ESCOLA NEYDE MAGALHÃES REALIZA PROJETO “PAZ NA ESCOLA” ENTRE OS ALUNOS

mail.google.com

Paz na Escola

A Escola Neyde Magalhães realizou esta semana com seus alunos uma palestra com o assunto “Paz na Escola”. O projeto foi desenvolvido após um aluno da própria escola ter sofrido Bullying por parte dos colegas. Com o objetivo de acabar de uma vez por todas com essa prática dentro da escola, a diretora foi até ao Conselho Tutelar no sentido pegar algumas orientações com os conselheiros sobre como planejar algumas palestras para que os alunos pudessem entender mais sobre o assunto. A palestra contou com algumas apresentações e teve a participação de todos os professores da unidade escolar.

OS PAIS FORAM CHAMADOS.

Os pais dos alunos envolvidos na prática de Bullying foram chamados à escola e foram orientados pela direção da unidade de ensino. Os pais participaram de debates e orientações sobre como evitar a prática de desrespeito dos filhos com os outros colegas na sala de aula. Além disso, eles participaram também da palestra e saíram com boas ideias para seus filhos.

O POVO QUE SE LASQUE

Mais uma vez o Governo Flávio Dino voltou a ser destaque negativo nacionalmente. O Bom Dia Brasil, da TV Globo, nesta quinta-feira (30), apresentou mais uma mudança promovida pelo governador comunista na área da Saúde.
A reportagem destaca o descaso do Governo Flávio Dino com a população de Bernardo do Mearim e municípios adjacentes. O hospital de 20 leitos está sem funcionar desde fevereiro, pois o Estado diminuiu as verbas para o município, como acontecia no Governo Roseana, e a Prefeitura de Bernardo do Mearim, por falta de condições, resolveu fechar a unidade de Saúde.
O hospital de Bernardo do Mearim foi construído em Abril de 2013 e custou mais de R$ 3 milhões aos cofres públicos, mas agora está fechado no Governo da Mudança. Abaixo a reportagem exibida no Bom Dia Brasil.

Fonte: Gilberto Léda

MÉDICO É PRESO EM SANTA INÊS POR NÃO PAGAR PENSÃO ALIMENTÍCIA

allan

Dr. Allan Roberto

Uma equipe da polícia civil comandada pelo delegado Fábio de Santa Inês cumpriu uma ordem de prisão contra o ex-vereador e ex-presidente da Câmara Municipal de Pedreiras, Dr. Allan Roberto; a prisão aconteceu em um hospital, onde o médico realizava plantões médicos em Santa Inês.
O mandado de prisão pelo não pagamento de pensão alimentícia no valor de R$ 10.609,00 (dez mil seiscentos e nove reais) foi expedido pela Dra. Larissa Rodrigues Tupinambá, juíza de Direito da 3ª Vara da Comarca de Pedreiras.
Dr. Allan Roberto, conversas com o Blog do Carlinhos durante a operação da polícia civil, afirmou que pagou o que determinava a justiça referente a pensão alimentícia no dia 17 do corrente, ainda assim ele recebeu voz de prisão dos policiais civis e foi conduzido ao presídio de Santa Inês.
O Blog do Carlinhos Filho foi informado também que um advogado de Allan Roberto procurou a juíza Larissa Tupinambá para revogar o mandado de prisão. Portanto, infelizmente, o nosso médico Dr. Allan Roberto encontra-se detido acusado de não pagamento de pensão alimentícia.
Recentemente, em uma conversa no whatsapp com a promotora de Pedreiras, Dra. Sandra Pontes, Dr. Allan revelava que estava em dificuldades financeiras para honrar com a pensão alimentícia e temia ser preso.
De acordo com um delegado de Polícia Civil que pediu para não ser identificado, atraso de pensão alimentícia não é crime e nem infração; no entanto, resulta em prisão caso desobedeça uma ordem da justiça para o pagamento.

Fonte: Blog do Carlinhos

ATENÇÃO GOVERNADOR FLÁVIO DINO: PADRE EMPREGA PARENTES NA SEJAP, ONDE É SECRETÁRIO ADJUNTO.

Recentemente o governador Flávio Dino denunciou o padre Roberto Perez Cordova por receber mensalinho da Secretaria de Estado da Justiça e Administração Penitenciária.
Conforme o governador, o coordenador da Pastoral Carcerária no Maranhão recebia sem trabalhar desde o período de Roseana Sarney e, estranhamente, recebeu mais três já na nova gestão.
O padre desmente e garante que batia ponto e disse que foi perseguido por não concordar com a nova política dentro do complexo de Pedrinhas.
Agora, um outro padre, o frei Ribamar, que já esteve secretário-adjunto no governo de Roseana e foi convocado por Flávio para voltar ao cargo, entrou na relação dos que utilizam da influência para favorecer amigos e parentes.
Ele tem como chefe de gabinete um irmão e a sobrinha como advogada do gabinete, além de contratar outro sobrinho, João Lima, conhecido por Ferreirinha, como estagiário.
Por ser parente do frei, Ferreirinha estaria humilhando seus colegas estagiários e se intromete nos trabalhos dos advogados. Por essa razão, o coordenador do setor jurídico, Dr, Nelson, foi demitido e é esperado mais um membro da família do padre para assumir o cargo.
Como se observa, o religioso é cumpridor do ensinamento do “Mateus, primeiro os meus”.

Fonte: Luis Cardoso

POR HÔMULLO BUZAR: O “MESTRE”MANDOU

mail.google.com

Esporte na avenida maranhão

O slackline é uma modalidade esportiva que se desenvolveu nos anos 80 no Vale de Yosemite – EUA, quando os escaladores esticavam suas cordas entre desfiladeiros para se divertir e relaxar corpo e mente enquanto estudavam novos pontos de escalada.
O termo, em tradução livre significa “linha folgada”, o que se aproximaria de “corda bamba” numa adaptação linguística.
Nas terras tupiniquins o esporte virou febre no Rio de Janeiro e nas demais capitais a partir de 2010. O sucesso foi tamanho que em Aparecida de Goiânia foi criado o primeiro centro de treinamento latino-americano dedicado ao esporte.
Em Codó esta prática esportiva vem sendo desenvolvida por um grupo de jovens que exercitam o equilíbrio físico e mental em prol de qualidade de vida e diversão! Entretanto, tal prática está com os dias contados.
Isso porque, na tarde de ontem (29/07) os esportistas do Slack, que praticam na Avenida Maranhão, em frente a academia Conexão, foram “convidados” – para não dizer intimados – a encerrarem suas atividades naquela área.
Segundo o funcionário da Prefeitura encarregado do nocaute “é ordem do Prefeito, ele não quer vocês aqui!”.
Pois bem, creio que os valores em nossa cidade estão assombrosamente invertidos. Gostaria, que sua Excelência dirigisse essas palavras e as fizesse valer para a malandragem, especialmente pros traficantes, ladrões e perturbadores da ordem pública que dominaram a cidade.
Prezaria, ainda, que o gestor municipal proferisse estes infames vocábulos para o descaso com a saúde pública que martiriza diariamente os conterrâneos que peregrinam nos postos de saúde e no Hospital Geral Municipal.
Regozijaria minha alma se tal frase fosse direcionada aos corruptos e aos funcionários públicos que dilaceram a “máquina municipal” e condenam milhares de codoenses a uma miséria camuflada que faz perpetuar o voto de curral; a dependência política que conduz ondas e ondas de codoenses à câmara municipal ou às portas dos legisladores municipais em busca de remédios, alimentos e atendimento médico.
Mas, pra nossa sorte esse quadro é utópico, afinal Codó está desenvolvida, sua população apresenta um Índice de Desenvolvimento Humano magnifico, não temos marginalidade, a saúde é referência, os cidadãos circulam livres pelas vias públicas a qualquer hora e dia, a segurança pública é exemplar… então, na falta do que fazer vamos desestimular a prática esportiva!
Qual seria a justificativa? Os atletas estão destruindo a grama? Danificando o patrimônio público? Fomentando reunião nociva à ordem pública? O local não é adequado para praticar Slack?
Inexistem razões plausíveis para o tolhimento à dignidade e liberdade destes esportistas.
Penso que esses jovens e todos os esportistas codoenses devem ser incentivados, custeados pela Municipalidade.Pois,esse estímulo se revela fundamental nos primórdios da prática esportiva, quando os recursos são limitados, a dedicação, o esforço e o anonimato são os companheiros indeléveis. Reconhecimento após o triunfo só refrigera a alma!
O insigne gestor municipal deveria, por meios próprios ou através de suas secretarias, fornecer estrutura e apontar soluções às intempéries da municipalidade. Esbanjar uma ordem grotesca para um grupo de jovens que somam à sociedade e mostram aos demais que o ócio – que faz recrutar crianças e adolescentes ao crime – pode ser superado com uma atividade saudável não demonstra sabedoria ou sensatez.
Infelizmente não posso convidar o caro leitor para acompanhar o treino de hoje, já que os atletas estão PROIBIDOS. Mas posso convidá-los a passar, a qualquer hora, pela Rua Piauí (principalmente na esquina com a Distrito Federal) para verem crianças, adolescentes e jovens na prática do crime, em espécie, tráfico e roubo.
Por mais slack, por mais esporte, por de mais vida.

