FRANCISCO NAGIB VAI BOTAR PRA “LASCAR” COM OS VIGILANTES DAS ESCOLAS DE CODÓ

Estamos à beira do caos em Codó no que tange à prestação de alguns serviços,não bastando as últimas demissões em massa ocorridas entre março e junho, o alvo agora serão os vigilantes das escolas municipais. Não sou eu quem estou inventando “estória”, acontece que os profissionais da segurança patrimonial já foram advertidos de que nos postos onde se tem quatro vigilantes lotados, ficará apenas um e somente um, entenda como:

“Atualmente, as escolas municipais possuem nos seus quadros, quatro vigilantes que se revezam em apertadas escalas de 24 horas de serviço por 24 horas de folga, ou seja dois profissionais para cada dia no local de serviço. Está sendo divulgado para os profissionais que, em breve o número de vigilantes nas escolas será reduzido a apenas um vigilante, sendo que o horário de serviço será apenas durante a noite.

A atual escala de serviço é completamente desumana para os vigilantes, o profissional deixa de ter vida social e acaba dedicando 1/3 de seu tempo com o serviço, pois, além de ter de passar as 24h no serviço, e diga se de passagem com fiscalização intensa,  ao chegar em casa o profissional acaba tendo que descansar umas 10 horas para recuperar o sono perdido e no dia seguinte estará de serviço de novo.

ESCRAVOS

Assim podemos definir o sistema de trabalho dos vigilantes, que não recebem nem o adicional noturno, o salário dos profissionais está sendo pago sem nenhuma gratificação, que absurdo, isso é valorizar o codoense?

Como a maioria dos vigilantes são contratados, muitos preferem ficar calados e se sobrepor ao que o prefeito determina, pois qualquer mobilização reivindicatória poderá ocasionar em demissão.

Fonte: Blog do Bezerra, com mudança de título Blog do de Sá

 

8 comentários em: “FRANCISCO NAGIB VAI BOTAR PRA “LASCAR” COM OS VIGILANTES DAS ESCOLAS DE CODÓ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *