ALÔ MINISTÉRIO PÚBLICO: PREFEITA DE SÃO JOÃO DO SÓTER É ACUSADA DE FRAUDAR LICITAÇÕES

00182

Luíza Moura

Os desembargadores da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) receberam denúncia contra a prefeita do município de São João do Sóter, Luiza Moura da Silva Rocha – acusada de cometer irregularidades licitatórias, em 2009 – e contra o então secretário municipal de Fazenda, em Clodomir Costa Rocha, e três proprietários de empreiteiras pelo mesmo crime.

A denúncia foi ajuizada pelo Ministério Público do Maranhão (MPMA), acusando a prefeita e os demais por descumprimento de ordem judicial; movimentação irregular de verba pública; fraude à licitação e descumprimento da Lei de Finanças Públicas.

De acordo com o MPMA, o município firmou convênio com o Estado do Maranhão no valor de R$ 1,5 milhão, para melhoramento de 60 quilômetros da Rodovia MA 127. Por ordem judicial, todos os convênios foram suspensos liminarmente, proibindo a movimentação dos valores, o que não foi respeitado pelos gestores de São João do Sóter, que realizaram o saque da quantia.

A licitação foi vencida pela empresa Construtora Sabiá Ltda, mas a obra foi subempreitada para a empresa F.G. Construções e Emp. Ltda, caracterizando crime contra a Lei de Licitações. Outra irregularidade teria sido o pagamento do serviço à empresa antes mesmo que esta apresentasse a proposta para concorrer à licitação, ferindo a Lei de Finanças Públicas.

Os denunciados negaram as condutas ilícitas, afirmando – entre outros argumentos – urgência na execução da obra pelo interesse e bem estar da população (não proibição de subcontratação pelo edital; ausência de má-fé e de elementos robustos e contundentes das condutas ilícitas).
O relator do processo, desembargador José Luiz Almeida, ressaltou que, no momento processual de análise do recebimento ou não da denúncia, cabe ao julgador tão somente verificar a existência dos requisitos previstos no Código de Processo Penal.

Para o magistrado, a denúncia encontra-se formalmente perfeita, contendo todas as suas circunstâncias, as qualificações e as classificações delituosas.

O desembargador verificou a existência de indícios do descumprimento da ordem judicial para devolução de valores do Convênio; da permissão de pagamento de vultosos valores à empresa Construtora Sabiá; e de fraude ao procedimento licitatório.
“Embora as defesas pretendam afastar o dolo, entendo que essa discussão extrapola os limites para o recebimento da denúncia, e somente poderá ser debatida no curso da instrução criminal”, frisou. (Processo nº 248492015)

Fonte: Neto Ferreira

POLÍCIA DIVULGA FOTOS DE DOIS JOVENS ACUSADOS DE TEREM EXECUTADO UM ADOLESCENTE DE 15 ANOS ESTÁ SEMANA EM CODÓ

IMG-20160401-WA0021

Acusados

A polícia civil de Codó divulgou na tarde desta quinta-feira uma fotografia onde aparecem dois jovens que são suspeitos de terem executado com um tiro na cabeça um adolescente de 15 anos, identificado por Jailton da Silva, na terça-feira (29) na Rua Edson Lobão, no bairro São Francisco, em Codó. Os dois jovens foram identificados pela polícia como Francisco Edson Ferreira Leal, de 18 anos,(esse que aparece na fotografia de camisa azul) e seu irmão Edivan Ferreira Leal, de 20 anos. De acordo com o delegado Regional Zilmar Santana, os dois jovens já são acusados de terem cometido outros crimes na cidade de Codó. Ainda de acordo com o delegado, é só uma questão de tempo para que a polícia de Codó possa prendê-los.

MEMBRO DO PT DE CODÓ SE MANIFESTA SOBRE POSTAGEM DO BLOG

Prezado blogueiro, hoje é a primeira vez que venho a público me manifestar sobre alguma matéria de blog.
Apesar de não concordar com alguns posicionamentos do PT e de reconhecer falhas e erros gritantes que infelizmente colocaram o partido em descrédito, jamais poderia me calar frente a sua postagem.
Primeiramente quero te informar que no PT de Codó, assim como nas demais esferas partidárias existem pessoas de bem e honradas, sou filiado ao PT desde 2011 e lá permaneço por entender que mesmo não concordando com vários erros existentes, bem como não compactuando com algumas desordens, não me acovardarei e não deixarei de lutar por aquilo que acredito.
Sei do desgaste ao longo dos anos do PT à nivel local, das alianças mau feitas e do egocentrismo que por lá imperou por muitos anos.
O partido por sua democracia interna, tem diversas tendências e pensamentos divergentes e vc ao publicar uma matéria dessa generaliza e coloca todos filiados numa vala comum.
Tenha a descencia de citar nomes e dizer quem se vendeu ou vendeu o partido.
Tenha respeito pelas pessoas de bem e honradas que la estão, nao me vendo nem nunca me vendi, ja fui vitima de manobras que muito me prejudicaram no próprio PT, mais nem por isso me igualo ã aqueles que erros cometem.
Se não tem coragem de citar nomes nao generalize, e respeite os mais de 300 filiados ativos do PT de Codó.
Acredito que os problemas a nível nacional devão ser investigados e os culpados punidos, porém a criminalização de uma sigla é algo muito preocupante em país considerado democrático como nosso, se for pra mudar o governo e haja indicio suficiente de irregularidade pra essa mudança que se mude, mais jamais aceitarei a criminalização de um partido e dé seus filiados.

Codó MA, 01 de abril de 2016.

Yuri Corrêa
Sec. de Formação do PT Codó-MA.

LOUVÁVEL: ESCOLA PÚBLICA DE CODÓ COMEÇA A CRIAR UMA NOVA CULTURA DE LEITURA POR MEIO DE LIVROS DOADOS

Codó-2

Leitura

 Os alunos da Escola Municipal Jardim São José, em Codó (MA), começaram o ano com um estímulo a mais ao seu aprendizado: 170 livros infantis doados por cidadãos de todo o país que foram mobilizados pelo professor Carlos Luz,através do site da A+ Educação. Por meio de financiamento coletivo, o professor pediu e ganhou todo o material de leitura e papelaria que está sendo usado em um programa de estímulo à leitura para alunos em fase de letramento.

“Iniciamos esse programa no final do ano passado, com o objetivo de despertar a paixão dos alunos pela leitura. Nossa missão vai além do ensinar a ler e escrever. Precisamos fazer com que as crianças sejam apaixonadas pela leitura! Assim, poderão adquirir sempre novos conhecimentos e nunca vão parar de aprender e crescer intelectualmente”, explica o professor Carlos, que foi o primeiro professor da rede pública de ensino no Brasil a ter um projeto financiado pela A+ Educação.

Já nos primeiros meses de atividades, os resultados da iniciativa foram tão positivos junto aos alunos da escola, que o professor Carlos cadastrou outro projeto no site da A+ Educação. Dessa vez, ele está pedindo um armário de aço e um quadro branco para melhorar a infraestrutura de ensino dentro da sala de aula. Batizado de “Por uma Educação de Qualidade”, o novo projeto já está com 18% do seu valor captado por meio da plataforma de crowdfunding.

“Nossa escola é de periferia. Infelizmente, o ambiente escolar não é tão propício e incentivador como poderia. O material solicitado vai proporcionar uma organização das atividades didáticas e contribuir bastante com o desenvolvimento da ação pedagógica e aprendizagem da criançada”, explica.

Para colher, é preciso plantar

Incentivada pelo exemplo do professor Carlos, a professora Claudihene Lopes da Silva Gonzaga, do Centro Municipal de Educação Infantil Vera Lúcia Simão Salem, também de Codó (MA), cadastrou no site da A+ Educação o projeto “Valores na Educação Infantil: Para Colher É Preciso Plantar”.

“Trabalhamos com crianças de 9 meses a 5 anos na nossa creche e queremos melhorar as atividades de contação de histórias. Por isso, estamos pedindo livros apropriados para essa faixa etária”, explica Claudihene, que trabalha há 15 anos como professora da Educação Infantil.

Todos os funcionários da creche estão envolvidos na captação de recursos para viabilizar o projeto. “Vamos promover várias atividades para mobilização dos pais e da comunidade escolar, com realização de piquenique cooperativo e exposições”, enfatiza a professora.

Contato via redes sociais

Carlos Luz conheceu a proposta da A+Educação por meio das redes sociais. O diretor da ONG, Leonardo Capel, publicou um post apresentando a proposta da A+ em um grupo de professores da Educação Infantil criado por Carlos no Facebook. “A proposta me chamou a atenção, pois nunca tinha visto um site para captação de recursos exclusivamente para projetos de professores da rede pública de ensino. E foi bem fácil conseguir o financiamento, bastou fazer um cadastro simples do projeto no portal,indicando os objetivos e todos os recursos necessários, ajudar a mobilizar doadores e, depois da captação, receber o material na escola”, conta o professor.

Além de Codó, outros três projetos já foram financiados nos últimos meses, dois em Curitiba e um em Colombo, todos no Paraná. Atualmente, outros seis projetos estão inscritos e abertos para captação. “As redes sociais têm nos ajudado muito na divulgação entre os professores. Entramos em mais de 50 grupos de todo o país, apresentando nossa história e divulgando o site.Nossa proposta é promover o financiamento coletivo de projetos criados por professores da rede pública de ensino, para melhorar o aprendizado dos alunos a curto prazo”, afirma Leonardo Capel.

Para participar

Por meio do site www.amaiseducacao.org.br qualquer professor da rede pública pode inscrever seus projetos e qualquer pessoa pode fazer doações a partir de R$ 10,00 (dez reais).

Fonte: É Maranhão

QUANTO CUSTARÁ O PT DE CODÓ NESTAS ELEIÇÕES?

pt_menor

PT

O partido dos trabalhadores (PT), que é tido como um dos partidos mais corruptos do Brasil e as provas da lava jato são incontestes, tem mostrado que é um partido que vale ouro e bote ouro nisso. Em Codó, o PT já passou por diversas mãos, ou seja, já passou por diversos grupos e por aqui também assim como a nível nacional o partido leva a mesma linha e tem seus interesses pessoais, que andam bem longe de ser os interesses da coletividade, exemplo disso foi quando o PT se aliou ao prefeito Zito, ao empresário FC Oliveira e ao ex-prefeito Biné Figueiredo; alguém aí sabe dizer quanto custou essas negociações? Acho  que não, só mesmo os líderes do PT na cidade de Codó sabem explicar isso bem melhor. Espero que os apaixonados pelo PT em Codó não venham pedir minha cabeça para o prefeito Zito Rolim por conta desta postagem, caso queiram fazer isso vou logo avisá-los, será tempo perdido.

 O PT E SEUS VALORES.

É bem verdade que o partido dos trabalhadores é de fato um partido que tem uma grande bancada, tem seus valores e fez muita coisa pelo país, isso é fato. Mas que o PT é um partido que está sujo perante a opinião pública, também é fato. Em Codó, esse partido tem um valor INCALCULÁVEL em período de eleições municipais, ele soma e muito para qualquer grupo, pois seu tempo de televisão também é muito bom, só por aí os senhores leitores já devem imaginar o quanto este partido valerá nessas eleições. É bem verdade que partido nenhum adere a um projeto de campanha se não tiver seus interesses, porém mais interesseiro do que o PT de Codó, eu nunca vi.

SÓ BALELA: PREFEITO DE NINA RODRIGUES NÃO CONSEGUE MOSTRAR AS NOVAS ESTRADAS QUE ELE DIZ TER CONSTRUÍDO

3f500be31a274f02a0b3474b6e1f4809

Precariedade

Bastaram uns três dias de chuvas intensas para os fatos desmentirem a propaganda oficial do Prefeito Riba do Xerém (PRB) de ter construído 200 km de estradas vicinais. As fotos que você vê são de um ônibus escolar de Nina Rodrigues que ficou completamente atolado no dia (30) pela manhã ao se deslocar até os povoados Ilha, Volta do Mundo e Mocambinho na tentativa de transportar as crianças para a escola.

O episódio chamou à atenção de quem trafega pelo trecho da estrada que liga a sede do município aos povoados Mangueira Buriti, Vila Esperança, Santa Rita, São Jozezinho e Amapá dos Catarino também. Todos reclamavam das péssimas condições das estradas vicinais.

Mas não é só. Ao contrário da propaganda oficial paga a preço de ouro em rádios e TV com o dinheiro do povo, realmente para onde se vai o que se vê são estradas esburacadas, pontes danificadas. E pelo visto a população vai enfrentar mais transtorno, caso as chuvas se intensifiquem durante os meses de abril e maio, como é esperado, pois as estradas que já estão péssimas podem ficar intrafegáveis, o pontão ameaça desabar por falta de conservação colocando em risco muitas vidas.

De fato, as estradas já estavam ruins por falta de conservação, tanto é verdade que os poucos dias de chuvas fortes já causaram tantos transtornos. E tem mais: as empresas contratadas pelo prefeito para fazer a recuperação de alguns trechos de estradas em 2014 nunca receberam o devido pagamento.

Em Nina Rodrigues, o que se comenta em toda a parte são as obras fantasmas, aquelas que o prefeito anuncia, mas ninguém ver. O povo faz todo o tipo de gozação e piada com a propaganda oficial do prefeito, por sinal, muito apropriada para veicular no dia 1 de abril.

Fonte: Alpanir Mesquita

POR CLÁUDIO FERNANDES: ORIGEM DO DIA DA MENTIRA

índice

Imagem ilustrativa

                  O dia 1º de abril é considerado em vários países ocidentais como o Dia da mentira, uma data em que muitos se aproveitam para “pregar uma peça” em amigos ou mesmo em desconhecidos. Mas como essa data teve origem? E por que ela ocorre justamente em 1º de abril?

As origens do Dia da Mentira não são plenamente exatas, mas é certo que remontam à França da segunda metade do século XVI. Em 1564, o rei francês Carlos IX tornou oficial nos domínios de seu reinado o novo calendário, definido durante o Concílio de Trento (1545 a 1563). Esse novo calendário ficou conhecido como calendário gregoriano por ter sido proposto pelo Papa Gregório XIII. O calendário gregoriano substituiu o calendário juliano (proposto por Júlio César no século I a.C.), provocando alterações fundamentais, como a mudança de datas comemorativas.

O Ano Novo, por exemplo, era comemorado, no calendário juliano, sempre em 25 de março, quando se iniciava a Primavera no Hemisfério Norte. As comemorações duravam cerca de uma semana, finalizando-se no dia 1º de abril. O calendário gregoriano mudou a comemoração dessa data para o dia 1º de janeiro – vigente até hoje. Carlos IX, sendo o primeiro a adotar o calendário, provocou uma mudança nos hábitos de seus súditos. Grande parte dos franceses, após 1564, ainda comemorava o Ano Novo na passagem do mês de março para o mês de abril. Aqueles que sabiam que o calendário antigo havia sido revogado começaram a zombar dos desavisados, chamando-os de tolos e acusando-os de comemorarem de forma mentirosa a passagem do ano.

O último dia da antiga comemoração, o dia 1º de abril, ficou marcado então como o “Dia da mentira”, isto é, da “comemoração mentirosa da passagem do ano”. Em 1582, o Papa Gregório XIII publicou a bula Inter gravissimas, que instituiu oficialmente o novo calendário em todos os países católicos. Esse fato contribuiu para que o Dia da mentira se propagasse para outras regiões além da França, tornando-se popular em todo o mundo ocidental.

Por: Cláudio Fernandes