A CASA CAIU: MULHER É PRESA AO TENTAR ENTRAR EM PRESÍDIO COM MAIS DE 30 CELULARES

Policiais penitenciários prenderam em flagrante nesta sexta-feira (15) Patrícia dos Santos, de 42 anos, quando ela tentava entrar com 33 celulares na Penitenciária Regional de São Luís. Os aparelhos e seus carregadores, que possivelmente seriam entregues ao companheiro de Patrícia, Mateus Moreira, de 23 anos, estavam escondidos na cadeira de rodas usada por ela, que é Portadora de Necessidades Especiais (PNE).

Após ser submetida a procedimento de segurança interno padrão, Patrícia foi descoberta com os aparelhos e os carregadores escondidos em um compartimento improvisado na cadeira de rodas. A cadeira de rodas, ao passar pelo dispositivo eletrônico body scan, foi imediatamente detectada com algo incomum. Foi solicitado que Patrícia aguardasse na sala de espera enquanto os servidores analisassem o objeto.

“Essa tentativa de entrar com os aparelhos só foi frustrada devido ao eficiente procedimento de controle de entrada às unidades prisionais que temos”, conta o secretário de Estado de Administração Penitenciária, Murilo Andrade.

Os objetos ilícitos e Patrícia foram encaminhados à delegacia para que os procedimentos padrão fossem adotados. O interno vai responder Procedimento Disciplinar Interno (PDI) e deve ficar sem poder receber visita por até 6 meses.

Revista humanizada

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), conta com rigoroso equipamento de revista humanizada e de aparelhos detectores de metal, esteira raio x para revista de bagagens, além de câmeras que realizam, 24 horas por dia, a monitoração de toda área da Portaria Unificada (PU), a principal porta de entrada aos estabelecimentos carcerários que integram o Complexo Penitenciário São Luís.

Fonte: Neto Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *