HOMEM É PRESO EM PRESIDENTE DUTRA COM DROGA AVALIADA EM R$ 300 MIL REAIS

A Polícia Civil do Maranhão apresentou nesta segunda-feira (28) na Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (SENARC), um homem identificado como, Hallyson Charles Lima de Andrade, que foi preso em flagrante neste domingo (27), na cidade de Presidente Dutra, com 14 kg de Crack e 4 kg de pasta base de cocaína. Segundo a polícia a droga apreendida vale R$ 300 mil.

Os policiais estavam realizando um trabalhando no interior do estado e receberam uma denúncia, de que um veículo estava transportando grande quantidade de droga para a região central do Maranhão.

Os policiais então montaram barreiras nos municípios de Grajaú, Barra do Corda e Presidente Dutra, abordaram o veículo citado na denúncia e ao realizar busca minuciosa no carro, encontraram grande quantidade de droga dentro do painel, somente podendo ser acessada com a retirada da tampa do air bag do passageiro.

Além da droga, uma balança de precisão utilizada para a pesagem do entorpecente também foi encontrada. O homem foi conduzido à sede da SENARC, onde foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Após os trabalhos, o preso foi encaminhado ao Sistema Prisional onde ficará à disposição do Poder Judiciário da Comarca de Presidente Dutra.

Fonte: Neto Ferreira

ABSURDO EM SÃO MATEUS: POLICIAIS MILITARES INTRODUZEM CANO DE PISTOLA EM VAGINA DE MULHER, SAIBA PORQUÊ

Através de áudio, o comandante do 23º BPM, em São Mateus, informou que o assalto realizado a um casal em Bacabal foi extremamente violento.

Chegou ao ponto de colocar a pistola nas partes íntimas da vítima, o que resulta também numa acusação de estupro”, relatou o comandante.

Informado dos detalhes pelo comando do 15º BPM, a autoridade superior disse que não são apenas dois policiais que participaram do assalto e que eles estavam encapuzados, quando chegaram na residência das vítimas.

Eles teriam  agido de extrema violência em busca do dinheiro, torturando o casal e esfregando o cano da arma de propriedade da PM na vagina da mulher, depois de rasgar a roupa dela.

Com o revólver na cabeça do casal, eles de deslocaram até a casa do pai do homem vítima e lá chegando tentaram arrombar a residência usando uma marreta, momento em que uma viatura apareceu e consegui ainda prender o soldado Pádua, em posse de R$ 3,1 mil.

O casal confessou que eles queriam mesmo os R$ 16 mil frutos de furto na sede do Centro Distribuidor do Banca do Brasil de Bacabal quando do assalto em novembro passado.

O soldado Pádua revelou que existem ainda pessoas de posse do dinheiro que os bandidos deixaram nos arredores da sede da agência e que eles vinham extorquindo quem estava com os recursos.

A polícia agora trabalha na captura do soldado Nascimento, que participou do mesmo assalto.

Fonte: Caxias Online, com informações de Luis Cardoso

HOMEM É PRESO EM CODÓ APÓS TENTAR AGREDIR A MÃE

Uma equipe de policiais do Esquadrão Águia conseguiu efetuar a prisão de um elemento por tentar agredir sua genitora no bairro Codó Novo. A prisão aconteceu após a equipe receber uma denúncia de uma tentativa de agressão na rua Antonio Barbosa Soares, onde segundo informações, o conduzido só não agrediu sua mãe, em razão de populares que conseguiram conter o elemento  no local. O mesmo se chama: José Aldo Muniz Santos de 35 anos de idade, sua mãe é a senhora: Maria Ducarmo Muniz Santos, ambos moradores do bairro Codó Novo.

ASSCOM 17° BPM

 

NA ZONA RURAL DE CODÓ, SOGRO MATA O GENRO A PAULADAS

Um homem identificado como Reginaldo Gonçalves Lima, 33 anos, foi morto a pauladas e facadas no peito na noite deste domingo, por volta das 20h, no povoado Barra do Junco, zona rural de Codó.

Segundo as informações repassadas pela Polícia Militar, o autor do crime é um homem identificado como Francisco Rodrigues Azevedo, 41 anos, que é pai da esposa da vítima.

Testemunhas não quiseram revelar o motivo que levou o sogro a matar o genro. O assassino fugiu logo após cometer o ato e ainda não foi localizado pela Polícia Militar.

O crime será investigado pela 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Codó.

Fonte: marco Silva, com a colaboração da repórter Emanuela Carvalho, da TV Cidade.

HOMEM É PRESO POR POLICIAIS MILITARES DE CODÓ APÓS TENTAR VENDER PRODUTOS DE FURTO

Uma equipe de policiais do Esquadrão Águia conseguiu efetuar a prisão de um elemento por tentar vender produtos furtados no bairro Santo Antonio. A prisão aconteceu após denuncias de que na 7° Trav. Goiânia, um individuo estava oferecendo uma prancha de cabelo para a vítima, que reconheceu seu objeto e imediatamente entrou em contato com  a Policia.

 Chegando ao local e constatando a veracidade do fato, a equipe de policiais acabou efetuando a prisão de Marcio Andrade, que  relatou para a equipe de policiais estar apenas vendendo o produto a mando de um colega. Marcio foi apresentado na Delegacia de Policia sem lesão corporal.

ASSCOM 17° BPM

POLICIAIS RODOVIÁRIOS FEDERAIS DO MARANHÃO SÃO DENUNCIADOS POR FORMAÇÃO DE QUADRILHA E CORRUPÇÃO

O Ministério Público Federal (MPF) no Maranhão ofereceu denúncia contra organização criminosa que se especializou em fazer circular madeira ilegal pelas rodovias federais do Maranhão, com a participação direta de policiais rodoviários federais, que foram afastados de suas funções. A Justiça Federal aceitou a denúncia.

De acordo com as investigações, havia um grupo de pessoas que atuava como facilitadora do transporte de cargas de madeira clandestina no Maranhão; esses intermediários entravam em contato com os policiais rodoviários federais participantes do esquema no posto da PRF em Santa Inês/MA, para combinar a passagem de caminhões carregados sem a fiscalização, mediante o pagamento de propina.

As propinas eram entregues aos policiais rodoviários federais durante a passagem dos caminhões pelo posto da PRF em Santa Inês ou em encontros em locais próximos, como postos de gasolina e oficinas mecânicas; em troca, os PRFs integrantes do esquema permitiam a passagem da madeira sem qualquer fiscalização. Além da PRF, verificou-se que fato semelhante ocorria no Posto Fiscal Estaca Zero, envolvendo os conferentes de cargas, que permitiam também a passagem dos veículos.

A madeira ilícita circulava entre o Pará e o Maranhão, sem a documentação que garantiria a sua procedência legal ou era fraudada – o DOF, que é expedido pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

A denúncia do MPF é o resultado do trabalho conjunto desenvolvido pelo MPF, PF e Corregedoria da PRF, em decorrência da operação Via Perditionis, que foi deflagrado em novembro de 2018, com ordens judiciais de prisão preventiva dos intermediários e de afastamento dos policiais rodoviários federais envolvidos.

Agora, os envolvidos responderão pelos crimes de organização criminosa, transporte ilegal de madeira, impedir ação fiscalizadora ambiental, corrupção passiva e receptação qualificada.

EXPEDITO CARNEIRO EMITE NOTA CONDENANDO MEDIDA DO PREFEITO NAGIB

A Câmara Municipal de Codó vem informar a toda população Codoense que já adotou todas as medidas judiciais em face do ato ilegal praticado pelo Prefeito Francisco Nagib, que indevidamente deixou de repassar os recursos devidos ao Poder Legislativo, contrariando o que determina a Constituição Federal, e violando a autonomia desta Casa, que pertence ao Povo.

Acreditamos que o Poder Judiciário irá reparar esta flagrante ilegalidade o mais rápido possível, haja vista que isto vem causando graves danos ao funcionamento da Câmara Municipal, especialmente pela impossibilidade de pagamento de salários dos servidores, e dos seus fornecedores e prestadores de serviços.

Ressaltamos que o Poder Legislativo possui sua autonomia resguardada na Constituição, cuja principal função é fiscalizar os atos do Prefeito Municipal, sem existir hierarquia ou submissão.

Por fim, tomaremos as medidas necessárias para que o Prefeito Municipal responda pela prática de Crime de responsabilidade previsto na Constituição Federal, em seu Artigo 29-A.

Reafirmamos nosso compromisso perante a população do Município de Codó, que a Casa do Povo jamais aceitará qualquer abuso de poder cometido pelo Chefe do Poder Executivo Municipal.

 

EXPEDITO MARCOS CAVALCANTE

Presidente da Câmara Municipal de Codó

VILA SÃO PAULO: CHEGOU O MAIS NOVO EMPREENDIMENTO DA ARAÚJO ENGENHARIA

Chegou o mais Novo empreendimento da ARAÚJO ENGENHARIA.
💥🏘 VILA SÃO PAULO 🏘💥

📍Localizado no Bairro Mutirão
📍Próximo ao clube da ASSESP.
📍Avenida 02

✔ Casas com 2 e 3 dormitórios

Prestações à partir de R$ 395,00 Reais
✨💥Sem entrada.✨💥

Faça uma simulação no nosso escritório.
Localizado na GOMES PNEUS, Av. Santos Dumont.

Fone:
(99) 99152-0855 (WhatsApp)
(99) 99141-7706

FLÁVIO DINO SAI EM DEFESA DE JEAN WYLLYS APÓS POSTAGENS DE BOLSONARO

O governador Flávio Dino (PCdoB), usou o tuíter na manhã desta sexta-feira (25), para comentar a decisão do deputado federal eleito Jean Wyllys (PSOL), que em entrevista à Folha de São Paulo afirmou que não irá assumir seu terceiro mandato seguido em Brasília e que sairá do país por estar recendo ameaças de morte.

Se estivesse na minha esfera de decisão, em vez de “piadas” ou “comemorações”, chamaria o deputado Jean Wyllys e ofereceria as garantias possíveis. Seria o correto, em respeito a ele, aos seus eleitores e à democracia representativa assegurada pela Constituição”, tuitou Dino.

O comentário do governador vem após Jair Bolsonaro (PSL) se manifestar indiretamente nas redes sociais. “Grande dia!”, tuitou o presidente logo após a decisão de Wyllys se tornar pública. “Vá com Deus e seja feliz!”, postou dos minutos depois o filho e vereador pelo Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro (PSL).

As postagens do clã Bolsonaro foram alvos de críticas nas redes sociais, já que Wyllys disse ter tomado a decisão de não assumir o novo mandato motivado pela morte da vereadora carioca Marielle Franco e das relações não esclarecidas entre os suspeitos do assassinato com o atual Senador Flávio Bolsonaro (PSL).

Me apavora saber que o filho do presidente contratou no seu gabinete a esposa e a mãe do sicário. O presidente que sempre me difamou, que sempre me insultou de maneira aberta, que sempre utilizou de homofobia contra mim. Esse ambiente não é seguro para mim”, disse Wyllys.

ESCOLTA

O deputado psolista vive com escolta policial desde que Marielle foi assassinada a tiros na capital carioca, em março de 2018. Segundo Folha de São Paulo, o número de ameaças de morte contra o deputado eleito se intensificou.

Wyllys foi um dos primeiros deputados assumidamente homossexual a liderar a defesa por direitos LGBT na Câmara dos Deputados. Ao longo de sua atuação na política, ele foi alvo frequente de ataques e ameaças, e venceu ao menos cinco processos por calúnia e difamação.

Fonte: Luís Pablo, com informações do Imparcial