DINO RECUA APÓS FALA DE BOLSONARO E ESTUDA REABRIR COMÉRCIO NO MARANHÃO

Um dia depois de sugerir até mesmo o impeachment do presidente da República Jair Bolsonaro – por conta dos pronunciamentos em que criticou governadores e sugeriu que os brasileiros voltassem à vida normal para evitar um colapso da economia (saiba mais) -, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), parece preparar sua gestão para autorizar a reabertura de estabelecimentos comerciais no estado.

Fora farmácias e supermercados, todos os outros tipos de comércio estão proibidos de abrir as portas por decreto do comunista.

Uma nota da Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Energia (Seinc) emitida nesta quinta-feira (26), aponta que a gestão Dino vai começar a permitir que alguns voltem a funcionar.

Os pedidos de reabertura devem ser encaminhados diretamente à Seinc.

A Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) solicita que todas as entidades empresariais interessadas na abertura imediata do seu segmento de comércio, fundamentem seus pedidos por escrito e encaminhem para a Seinc. Todos os pedidos serão encaminhados para análise técnica e respondidos o mais rápido possível”, diz o comunicado.

Fonte: Gilberto Léda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *