POLÍCIA DE PRESIDENTE REALIZA GRANDE OPERAÇÃO NAS PRIMEIRAS DE HOJE E PRENDE

A 13ª Delegacia Regional de Polícia Civil (Presidente Dutra/MA) e a Delegacia de Polícia de Colinas deflagraram, nas primeiras horas desta manhã (21/11/2019), a “OPERAÇÃO VARREDURA”, para cumprimento dos mandados de prisão e de busca e apreensão domiciliar de DAVID SILVESTRE NOGUEIRA BARROS (“DAVIZINHO” ou “CORUJINHA”), CACIANO DA COSTA MEDRADO (“MAGÃO”) e LUCIANO DE SOUSA COSTA.

Os presos, que já respondem na Justiça por outros crimes, possuem envolvimento em vários roubos de motocicletas e carros que aconteceram ao longo deste ano em Colinas, além de haver fortes suspeitas de estarem formando uma célula criminosa denominada “Família 1533”, associada ao PCC.

Após cumprimento dos mandados de prisão e de busca e apreensão domiciliar, que contou com a participação de 15 policiais civis de toda a Delegacia Regional, os presos foram encaminhados à Unidade Prisional de Colinas, onde ficarão à disposição da Justiça.

Ascom: Polícia de Presidente Dutra

ESQUEMA DA PREFEITURA DE LIMA CAMPOS PODE TER DESVIADO MAIS DE 15 MILHÕES DOS COFRES PÚBLICOS

Jailson Fausto, prefeito

De quando o prefeito do município de Lima Campos, Jailson Fausto Alves, criou a Gran Medh – Distribuidora de Medicamentos e Produtos Medicos Hospitalares Ltda, em fevereiro de 2009, até os dias atuais, já se passaram quase 11 anos.

Nesse período todo, Jailson foi vice-prefeito (2009 a 2012) e eleito prefeito por duas vezes seguidos (2013 a 2016 / 2017 a 2020) atualmente segue no curso do segundo mandato. Em mais de uma década, o “político/empresário” usou laranjas para comandar a Gran Medh que manteve contratos fraudulentos na área de saúde com a prefeitura que ele próprio administra.

Blog do companheiro Domingos Costa apurou que os volumes movimentados nesse período pela empresa através de fraude em licitações praticadas por meio de direcionamento de certames – apenas em Lima Campos – pode alcançar cifras superiores a 15 milhões de reais.

São inúmeros os contratos, em um deles que o Blog  teve acesso com exclusividade, resultante do processo nº 069/2016, a finalidade é aquisição de medicamentos de uso comum e material de consumo para uso hospitalar de interesse da secretaria municipal de Saúde. O valor é de R$ 2.318.958,58 (dois milhões trezentos e dezoito mil novecentos e cinquenta e oito reais e cinquenta e oito centavos).

Esse contrato (íntegra da cópia abaixo) foi assinado no dia 08 de março de 2018 por uma sócia da empresa Fabiana Pereira Souza [que conheceremos mais adiante] e por duas secretárias municipais, Livia Daniele Coelho Sousa (Administração) e Lidiane de Sá Curvina (Saúde).

Abaixo o blog selecionou outros três contratos de valores bem mais inferiores entre a prefeitura de Lima Campos e a Gran Medh, empresa do prefeito Jailson.

1 – Confira a íntegra do contrato  de R$ 2,3 milhões (AQUI)

2 – Confira a íntegra do contrato de R$ 147 mil (AQUI)

3 – Confira a íntegra do contrato de R$ 102 mil (AQUI)

4 – Confira a íntegra do contrato de R$ 77 mil (AQUI)

  • LEIA TAMBÉM:

– Escândalo milionário na prefeitura de Lima Campos…

Fonte: Domingos Costa

SEM LICITAÇÃO, GOVERNO FLÁVIO DINO LIBERA R$ 838 MILHÕES PARA EMSERH GERENCIAR ALGUNS HOSPITAIS

Sem licitação, a Secretaria Estadual de Saúde, administrada por Carlos Lula, vai repassar mais de meio bilhão à Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH).

