CAOS NO ATENDIMENTO BANCÁRIO E CRISE NA CÂMARA DE CODÓ SÃO TEMAS DESTACADOS PELO VEREADOR GRACINALDO

kk

Gracinaldo

Na sessão do dia 29 da Câmara Municipal de Codó, o vereador Gracinaldo abordou temas que continuam a preocupar a população da cidade, como o atendimento nas agencias bancarias, e ainda ponderou sobre a crise que parece pairar sobre o legislativo municipal. Em seus minutos na tribuna do parlamento, Gracinaldo iniciou sua fala elogiando a equipe organizadora do evento em alusão ao dia Internacional da Mulher. “Quero parabenizar a comissão organizadora do dia 8 de março, o Dia Internacional da Mulher. Recebemos o convite, que trata de uma programação bem extensa e variada e muito importante para o calendário de nossa cidade. E digo que não só eu, mas todos os colegas estarão presentes nesse evento tão importante, dando toda a justa atenção”.

Agências não mudam atendimento

O vereador aproveitou o ensejo e a presença de um advogado na galaria da câmara para ponderar sobre o mau atendimento nas agências bancárias, reclamação de dez entre dez codoenses. “Continuamos ouvindo da população, testemunhado na rua e até nas redes sociais as reclamações da população em relação ao atendimento dos bancos em Codó. Continuamos a assistir o desrespeito das instituições bancárias para com a nossa população. Para fazer um pequeno serviço precisamos levar horas, ou então chegar ao banco e não ter dinheiro. Isso é um desrespeito sem igual, por todos aqueles que precisam dos serviços. Enquanto isso os lucros dos bancos continuam a bater recordes”, comentou.
O edil também lembrou o drama dos idosos, aposentados e pensionistas no período do fim do mês, onde as agencias permanecem abarrotadas e com funcionários sem dar conta de tanta gente. “Fica o meu lamento e sugiro que em nosso município os bancos abram mais agências e não correspondentes bancários, que ajudam, mas não resolvem os problemas e a enorme demanda de nossa população. Tem que abrir novas agências”.

Caso de desvio de verba na Câmara Municipal

Finalizando seu discurso, o parlamentar propôs previdências para a crise de desvio de verbas públicas que se instalou na casa legislativa, solicitando apresidência da Câmara Municipal que promova uma alteração no Regimento Interno e crie um conselho fiscal. A ideia do vereador foi a mais plausível e deve ser discutida.Gracinaldo entende que a criação do conselho, composto por uma equipe de vereadores, é uma das formas de evitar que novos desvios ocorram. De acordocom o vereador, o conselho iria acompanhar as finanças da Câmara e, se voltar a existir, identificar condutas criminosas na sede do Parlamento Municipal de Codó.
A proposta foi em decorrência da matéria publicada na mídia digital, na qual denunciava o desvio de mais de 200 mil reais na Câmara Municipal de Codó. De acordo com o edil, o nome do autor ainda não foi divulgado, mas as providências já estariam sendo tomadas pela presidência da Casa.

Ascom

VEREADOR PASTOR MAX DEIXA SEU REPÚDIO SOBRE A DECISÃO DO GOVERNO FEDERAL EM SUSPENDER O PIBID

kkk

Pastor Max, vereador

O vereador Pastor Max iniciou seu pronunciamento na câmara esta semana falando sobre asuspensão ou a redução da dimensão do PIBID – Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência. O edil pediu a presidência da Casa legislativa que gostaria de deixar registrado a sua moção de repúdio a política de ajuste fiscal praticado pelo governo da Dilma, que propaga uma Pátria Educadora, mas que corta agressivamente investimentos no orçamento da Educação, afetando significativamente a política de formação de professores,que é uma coluna importante na melhoria da qualidade da educação pública do País. “Programas como o PIBID devem ser ampliados e fortalecidos e não suspensos. Sei que sou um mero vereador, mas que minha voz se some a todas as vozes dos acadêmicos de Licenciatura da UFMA, do IFMA e de tantos outros lugares deste País, que lutam pela permanência do programa.
Nós entendemos que o programa de formação de professores é essencial. Por isso registramos aqui nosso repúdio”. Disse Pastor Max

Governo Municipal e agricultura familiar

Outro assunto destacado pelo vereador foi a respeito da agricultura familiar em Codó. Declarando que a agricultura familiar é um dos pilares de sustentação das famílias, não só do município, mas de todo o país, Max afirmou quea atividade é muito importante, não só economicamente, mas, sobretudo, porque é responsável por produzir diariamente alimentos para milhares de pessoas. Além disso, seus produtores vezes a utilizam como única fonte de renda. “Por esta razão, senhor presidente, é que gostaria de destacar os esforços do Prefeito Zito, através da Secretaria de Agricultura do Município, liderada pelo secretário e amigo Cordeiro da Cit, para que o setor tenha a atenção devida. Mesmo sem recursos, a administração continua buscando, através de parcerias importantes, como por exemplo, a EMBRAPA, fortalecer a produção dos pequenos agricultores do município de Codó”, lembrou.

