MAIS DE 200 MIL TÍTULOS FORAM CANCELADOS NO MARANHÃO PELO STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) cancelou 216.576 títulos eleitorais no Maranhão, de eleitores que não compareceram aos cartórios eleitorais nos municípios em que houve recadastramento para identificação biométrica  ou devido a outras restrições.
Com o cancelamento, os eleitores estarão impedidos de votar nas eleições de outubro e deverão regularizar a sua situação.
Os dados do TSE mostram que 45% dos votos cancelados (1,5 milhão) são de eleitores em sete estados nordestinos, sendo 586 mil apenas na Bahia.
O Brasil tem 147 milhões de eleitores aptos a votar nas eleições de outubro. Desse total, 59% (87 milhões) já fizeram a biometria, e 40% (59 milhões), não.
O eleitor que está em dúvida se teve ou não o título cancelado deve acessar o site do TSE, clicar no campo ‘situação eleitoral’, informar o nome completo e a data de nascimento ou número do título de eleitor. Se aparecer a palavra ‘regular’, o eleitor estará apto a votar.
Com informações de UOL, Agência Brasil e BBC.

CAMPANHAS QUE USAM O NOME DE LULA JÁ SÃO INVESTIGADAS EM PELO MENOS CINCO ESTADOS

O uso irregular de material de campanha divulgando a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, anulada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), foi alvo de queixas em pelo menos cinco estados. As denúncias — feitas por eleitores, coligações adversárias ou o Ministério Público Eleitoral (MPE) — foram registradas na Bahia, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Lula foi considerado inelegível pelo TSE, por seis votos a um, na madrugada do dia 1º de setembro, e está preso desde abril deste ano em Curitiba. Ele foi condenado a 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O tribunal já decidiu que, “em qualquer meio ou peça de propaganda eleitoral,” é proibido apresentar Lula como candidato ou apoiá-lo nessa condição.

Na propaganda política de televisão, já foi proibido pela Justiça o uso da imagem de Lula como candidato para não confundir o eleitor sobre sua candidatura.

O caso mais avançado é o de Santa Catarina, denunciado pelo MPE na última segunda-feira. O órgão relatou ter recebido “inúmeras denúncias”, registradas em oito procedimentos, sobre “material de propaganda eleitoral vinculando candidaturas regionais ao ex-presidente Lula como candidato a presidente da República”, enviado inclusive como correspondência.

A Justiça Eleitoral catarinense autorizou mandados de busca e apreensão em cinco centros de distribuição dos Correios, um diretório estadual do PT e os comitês de campanha de dois candidatos. O partido recorreu ao TSE. O processo aguarda uma decisão definitiva do ministro Admar Gonzaga, que pode ser proferida a qualquer momento.

No Piauí, um vídeo denunciando a distribuição de santinhos da deputada estadual Flora Izabel (PT) tendo Lula como candidato viralizou nas redes sociais. A Procuradoria Regional Eleitoral do Piauí pediu a abertura de um inquérito pela Polícia Federal (PF) para apurar possíveis irregularidades. Em um vídeo, Flora negou ter cometido irregularidades: “Esse santinho foi confeccionado antes da impugnação da candidatura do companheiro Lula. Nele tem sua tiragem, comprovando o que estou falando”, argumentou.

As autoridades também confirmaram o recebimento de denúncias na Bahia e no Rio Grande do Sul. No estado nordestino, duas representações foram apresentadas pela coligação liderada pelo DEM, do prefeito de Salvador, ACM Neto.

Nesta segunda, O GLOBO mostrou que a PF e a Procuradoria Regional Eleitoral do Rio de Janeiro abriram inquéritos para investigar a distribuição no estado de material de campanha que sustenta a candidatura de Lula.

DEM E PSL DENUNCIAM

O nome dos candidatos não foi revelado. Esta semana, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) protocolou uma representação no TSE denunciando a distribuição de impressos com o nome de Lula no Rio e em São Paulo. Ele pediu a expedição de mandados de busca e apreensão em todos os comitês da campanha de Haddad. A Procuradoria-Geral Eleitoral se manifestou contrariamente, mas defendeu a aplicação de multa à campanha petista, que “vem demonstrando recalcitrância (teimosia) quanto ao cumprimento das decisões”.

Em nota, o comitê de Fernando Haddad se exime de responsabilidade pelos materiais distribuídos nos estados com referências ao ex-presidente Lula: “A campanha cumpre a legislação. Quando houve a substituição do candidato Lula por Fernando Haddad, a direção da campanha notificou oficialmente todos os diretórios regionais para adequar o material de divulgação. Não vamos comentar ações e investigações sobre as quais não fomos notificados”.