O contrato foi firmado no dia 4 de novembro e prevê o gerenciamento, a operacionalização e execução de ações e serviços de saúde na Hemomar e nos Hospitais de Câncer – Tarquínio Lopes Filho, de Barreirinhas, de Morros, de Itapecuru-Mirim, de Presidente Dutra, da Vila Luizão, de Presidente Vargas e no Laboratório Central – LACEN.

Segundo informações publicadas, a Emserh vai receber R$ 111.545.567,52 milhões para atuar nos hospitais Geral de Barreirinhas e de Morros.

Já para executar serviços no Hospital de Câncer do Maranhão Dr. Tarquínio Lopes Filho, a Empresa pública vai ganhar R$ 258.950.772,48 milhões.

A Secretaria de Saúde vai desembolsar R$ 190.323.111,12 milhões para a Emserh comandar o Hospital Regional Adélia Matos Fonseca – Itapecuru Mirim e Hospital Regional de Urgência e Emergência de Presidente Dutra.

O gerenciamento do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Maranhão – HEMOMAR também custará cifras milionárias. O governo deverá repassar R$ 139.215.436,56 milhões à entidade, que ficará responsável pelos serviços.

A Emserh atua também no Hospitais Geral da Vila Luizão, de Presidente Vargas e no Laboratório Central. Para isso, ela vai receber R$ 138.480.465,36 milhões.

A todo, os contratos somam R$ 838.515.353,04 milhões. A validade dos acordos não foi divulgada.

Fonte: Neto Ferreira

SAIBA QUAIS FORAM OS DEPUTADOS QUE VOTARAM A FAVOR DA REFORMA RELÂMPAGO DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA DE DINO

A Assembleia Legislativa do Maranhão aprovou, ontem quarta-feira 20, por maioria esmagadora, projeto enviado pelo governador Flávio Dino (PCdoB) à Casa que aplica a reforma da Previdência no âmbito estadual, aumentando as alíquotas de contribuição dos servidores, da patronal e dos aposentados.

Sem qualquer discussão com o Parlamento, a sociedade ou entidades representativas dos servidores públicos, a proposta foi votada de forma relâmpago, apenas 24 horas após os deputados tomarem conhecimento da mensagem governista. Com a aprovação, na íntegra, o texto segue para a sanção do próprio Dino, prevista para ocorrer ainda hoje.

De acordo com o placar da votação, foram 28 votos favoráveis e apenas 2 contrários, sendo estes últimos do líder da oposição Adriano Sarney (PV) e do deputado Zé Inácio (PT), que é governista mas manteve a coerência já que sempre criticou a reforma da Previdência do presidente Jair Bolsonaro (PSL), aprovada pelo Congresso no mês passado. Os oposicionistas Wellington do Curso (PSDB) e César Pires (PV), que também votariam contra, não puderam participar da sessão devido à agenda na Unale (União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais) que já estava agendada.

Também estiveram ausentes ou se abstiveram: Daniella Tema (DEM), Duarte Júnior (PCdoB), Edivaldo Holanda (PTC), Rigo Teles (PV), Zé Gentil (PRB) e toda a bancada do PL —formada por Detinha, Leonardo Sá, Hélio Soares e Vinícius Louro.

Por ser presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Othelino Neto (PCdoB) apenas conduziu os trabalhos. Ele vota apenas em caso de necessidade de desempate.

Abaixo, com base na lista de presentes na sessão, confira a relação dos deputados estaduais que votaram a favor a reforma relâmpago da Previdência de Flávio Dino. Embora alguns sejam de partidos ideologicamente de oposição ao comunista, na Alema, todos atuam como aliados do Palácio dos Leões.

