DECISÕES JUDICIAIS AMEAÇAM QUALIDADE DO CURSO DE MEDICINA EM CAXIAS

Inúmeras ações ordinárias e mandados de segurança com pedido de liminar têm sido impetrados na comarca de Caxias desde 2016 por alunos de cursos de medicina de faculdades privadas e de universidades estrangeiras que alegam problemas de saúde para obter transferência para o curso de Medicina da Universidade Estadual do Maranhão em Caxias. Com base nesses argumentos, a Justiça tem concedido liminares determinando que a Uema matricule essas pessoas.

Essa argumentação é totalmente ilegal, já que existe uma lei federal que trata do assunto e determina que somente funcionários públicos federais e estaduais, caso sejam transferidos a bem do serviço público, tanto eles quanto seus dependentes, têm direito a vaga em uma universidade congênere à que eles já estudam”, ressalta César Pires.

Segundo relatos de professores e líderes estudantis da Uema em Caxias, há casos de alunos de universidades estrangeiras (Bolívia, Uruguai, Paraguai, Argentina) que também buscam a Justiça para burlar a lei e conseguir transferência para o curso de Medicina.

Indira Odete Amorim, presidente do Centro Acadêmico de Medicina da Uema, afirma que essas transferências de alunos por decisão judicial vêm sobrecarregando o curso de Medicina em todos os aspectos, tanto estrutural quanto em recursos humanos, e prejudicando a qualidade do ensino. “As turmas normais têm 35 alunos e estão superlotadas com as mais de 20 pessoas que já ingressaram por decisão judicial, as aulas práticas em laboratório e os estágios, por exemplo, ficam inviabilizados”, enfatiza o deputado.

César Pires concluiu alertando que essa questão precisa ser urgentemente revista, sob pena de afetar seriamente a qualidade do ensino e a formação acadêmica dos alunos do curso de Medicina da Uema em Caxias. “É preciso garantir o devido processo de seleção dos alunos, assegurando acesso à universidade àqueles que comprovarem conhecimento para obter vaga em um curso que tem a enorme responsabilidade de formar profissionais que vão cuidar da saúde das pessoas”, finalizou.

BARBÁRIE: HOMEM É PRESO ACUSADO DE AMARRAR E MATAR A EX-ESPOSA EM SÃO LUÍS

Um homem identificado como Guilherme Carvalho Borges foi preso, na terça-feira (27), acusado de amarrar e assinar a ex-esposa Maria Alzimar Ribeiro da Silva, em São Luís.

O corpo de Maria foi encontrado despido, amordaçado e com os braços amarrados às margens da linha férrea em Pedrinhas, no dia 19 de agosto deste ano. A polícia chegou até Guilherme após ouvir várias testemunhas, além de analisar imagens de videomonitoramento.

Segundo a polícia, Guilherme é ex-marido de Maria e teria cometido o crime por ciúmes. Ele foi preso após um mandado de prisão preventiva e foi encaminhado para o Centro de Triagem de Pedrinhas.

“Ele olhou ela com o namorado. Ela estava saindo de uma loja de conveniência e, na hora que olhou ele [Guilherme] de longe, pediu para o namorado correr. Tem a filmagem de tudo. O namorado correu. Ela tentou se esconder, mas ele consegue abordar ela, eles discutem, e depois saem junto em direção ao local onde o corpo foi encontrado”, contou a delegada Viviane Fontenelle.

Fonte: Neto Ferreira

APÓS ESPERAR MESES POR UMA CIRURGIA, PACIENTE QUE CASOU EM HOSPITAL DE COROATÁ MORRE EM SÃO LUÍS

Faleceu ontem terça-feira (27),  no Hospital Carlos Macieira em São Luís, Maria Solange, aquela, que em fevereiro deste ano, foi atingida por um galho de árvore quando salvou da morte a filha que é deficiente na cidade de Barra do Corda.

Solange, peregrinou por sete meses em três hospitais do governo do estado em busca de uma cirurgia na coluna, pois, havia ficado paraplégica devido o local onde o galho de árvore lhe atingiu.

No Socorrão de Presidente Dutra, Maria Solange passou dois meses sofrendo, e sua cirurgia não foi realizada devido à falta de material.

De lá, enviaram Maria Solange para o hospital do governo em Coroatá, onde lá  teve seu casamento realizado com seu amado Enoc Freitas, pois era um sonho seu. Também devido à falta de material, Maria Solange não teve sua cirurgia realizada.

De Coroatá, Solange, foi transferida para o hospital do governo do estado Carlos Macieira em São Luís, onde se encontrava por lá há mais de dois meses. O sofrimento só aumentava, e sua cirurgia não foi realizada e nesta manhã de terça-feira Maria Solange não resistiu e faleceu.

Foi mais uma maranhense que não ter recebeu os cuidados necessários do governo do Maranhão.

Fonte: Minuto Barra

CADEIA NELE: VIGIA DE ESCOLA EM PRESIDENTE DUTRA É PRESO ACUSADO DE ESTUPRO DE VULNERÁVEL

Um homem que trabalhava como vigia na Escola Sagrada Família em presidente Dutra-Ma foi preso na manhã de ontem (27) por estupro de vulnerável. Ele está sendo acusado de violentar uma menina de apenas 11 anos, estudante de escola pública municipal.