Olhar voltado para o homem do campo

Ainda nos assuntos sobre a zona rural de Codó, vereador Pastor Max destacou o último Dia de Campo, realizado na Vila Fomento,onde pôde constatar novas tecnologias no plantio do arroz que farão com que a produção aumente consideravelmente no município volte a ser um polo importante desta produção. Max também lembrou a continuidade diligente e os avanços nos programas para as famílias do campo. “Graças a Deus observamos que, mesmo com as dificuldades encontradas,pequenos avanços têm mostrado a força da nossa agricultura. Avanços importantes como o PNAE, PAA, PRONAF, etc, tem ajudado a fortalecer a produção e revelado o potencial que os nossos agricultores tem”.

É preciso mais investimentos

O parlamentar preconizou que, mesmo com os tímidos avanços na área, devido a crise, os investimentos no campo precisam ser retomados. O edil falou sobre as dificuldades enfrentadas pelas comunidades, principalmente na hora de escoar a produção. “Esse setor tem graves carências que ainda emperram e dificultam a vida e a produção no campo. Dificuldades que eu tenho encontrado em cada comunidade que visito e, que em conversa com seus moradores, percebo muitas vezes o abandono que os tem empurrado para o êxodo rural”.

Titulação de terras

Max encerrou falando sobre outra dificuldade enfrentada e que necessita de um olhar especial dos responsáveis: a briga pela titulação da terra.“A titulação é necessária para que produzam sem medo e outros benefícios cheguem como a construção da escola, do poço artesiano, etc. Precisamos de um olhar sensível do Estado para essas comunidades, precisamos da atenção dos nossos deputados que nos períodos eleitorais necessitam dos nossos votos. Briguem por nós, mandem emendas para Codó.É preciso aumentar as verbas disponíveis, é preciso concluir a implantação da rede de energia elétrica em diversas localidades, é inaceitável que ainda hoje em pleno século 21 existam comunidades que não tenham acesso a energia elétrica. É preciso que se construa mais açudes e barragens. É preciso mais assistência técnica e extensão rural. É preciso ampliar o mercado institucional para a agricultura familiar no município de Codó, etc. Por favor que ouçam o nosso grito de socorro e indignação pela forma como são tratados nossos trabalhadores e trabalhadoras rurais nesse país”, finalizou.

PREFEITURA DE CAXIAS PROMOVE SEMANA DE BELEZA NO CCI DO BAIRRO VOLTA REDONDA

IMG-20160301-WA0039

Semana de beleza

O Centro de Convivência do Idoso (CCI) localizado no Centro Comunitário do bairro Volta Redonda está com uma Semana de Atendimento de Beleza voltada ao Idoso.

A atividade está sendo coordenada pelo professor Raimundo Silva e tem por objetivo destacar a beleza e aumentar a autoestima das mulheres da terceira idade. Ao longo desta semana, elas poderão fazer hidratação, penteados e escovas.

A Prefeitura de Caxias conta com sete Centros de Convivência do Idoso, além do atendimento em alguns Centros de Referência de Assistência Social (CRAS).

CHAMEM O SAMU: EM COROATÁ COMUNIDADE RECLAMA PELA DEMORA NOS ATENDIMENTOS

samu-1

SAMU de Coroatá em reforma

O Serviço de Atendimento Móvel – SAMU de Coroatá tem sido alvo de muitas reclamações por conta da demora para chegar aos locais solicitados, na atual Base onde funciona de forma improvisada, que fica localizada na Escola Agrícola da cidade, já na saída para a Zona Rural sentido Povoado Limão, próximo ao atual presídio e atrás do Bairro Vila Cilene, por conta de seu prédio se encontrar fechado para reforma.
Não sabemos ao certo, quais os critérios adotados para que o local de funcionamento do SAMU de Coroatá pudesse ser levado para tão distante, mesmo que de forma temporária, sem contar com a questão de acessibilidade para o local.
Para se ter uma idéia, um simples acidente de transito com vítimas no Centro da cidade, não é atendido em menos de trinta minutos. Todos nós sabemos da importância da agilidade de um deslocamento emergencial e o que isso pode causar para as vítimas, o salvamento de vidas.

Fonte: Blog do Bezerra

VIXE MARIA: TESOUREIRO DA CÂMARA DE CODÓ TIRA O DELE DA RETA E TENTA JOGAR A BATATA QUENTE NAS MÃOS DE MARIA PAZ

ee-Copia

Carrim

O clima na Câmara de vereadores de Codó foi quente na noite desta segunda-feira (29). Em seu pronunciamento, o vereador Carrim Construções, que de besta não tem nada, já está tentando tirar o dele da reta sobre o desaparecimento de R$ 200.000,00(DUZENTOS MIL REAIS) daquela casa legislativa.

JOGANDO PARA OS BRAÇOS DE MARIA PAZ

De acordo com a denúncia que foi feita no Blog do companheiro Francisco Oliveira, até um BO já foi registrado na Delegacia de Codó sobre o desaparecimento desse dinheiro. Com isso, o vereador Carrim Construções foi à tribuna da sessão de ontem tentar explicar que ele nunca pegou em nenhum centavo, e quem deve saber disso é a vereadora Maria Paz, que era a tesoureira da época e foi quem colocou o contador que teria desviado o dinheiro. Mas de acordo com a denúncia, o desaparecimento do dinheiro não foi na gestão da ex-tesoureira Maria Paz, e sim na gestão de Carrim. Ainda esta semana traremos mais novidades sobre este assunto aqui no Blog do de Sá.

BANCO DO BRASIL DE COROATÁ TAMBÉM MOSTRA SEU DESCASO COM CLIENTES PRINCIPALMENTE NOS FINAIS DE SEMANA

IMG-20160229-WA0014

Print

No fim de semana passado os clientes do Banco do Brasil de Coroatá ficaram ao Deus dará quando o assunto foi conseguir sacar algum dinheiro nos terminais daquela agência bancária. O Blog do de Sá recebeu inúmeras ligações e mensagens de pessoas que estavam revoltadas com a falta de compromisso do Banco do Brasil. Até mesmo nas redes sociais como Facebook, muita gente mostrou que não gostou de mais uma vez o banco não dispor de valores para seus clientes. Além disso, o sistema ficou fora do ar como mostra esta fotografia ao lado.

ALÔ CÂMARA DE VEREADORES, MINISTÉRIO PÚBLICO E PROCON

A Câmara de vereadores da cidade de Coroatá deve tomar uma atitude o mais rápido possível, no sentido de melhorar a situação. O vereador Riba Maia, lá no município de Coroatá, é um dos únicos que tem lutado pela causa no município. Os demais parecem que estão cegos e mudos perante a situação. O Ministério Público e o PROCON do Estado também devem tomar uma atitude, caso o contrário o povo de Coroatá vai continuar pagando o pato e ficando sem até mesmo sacar dinheiro nos finais de semana. Lamentável.

TORTURA OU TREINAMENTO? VEJA ALGUNS TESTES FEITOS POR POLICIAS MILITARES NO MARANHÃO

O blog do de Sá resolveu colocar este vídeo, que foi extraído do Blog do companheiro Silvan Alves, para mostrar aos nossos leitores como são feitos alguns testes com polícias militares quando estão fazendo o curso de formação. O vídeo abaixo mostra o momento em que um oficial, que coordena o curso e ministra as aulas, faz um teste de resistência com os policiais. Esse vídeo pode ser de fato uma forma de saber se o policial está ou não preparado para entrar na polícia, enfrentar situações adversas e por ai vai. Mas por outro lado pode ser também uma forma de humilhação, desumanidade com o cidadão. Muitas pessoas acham que não precisaria tanta humilhação para preparar um policial para defender a sociedade. É do conhecimento de muitos que um policial passa por cada situação, que de fato ele precisa estar preparado para enfrentar ocasiões extremas. Mas, dessa forma chega a ser desumano. Observe no vídeo que um dos policiais não suporta a tortura e chega a sentar no chão.

PROFESSOR DE SÃO DOMINGOS DO MARANHÃO ESCREVE CARTA REVOLTADO COM O GOVERNO FLÁVIO DINO E O PRESIDENTE DO SINPROESEMMA

IMG-20160229-WA0334

Júlio Pinheiro, presidente do Sinproesemma

Eu, professor Washington, lotado no C.E. Horácio Alves de Andre, em São Domingos do Maranhão, me sinto lesado pelo estado quando do não cumprimento da lei do piso. E o meu sentimento encontra eco em diversos colegas com os quais tenho falado nesses dias. E nós recebemos com estranheza a declaração do sindicato de que houve avanços na negociação com o governo.

Nós estamos em Março e o reajuste não veio. Nesse sentido, começo a acreditar que o sindicato não tem me representado e não defende os interesses da classe. Muitos colegas estão insatisfeitos com a atitude covarde dessa diretoria que, inescrupulosamente, desafia a inteligência dos profissionais da educação da rede pública estadual.

Acredito que devemos tomar providências e conclamo os colegas professores a utilizar as redes sociais para convocar os professores a irem à luta. Acredito que podemos iniciar com uma paralisação de 24 horas, em data a ser definida. Podemos também convocar a imprensa para dar conhecimento de nossa indignação diante dessa atitude covarde do SINPROESEMMA.

Em são Domingos do Maranhão pretendemos mobilizar a classe, e acredito que essa mensagem poderá ser “viralizada” e chegar a todos os municípios do Estado.Se não tomarmos uma atitude agora, pode acabar ficando tarde demais.
Por isso eu insisto, caros colegas, vamos compartilhar esta mensagem, formar grupos nas redes sociais e enviar por outros canais. Acho que podemos tomar atitudes legais contra essa diretoria inoperante e assim, garantirmos nossos direitos.
Mas eu acredito na democracia e, nesse sentido, e acharem que está bom demais, que o sindicato está agindo corretamente e que não devemos tomar atitude nenhuma, respeitarei a opinião da classe.