  1. Adelmo Soares (PCdoB);
    2. Andrea Rezende (DEM);
    3. Antônio Pereira (DEM);
    4. Ariston (Avante);
    5. Arnaldo Melo (MDB);
    6. Carlinhos Florêncio (PCdoB);
    7. Ciro Neto (PP);
    8. Yglésio Moyses (PDT);
    9. Cleide Coutinho (PDT);
    10. Helena Duailibe (SD);
    11. Thaiza Hortegal (PP);
    12. Edson Araújo (PSB);
    13. Fábio Macedo (PDT);
    14. Felipe dos Pneus (PRTB);
    15. Fernando Pessoa (SD);
    16. Glalbert Cutrim (PDT);
    17. Mical Damasceno (PTB);
    18. Neto Evangelista (DEM);
    19. Pará Figueiredo (PSL);
    20. Pastor Cavalcante (PROS);
    21. Paulo Neto (DEM);
    22. Marco Aurélio (PCdoB);
    23. Rafael Leitoa (PDT);
    24. Ricardo Rios (PDT);
    25. Rildo Amaral (SD);
    26. Roberto Costa (MDB);
    27. Wendel Lages (PMN);
    28. Zito Rolim (PDT).

Fonte: Atual7

 

CADEIA NELE: HOMEM É PRESO EM COLINAS APÓS MOSTRAR AS PARTES ÍNTIMAS PARA UMA CRIANÇA DE 05 ANOS

A Polícia Civil de Colinas (integrante da 13ª Delegacia Regional de Presidente Dutra/MA) prendeu em flagrante, FRANCISCO GOMES DA SILVA, vulgo CHICÃO, após receber a informação de que ele havia acabado de exibir o seu pênis para uma criança de cinco anos e para a mãe dela na beira do Rio Itapecuru.

Ao tomar conhecimento da denúncia, a equipe da Polícia Civil de Colinas imediatamente localizou o suspeito e o conduziu para a Delegacia, onde ele foi autuado em flagrante pelo crime de importunação sexual.

Em seguida, CHICÃO foi encaminhado para a Unidade Prisional de Colinas, onde ficará à disposição da Justiça.

Com informações do  delegacia de polícia civil de Colinas.

Ascom: Polícia de Colinas

JOVEM É PRESO EM TIMBIRAS APÓS ESFAQUEAR A EX-ESPOSA E A MÃE DELA

Um jovem de 18  anos foi preso na manhã desta quarta-feira (20) após esfaquear a ex-mulher de 16 anos e a mãe dela de 38 anos na cidade de Timbiras..

Segundo informações da PM, o jovem de nome  Ricardo Lima dos Santos, o  “Bolacha”, estava se separado da menor e estava tentando voltar com a mesma. A vítima não aceitou e por conta disso ele tentou matá-la com uma arma branca. A mãe da vítima tentou defender a filha e também foi esfaqueada.

COM URGÊNCIA, ASSEMBLEIA APROVA TEXTO DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA NO MARANHÃO

 

A Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema) aprovou nesta quarta-feira (20) o Projeto de Lei Complementar (PLC) 014/2019 que promove mudanças na previdência dos servidores estaduais do Maranhão. O texto agora segue para sanção do governador do estado, Flávio Dino (PCdoB).

Com a aprovação do projeto, sobe de 11% para 14% a alíquota de contribuição previdenciária descontadas dos vencimentos. O desconto pode chegar a 22% e depende do valor dos salários que são recebidos pelos servidores. Mais de 100 mil pessoas que atuam no funcionalismo público do Maranhão devem ser atingidas pela mudança.

O texto foi aprovado na íntegra. Os deputados Adriano (PV) e Zé Inácio (PT) foram os únicos que votaram contra a proposta apresentada pelo governo do Estado. Durante a votação, três emendas propostas também foram rejeitadas pelo plenário.

O texto havia sido encaminhado para votação nessa terça-feira (19) pelo governo sob tramitação de urgência. O projeto só não foi votado no mesmo dia após o deputado César Pires, membro da Comissão de Justiça da Casa, ter pedido que a votação nesta quarta. A oposição alega que o texto foi aprovado sem qualquer discussão com o Parlamento, sociedade e entidades que representam os servidores públicos estaduais.

Fonte: Neto Ferreira