Com ele foram encontrados um revólver, munição, vibrador, três caixas de camisinhas, chave de moto, cartão de crédito e várias identidades. Antonio Alves Farias, 66 anos, teria estuprado uma garota de 11 anos  no bairro de Fátima em Presidente Dutra, quando a garota saiu de sua casa para ir ao mercado comprar ingredientes para o almoço. Ainda de acordo com informações da Policia Civil, o estuprador arrastou e forçou a jovem que entrasse dentro de sua residência, onde amarrou mãos e pés da jovem e abusou sexualmente da adolescente e mantendo presa por cerca de 5 horas.

Com Informações, Malagueta Notícias

PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA ESTÁ DE OLHO NA PREFEITA DE GOV. EUGÊNIO BARROS

A PGJ (Procuradoria-Geral de Justiça) do Maranhão instaurou um procedimento investigatório criminal para apurar possíveis irregularidades em licitações na gestão Daluz Figueiredo, em Governador Eugênio Barros.

De acordo com a portaria que abriu a investigação, as suspeitas incidem em certames celebrados sob inexibilidade de licitação. O documento não informa, porém, quais e nem quantas licitações estão na mira do Ministério Público.

Iniciado no último dia 13, o levantamento criminal é resultado da conversão de uma notícia de fato de 23 de maio do ano passado.

A responsável por coordenar os trabalhos na investigação é a promotora Geraulides Mendonça Castro, da Assessoria Especial da PGJ, setor responsável por apurar atos ilícitos praticados por agentes políticos detentores de foro por prerrogativa de função.

O prazo para a conclusão do procedimento investigatório é de 90 dias.

Fonte: Atual7

 

BARRA DO CORDA: TJ/MA SUSPENDE JULGAMENTO DE PEDIDO DE SOLTURA PARA JÚNIOR DO NENZIN

A Primeira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão, adiou na segunda-feira (26), o pedido de Hábeas Corpus para soltar Manoel Mariano de Sousa Filho(o Junior do Nenzin), acusado de executar o próprio pai na cidade de Barra do Corda.

Segundo o advogado Jeazy Nogueira, os Desembargadores adiaram alegando, que existe um pedido de desaforamento em pauta a pedido do Ministério Público, e precisaria de uma análise conjunta do caso.

 

Fonte: Minuto Barra

 

OPERAÇÃO “CORTA FOGO” COMEÇA NESTA SEXTA-FEIRA (30), EM CAXIAS

Um incêndio criminoso foi monitorado pelos profissionais da Defesa Civil de Caxias na segunda-feira (26), provocado na Área de Preservação Ambiental do Inhamum. É para evitar situações assim que será lançada na sexta-feira (30), no posto da Polícia Rodoviária Federal, a Operação Corta Fogo, que tem por objetivo reforçar a conscientização da população sobre a importância de não provocar a queima descontrolada e evitar atitudes que colaborem para a ocorrência de incêndios.

Em todo o estado, 38 notificações já foram realizadas. Embora o Maranhão registre um número menor de focos ativos, 2.320 contra 2.833 no ano passado, a situação é preocupante porque provoca a destruição da biodiversidade. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Espaciais (INPE), 70% dos focos de queimadas que temos hoje no Brasil estão na Amazônia.

Segundo o coordenador da Defesa Civil Municipal, Capitão Malheiros, “é um trabalho que fazemos desde o início da gestão para proteger as áreas de reserva ambiental e a cidade em geral. A campanha é para combater e minimizar os danos. Como é uma área em que não há confecção de aceiro para roças e similares, observa-se que é um fogo provocado, criminoso, e é punido pela lei federal e por leis municipais”.

O trabalho deve durar até o mês de novembro em toda a zona rural de Caxias, nos três distritos, onde serão feitas palestras em escolas e associações de moradores e agricultores. Na zona urbana, haverá blitze e distribuição de sacolas de lixo para veículos. A operação é desenvolvida em parceria com a Secretaria de Agricultura e Pesca do Município e o Corpo de Bombeiros.

Se recebermos denúncias de queima sendo feita fora do padrão, principalmente na zona urbana, que é proibido, acionaremos os órgãos competentes. Na zona rural tem que ter horário e critérios para poder fazer. A gente orienta a população a não atear fogo nesses meses de setembro, outubro e novembro, que são de muito calor e muito vento”, informa o coordenador.

Fazer queimada desordenada é crime. Denúncias podem ser feitas no telefone 193 do Corpo de Bombeiros ou ainda (99) 3421-8513 e (99) 3521-0578, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Defesa Civil.

Fonte: Noca

NOVA TARIFA DE ENERGIA COMEÇA A VALER A PARTIR DE HOJE QUARTA-FEIRA (28)

A Aneel anunciou semana passada a redução da tarifa de energia elétrica para os consumidores maranhenses. Os novos valores de tarifa já começam a valer a partir desta quarta-feira (28) e o consumidor sentirá o impacto positivo em sua conta de energia no faturamento das contas posteriores ao dia 28 de agosto.

O efeito médio para os consumidores é de -3,82% e, mesmo com a redução na tarifa, a Cemar orienta que os consumidores continuem a utilizar a energia elétrica de maneira consciente e evitando desperdícios.