QUE VERGONHA: CARRETA CARREGADA DE BOIS VIRA NO KM 17 EM CODÓ E POPULARES ABATEM OS ANIMAIS

img-20170110-wa0117

Foto Concita Brandão

Cenas de desespero, para saber quem pega o primeiro pedaço. Foi isso que aconteceu hoje (10), na BR – 316, no KM – 17, em Codó. Uma carreta que transportava carga viva (boi) tombou, e em menos de 5 minutos muita gente apareceu, de vários lugares, para abater, provavelmente, os animais que estavam agonizando. O local pareceria um formigueiro. Até um carro foi registrado no local, para fazer o transporte do animal abatido.

O local virou um matadouro a céu aberto. O acidente aconteceu por volta das 14:30h, não tivemos informações sobre o estado do motorista da carreta, que pelo visto, poucos tiveram essa preocupação.

Carne, de graça, às vezes sai mais cara!

img-20170110-wa0116

Foto Concita Brandão

Fonte: Sandro Vagner

12 comentários em: “QUE VERGONHA: CARRETA CARREGADA DE BOIS VIRA NO KM 17 EM CODÓ E POPULARES ABATEM OS ANIMAIS

  1. Meu caro jornalista o que se viu ali foi roubo descarado, elementos de escopeta em punho correndo atrás de gado atirando, no meio do povo, a questão do seguro é mentira, pois hoje mandei dois vaqueiros colaboradores nosso para ajudar junto com o filho do dono do gado, a juntar os que estão espalhados no mato, e que os ladrões saqueadores não conseguiram roubar.

  2. Bom segundo informações colhidas por pessoas que se encontravam no local, havia um seguro que cobriria tal acidente e foram autorizados pelo motorista que por incrível que pareça se encontrava também no local. Você está eqyivocado, procure ter mais responsabilidade ao exercer o direito a informação que a Constituição lhe garante sem violar a dignidade humana das pessoa, pondere suas ppalavaras…

  3. Bom segundo informações colhidas por pessoas no local que se encontravam no local, havia um seguro que cobriria tal acidente e foram autorizados pelo motorista que se encontrava sim no local. Você está eqyivocado, procure ter mais responsabilidade ao exercer o direito a informação que a Constituição lhe garante sem violar a dignidade humana das pessoa, pondere suas ppalavaras…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *