aqui, já que ele não tem nada para inaugurar. Por lá os senhores irão assistir nosso governador prometer isso, aquilo, e mais isso e mais aquilo, e depois vai pegar seu helicóptero e sobrevoar os céus do Maranhão rumo a São Luís novamente.  E em Codó, cada um vai voltar para suas casas e esperar sentado as promessas de Flávio Dino serem cumpridas. É fato que o governador Flávio Dino tem agradado algumas pessoas no município de Codó e na região, mas somente aqueles que fazem parte do governo e esses são minoria. O “POVÃO” mesmo quer ver é trabalho e não o bonito discurso de Flávio Dino, que parece que nunca desceu do palanque.

ATENÇÃO PREFEITURA DE CODÓ: A RUA MARCOS ROCHA ESTÁ UMA ESCURIDÃO SÓ

20160329_232942

Rua Marcos Rocha

Recebi algumas ligações de moradores da Rua Marcos Rocha, no bairro Trizidela, na cidade de Codó. Os moradores relataram ao Blog que há uma semana a rua está às escuras, e por diversas vezes já procuraram a secretaria de Serviços Públicos e até agora o problema ainda não foi resolvido. A iluminação local ficou só mesmo por conta das lâmpadas nas casas. Nos postes, nem uma lâmpada se quer acesa. Os moradores temem principalmente os assaltos durante a noite, por conta da escuridão, e pedem o mais rápido possível que o problema seja resolvido. A parte da rua que está às escuras fica no rumo da saída para o município de Timbiras. Seguem algumas fotos que foram tiradas na rua durante a noite.

MUNICÍPIOS TÊM ATÉ SEXTA-FEIRA (01) PARA SOLICITAR VISTORIA QUE ASSEGURA O RECEBIMENTO DO AUXÍLIO GARANTIA-SAFRA

FOTO 1  Capacitação realizada em Codó com representantes municipais e equipe técnica da Agerp

Equipe Agerp Codó

Os municípios maranhenses inscritos no Programa Garantia-Safra 2015/2016, que estão em estado de emergência e sujeitos a perdas de 50% da lavoura ocasionada pela seca ou ao excesso de chuvas, têm até amanhã (01), para solicitar vistoria de apuração dos percentuais dos danos e indicar técnicos vistoriadores para preenchimento de laudos que irãoatestar o auxílio do programa Garanta Safra para às famílias no campo.

O Governo do Estado, por meio da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), no último dia 24, promoveu em Codó uma capacitação com os municípios inscritos, para esclarecer sobre os procedimentos do Garantia Safra, incluindo prazos, perdas e a importância do apoio municipal para assegurar que o recurso chegue ao agricultor familiar.

O pedido de vistoria e o preenchimento dos laudos são tarefas de responsabilidade dos municípios, que indicam um técnico vistoriador para emitir os laudos por meio do sistema eletrônico do Seguro da Agricultura Familiar (SEAF) do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Para a safra de 2015/2016 foram 8.759 adesões, distribuídas em 21 municípios no Estado.

O presidente da Agerp, Júlio César Mendonça, destaca o compromisso do órgão em promover o Programa Garantia-Safra no Maranhão e a importância do benefício. “Os agricultores familiares que estão vulneráveis ao período de estiagem ou excesso hídrico, podem contar com mais esta política pública que garante subsídios às famílias rurais. Ciente deste papel mobilizador, a Agerp tem buscado, juntamente com os municípios, levar este benefício ao maior número de famílias, fortalecendo a parceria institucional em prol do homem do campo”.

De acordo com o cronograma de implantação do Programa, o Maranhão está dividido em duas regiões, a primeira com calendário de plantio entre novembro e dezembro e a segunda no período entre dezembro e janeiro. O seguro prevê um benefício de R$ 850, pagos em cinco parcelas de R$170, que serão depositados na conta do agricultor cadastrado. O benefício do Garantia-Safra é pago com recursos do Fundo Garantia-Safra, composto por contribuições do agricultor, do município, Estado e da União.

Para receber o benefício do Garantia Safra, após avaliação da perda de 50% ou mais da lavoura de feijão, milho, arroz e mandioca por excesso de chuvas ou seca, é necessário que o agricultor familiar não possua renda familiar mensal superior a um salário mínimo e meio, excluindo-se a aposentadoria rural, e ainda, aderir ao Programa antes do plantio das culturas.