Fonte: O Globo

CAFÉ DA MANHÃ E CAMINHADA AGITAM PASSAGEM DE ROSEANA POR SANTA LUZIA NA MANHÃ DESTA QUINTA 27

Santa Luzia – Em mais uma grande demonstração de carinho da população, a candidata a governadora pela coligação “Maranhão Quer Mais”, Roseana Sarney, foi recebida na manhã desta quinta-feira (27), em Santa Luzia, com um super “café da manhã do 15” com lideranças e depois liderou mais um “Arrastão do 15” com a multidão e o candidato à reeleição no senado, Edison Lobão, na Rua do Comércio.

O ex-prefeito de Santa Luzia, Antônio Braide, e o ex-deputado Oséas Rodrigues; os candidatos a deputados Luana Costa e Netinho do Pindaré; o ex-prefeito de Santa Inês, Valdivino Cabral; Paruru, Vasty, Xikim e demais lideranças acolheram Roseana com entusiasmo. “Roseana merece uma recepção calorosa, empolgante como esta, porque sempre governou para os mais carentes. Será a nossa próxima governadora”, enfatizou Oséas Rodrigues.

O “Arrastão do 15” percorreu as principais ruas do comércio de Santa Luzia, e por onde passava Roseana era carinhosamente cumprimentada pelas pessoas. “Este governo só fez perseguir o povo do Maranhão, mas eleita trarei de volta a esperança, a dignidade e os programas sociais. Colocaremos o Maranhão de volta nos trilhos do desenvolvimento”, discursou Roseana, sob os gritos de “volta guerreira”.

ROBERTO ROCHA E CARAVANA DA ESPERANÇA PARTICIPAM DE CAMINHADA NO MAIOBÃO

O candidato ao governo do estado pelo PSDB-MA, Roberto Rocha e os candidatos a senador Alexandre Almeida e José Reinaldo participarão, juntamente com os outros candidatos da Coligação “União e Coragem pra Fazer um Maranhão Melhor” (PSDB, PMN, REDE, PODEMOS, DC E PHS), de uma grande caminhada nesta sexta-feira, 28, no MAIOBÃO. A caminhada, cuja concentração começa às 08h00, no posto da Avenida  07, na entrada do Paranã, vai percorrer várias ruas do Maiobão e tem previsão de reunir centenas de pessoas. Acompanha de perto o ônibus da Caravana de Esperança com a juventude do PSDB marcando presença.

COMITÊ DE SEGURANÇA DAS ELEIÇÕES JÁ ESTÁ INSTALADO NO MARANHÃO

Para garantir o bom andamento das eleições 2018 no quesito segurança de todos os envolvidos no processo, o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão instalou nesta quarta-feira, 26 de setembro, o Comitê de Segurança, que será coordenado pelos desembargadores Ricardo Duailibe e Tyrone Silva, presidente e corregedor, respectivamente. Fotos da instalação no álbum https://flic.kr/s/aHsmqJbsXe.

Compõem o Comitê, além dos dirigentes da Justiça Eleitoral maranhense, os Ministérios Públicos Federal e Estadual, as polícias Federal, Militar, Civil, Rodoviária, Corpo de Bombeiros, Exército, Associação dos Magistrados e Agência Brasileira de Investigação, que irão atuar em conjunto como centro de controle, orientação e decisão para monitorar e dar celeridade a ações que necessitem de maior atenção durante o pleito.

Para o desembargador Ricardo Duailibe, o Comitê representa a garantia de solução eficaz de ocorrências com objetivo de permitir a integridade do voto e a transparência do processo eleitoral. Já o desembargador Tyrone Silva registrou que o Comitê reúne, num só ambiente, autoridades responsáveis por assegurar a normalidade das eleições.

Um a um, os representantes de cada órgão partícipe do Comitê apresentaram resumo de suas competências e efetivos dedicados ao atendimento de demandas da eleição, a exemplo da Polícia Federal. “Iremos ter base em 12 cidades e não só nas 3 onde temos departamentos próprios”, revelou a superintendente Cassandra Parazi.

Por sua vez, o diretor-geral Flávio Costa explicou que o Comitê irá permanecer reunido no TRE desde o dia 6 de outubro, podendo também ser acionado a qualquer momento para intercâmbio de informações entre os membros.

Durante a instalação, o comandante do 24º BIS, coronel Marcus Vinicius, ratificou que, pela primeira vez, do Maranhão serão comandadas, por um general, as tropas daqui, do Pará e de Macapá, estados onde o Comando do Norte da instituição foi autorizado a enviar tropas.

Fonte: Neto Ferreira