NETO EVANGELISTA É OFICIALIZADO COMO PRÉ-CANDIDATO A PREFEITO DE SÃO LUÍS PELO DEMOCRATAS

O Democratas oficializou o deputado estadual Neto Evangelista como pré-candidato a prefeito de São Luís para as eleições de 2020. O ato aconteceu nesta sexta-feira 26, durante a convenção estadual da legenda.

Apesar do PCdoB e do PDT terem outros nomes para a disputa, participaram do evento o governador Flávio Dino e o senador Weverton Rocha. Também a senadora Eliziane Gama (Cidadania) e o presidente nacional do DEM, o prefeito de Salvador, ACM Neto.

“Eu não sigo nem com a nova política ou com a velha. Eu sigo com a boa política. Queremos discutir São Luís com o Democratas. E, nesta convenção, eu conclamo todos os democratas de São Luís para se unir conosco e vamos discutir São Luís. Tenho certeza que o DEM vai dar uma grande contribuição para a nossa capital e para todo o Maranhão”, declarou Neto Evangelista.

Recentemente, ele foi eleito presidente da Executiva Municipal do DEM em São Luís.

Fonte: Atual7

ATENÇÃO CONTRIBUINTE: SAIBA COMO VAI FUNCIONAR A CEMAR NO FERIADO DO TRABALHADOR

Durante o feriado desta quarta-feira (01), Dia do Trabalho, as agências de atendimento presenciais e os postos de coletas seletiva do Ecocemar não funcionarão em todo o Estado, retornando as atividades normais no dia seguinte, quinta-feira (02). A Central de Atendimento da Cemar estará funcionando normalmente pelo número 116, com ligação gratuita.

Por isso, aproveite o feriado para fazer coleta seletiva e guarde seus resíduos para gerar desconto na fatura de energia pelo projeto Ecocemar.

Todos os canais de atendimento foram pensados em facilitar a vida dos consumidores de energia elétrica para que tenham mais comodidade e satisfação quando precisarem dos serviços da Cemar. Nesse feriado, quem precisar de atendimento, além da Central de Atendimento 116, pode buscar atendimento também pelo Chat de atendimento, no site www.cemar116.com.br.

 Assessoria de Imprensa Cemar

PREFEITO DE LAGO DO JUNCO É CONDENADO À PERDA DO CARGO POR OMITIR R$ 4,8 MILHÕES EM GASTOS

O juiz Marcelo Farias, da 1ª Vara de Lago da Pedra, condenou o prefeito de Lago do Junco, Osmar Fonseca dos Santos, pela prática de atos previstos na Lei de Improbidade Administrativa (nº 8.429/92), no julgamento de Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público Estadual. Da sentença do juiz cabe apelação ao Tribunal de Justiça do Maranhão.

O prefeito foi penalizado com a perda do cargo; suspensão dos direitos políticos por cinco anos; pagamento de multa civil de 100 vezes o valor da sua remuneração e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, por três anos.

O gestor foi acusado pelo Ministério Público Estadual (MPE) de deixar de atender, “de forma deliberada”, diversos pedidos de informações em 11 processos administrativos que apuraram supostas irregularidades na aplicação de verbas públicas, o que representa “omissão ao dever legal de prestar informações e afronta aos princípios da publicidade e moralidade associados à gestão pública”.

No decorrer do inquérito civil, o MPE requisitou as informações ao gestor em janeiro e fevereiro de 2017, entrou com a ação em março do mesmo ano e ele foi citado pessoalmente no mês seguinte. Mas somente depois da audiência de instrução, em 28.11.2017, após nova requisição, é que juntou aos autos os extratos bancários.

A pedido do MPE, foi determinada uma perícia sobre movimentações financeiras, pelo Laboratório de Tecnologia contra Lavagem de Dinheiro da Polícia Civil do Estado do Maranhão, e requisitados dados bancários do período de 1º.01 a 31.12.2016 ao Banco Central. O laudo pericial apontou operações bancárias suspeitas que totalizam R$ 4.814.487,16 na movimentação financeira do Município de Lago do Junco, no exercício de 2016.

Nas contas do FUNDEB foram feitas transferências de R$ 2.669.700,00 para outra conta do Município de Lago do Junco, valor que corresponde a 21,74 % de toda a verba do fundo recebida no ano. De acordo com a sentença, tais transferências ocorreram em desrespeito ao artigo 2º, § 1º do Decreto nº 7.507/2011, que dispõe sobre a movimentação de recursos federais transferidos a Estados, Distrito Federal e Municípios.

Do Fundo Municipal de Saúde foram realizadas transferências no total de R$ 884.536,51 para outras contas de Lago do Junco. Já do Fundo Municipal de Assistência Social as transferências foram no valor de R$ 132.120,55 para outras contas do município.

A empresa “W L Empreendimentos e Locações” teria recebido R$ 1.078.486,35 durante o ano de 2016, da conta do FUNDEB do Município de Lago do Junco, sem contrato correspondente, em ano eleitoral. As empresas “M. F. Sales Macedo – ME” e “M. A. S. de Sousa” teriam recebido, do Fundo de Assistência Social do Município, o valor de R$ 49.643,75.

GAECO FAZ BUSCAS E MIRA EX-PREFEITO E EMPRESA ACUSADOS DE FRAUDE DE R$ 1,4 MILHÃO

Ex-prefeito de Itapecuru Mirim

O Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado e a Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor) realizaram na manhã desta segunda-feira, 29, uma operação conjunta para cumprir doze mandados de busca e apreensão. Foram apreendidos documentos, computadores, telefones celulares.

A ação aconteceu simultaneamente nas cidades de Itapecuru-Mirim, Matões do Norte, Pirapemas, Bacabal e São Luís. Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Criminal do Termo Judiciário de São Luís da Comarca da Ilha, em atendimento ao pedido do Ministério Público.

O Procedimento Investigatório Criminal apurou que o Município de Itapecuru-Mirim realizou procedimentos licitatórios irregulares para a contratação de serviços de montagem e desmontagem de estrutura, iluminação de palco, gerador e contratação de bandas musicais para as festividades do Carnaval do ano de 2016. A licitação teria sido feita para beneficiar a empresa Jaime R. da Costa – ME. As ilegalidades foram cometidas na gestão do ex-prefeito Magno Rogério Siqueira Amorim.

As investigações apuraram que o Pregão Presencial nº 021/2016, realizado pelo município de Itapecuru-Mirim foi conduzido em desacordo com o que regem o Decreto Federal nº 3.555/00, a Lei Federal nº 10.520/2002 e a Lei Federal nº 8.666/93.

Foram identificadas a inexistência de comprovantes de publicação do aviso de licitação, do comprovante de publicação do resultado do pregão e dos comprovantes de publicação do extrato do contrato, evidenciando o direcionamento do processo licitatório para que a empresa fosse vencedora.

Foi constatado, ainda, que os serviços foram executados pela empresa M. Peixoto de Alencar, embora a empresa a empresa Jaime R. da Costa tenha sido contratada pelo Município. O ex-gestor contratou diretamente a empresa M. Peixoto de Alencar pelo valor de R$ 60 mil. Mas o valor do contrato licitado era de R$ 1.408.300,00.

Fonte: Neto Ferreira

ELEIÇÕES 2020: DR. JOSÉ FRANCISCO PODERÁ SURPREENDER “os grandões” DA POLÍTICA EM 2020

O médico codoense, José Francisco Lima Neres, atualmente no PT, poderá surpreender “OS GRANDÕES” da política na cidade de Codó. Leve, um nome de bom de trabalhar, com serviços prestados e com um passado limpo, Dr. José Francisco está comendo pelas beiradas como fogo de monturo e já é o nome mais comentado nas rodas de conversa da cidade; não somente pelos líderes políticos, mas também pelo cidadão comum que passou a frisar que ele, o médico José Francisco, poderá surpreender até mesmo aqueles que se acham bem maiores na política.

PESQUISAS

O BLOG DO DE SÁ tomou conhecimento que o médico já até contratou uma pesquisa para consumo interno, e após receber o resultado ficou surpreso com a aceitação. Outros nomes da política na cidade já começam a querer “NAMORAR” com Dr. José Francisco no sentido de fazerem alianças, afinal, eleição se ganha com grupo, dinheiro e votos.

APÓS FURTAREM LOJA NO CENTRO DE CODÓ, DUAS MULHERES E UM HOMEM SÃO PRESOS

O Serviço de Inteligência do 17° BPM na manhã do dia 26/04/2019 após receber uns vídeos em que uma mulher acompanhada de uma criança e um homem estavam furtando em uma loja no centro da cidade. Ao observar o vídeo, a polícia chegou até a acusada : Regina Meire dos Santos Sousa e o indivíduo: Evandro Barbosa e também chegaram até: Cinthya Barbosa, todos moradores da Rua: Mariana Saads N° 1280 Bairro: Codó Novo. Com eles, foram encontrados: várias peças de roupas e sandálias. Os mesmos foram apresentados a 4° Delegacia Regional de Codó.

                                                                  Assista ao vídeo abaixo:

DELEGACIA REGIONAL DE CODÓ E ITAPECURU MIRIM RECUPERAM CAMINHÃO BOIADEIRO ROUBADO

A Delegacia de Itapecuru Mirim juntamente com a Delegacia Regional de Codo, localizou e apreendeu o caminhão boiadeiro, de cor vermelha, placa MWJ 2289, que foi subtraído em assalto, com gado na carroceria, nesta última sexta feira, em Vargem Grande, e abandonado próximo a Cidade de Codó. Uma assossiação criminosa composta, aparentemente, por 6 indivíduos, deixaram as vítimas(um casal), amarradas no meio do mato, que só conseguiram chegar na DP de Vargem Grande pela manhã. As investigações estão sendo feitas pelas duas Regionais. Providências quanto a devolução do caminhão às vítimas estão sendo tomadas.