Codó, 30 de julho de 2015.

Hômullo Buzar.
Advogado.

PREFEITO E VICE DE AMAPÁ DO MARANHÃO SÃO CASSADOS SOB ACUSAÇÃO DE CORRUPÇÃO ELEITORAL

00010

Cassados

A Justiça Eleitoral cassou os mandatos do prefeito e vice-prefeita do município de Amapá do Maranhão, localizado na região do gurupi, a 505 km de São Luís. A decisão é do juiz da 64º Zona Eleitoral, Luiz Carlos Licar Pereira e resultante de uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) da Coligação “Com a força do povo e a benção de Deus, agora é a nossa vez”.
Segundo a sentença do último dia(23), divulgada nesta quinta(30) no diário da Justiça Eletrônico, Juvencharles Lemos Alves(PRB) e Ivanete Coelho Reis(PCdoB) são acusados de captação ilegal de sufrágio e o abuso de poder econômico. A justiça determinou a inelegibilidade dos réus por oito anos, condenado-os, ainda, ao pagamento de multa, conforme determina o art. 41-A, da Lei nº 9.50/97.
O juiz sustenta na decisão que os representados teriam doado material de construção a eleição em troca de seus votos; teriam confeccionado inúmeras carteiras de trabalho, idealizadas e distribuídas e teriam entregado inúmeras portarias falsas durante a campanha eleitoral de 2012.
Apesar da cassação, o prefeito (Charles Lemos) e vice (Nete) ficam respectivamente nos cargos até que o Tribunal Regional Eleitoral confirme a decisão em primeiro grau.
Ainda de acordo do o magistrado, os investigados uniram-se com desígnios e vontade deliberada de fraudar a lei, praticando acintosamente a captação ilegal de sufrágio e o abuso de poder econômico, visando conspurcar a vontade do eleitorado.
“Conclui-se, Portanto, que os autos praticados pelos investigados comprometeram a lisura das eleições, razão pela qual julgo procedente a ação de investigação judicial eleitoral e determino a cassação dos diplomas eleitorais dos representados cominado-lhes sanção de inelegibilidade para as eleições a se realizarem nos 08 (oito) anos subsequentes à eleição de 2012“, decidiu o juiz Luiz Carlos.
Na sua defesa, os acusados argumentaram preliminarmente a intempestividade da representação e a ausência de documentos obrigatórios e no mérito, a inexistência de veracidade na acusação, que não demonstrou indícios do pedido de voto.

Fonte: Domingos Costa

ENCONTRO DISCUTE MAIS SEGURANÇA PARA O MERCADO CENTRAL DE CAXIAS

mail.google.com

Reunião de trabalho

A Guarda Municipal de Caxias, representada pelo comandante sargento Moisés Holanda, reuniu-se na sede da Associação dos Trabalhadores do Mercado Central (ATMC), nessa quarta-feira (29), com a finalidade de traçar metas para aumentar a sensação de segurança nas partes interna e externa do Mercado Central de Caxias.

Estiveram presentes na reunião o comandante da Polícia Militar, tenente coronel Ruy Fernandes, o diretor do Departamento Municipal de Trânsito, tenente José R. Macêdo, o representante da Secretaria de Urbanismo, o administrador do Mercado Central, Carlos Augusto Castro, o presidente da ATMC, Frank Sinatra, e outros colaboradores,

Ficou definido que a Guarda Municipal e a Polícia Militar se revezarão ou atuarão em parceria para assegurar maior tranquilidade às pessoas que frequentam o mercado, prevenindo e coibindo práticas delituosas, principalmente na parte interna do mercado. Enquanto que a Secretaria de Urbanismo, juntamente com o Departamento Municipal de Trânsito e a administração do local disciplinarão a ocupação da parte externa, visando assegurar a fluidez do tráfego, privilegiando o aspecto de ordenamento e urbanístico.

O Mercado Central conta ainda com câmeras de circuito interno que auxiliam na vigilância diária, assim como ajudam a registrar e identificar todo e qualquer tipo de ilicitude ao alcance dos seus equipamentos. O que tem sido de grande valia na solução de crimes, como roubo, furtos e outros.

Para o sargento Moisés, “a união de esforços para combater as irregularidades em toda a área do mercado público central, bem como para inibir ou rechaçar qualquer tipo de crime em seu perímetro, terá impacto positivo na melhoria do atendimento à comunidade, na medida em que traz maior segurança e comodidade a todos”.

REPRESENTANTES DO GOVERNO DO ESTADO EM CODÓ VÃO A SÃO LUIS E OUVEM DE JEFERSON PORTELA QUE CODÓ GANHARÁ MAIS POLICIAIS

IMG-20150728-WA0022

Reunião de trabalho

Na manhã da última terça-feira (28) uma comissão de codoenses, composta pelos vereadores Pedro Belo (PC do B),Carrim Construções, Yuri Corrêa da Superintendência de Articulação Política na região, o Gestor Regional de Saúde, Ribamar Oliveira e o empresário e presidente da CDL de Codó, João dos plásticos, esteve em São Luís no gabinete do Secretário de Segurança Pública do Estado. A reunião foi para tratar sobre melhoriasna segurança pública do município de Codó. O secretário Jeferson Portela se colocou a disposição para qualquer medida que venha melhorar a situação da segurança no município.

MAIS 35 POLICIAIS MILITARES PARA CODÓ.

De acordo com o Secretário de Segurança Pública, Jeferson Portela, écerta a vinda de mais 35 policiais militares para o município. A data sobre a vinda dos policiais não foi dita pelo secretário, mas o mesmo afirmou a equipe de representantes do governo do estado em Codó que, a vinda desses policiais será em breve.

MELHORIAS PARA A DELEGACIA DA MULHER

Ainda de acordo com o secretário Jeferson Portela, a Delegacia da Mulher de Codó ganhará uma estrutura independente. A mudança já está sendo tratada pela Secretaria de Segurança Pública. Outras medidas anunciadas e garantidas foram: a implantação de um Instituto Médico Legal (IML) na cidade; melhorias em toda a 4° Delegacia Regional de Codó, com nova aparelhagem, equipamentos e material humano, e o Patrulhamento Rural, para oferecer mais segurança ao homem do campo. Também foi discutida a vinda de mais investigadores, que possam trabalhar para solucionar os crimes que acontecem na cidade.
De acordo com o vereador Pedro Belo, o encontro foi muito positivo e terá como resultado muitas melhorias para a segurança de todos os codoenses. “Nossa cidade precisa de mais estrutura e mais profissionais para atuarem nas forças de segurança. E o Governo do Estado não está medindo esforços para munir Codó, bem como outros municípios com as conduções adequadas para cuidar de seus cidadãos”, disse o parlamentar. O Vereador ainda informou que ficou agendada uma audiência pública com o secretário Jeferson Portela no próximo dia 03 de setembro na Câmara Municipal de Codó.

Assessoria de Imprensa