SECRETÁRIO DE FLÁVIO DINO MENTIU E ENGANOU MORADORES EM CAPINZAL DO NORTE

Exatamente no dia 07 de abril de 2017, o secretário de saúde do estado do Maranhão, Carlos Lula, esteve visitando a cidade de Capinzal do Norte; no sentido de verificar a obra parada do hospital do estado. O hospital fica localizado no residencial Miranda,e era pra estar funcionando há muito tempo, mas por conta da morosidade do governo do estado, a obra não teve continuidade; mesmo sendo um compromisso firmado junto ao prefeito André Portela.

O SECRETÁRIO CARLOS LULA MENTIU.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, em entrevista a imprensa local na época da visita há exatos DOIS ANOS E MEIO, disse que a obra retomaria em no máximo 15 dias, e até hoje o povo capinzalense aguarda ansiosamente: “A gente espera em 15 dias poder retomar a obra  e agora com todo vapor. A obra aqui do hospital de Capinzal, a gente tem um projeto especial pra ela e a nossa pretensão é inaugurá-la ainda este ano, ainda em 2017. Infelizmente ela tá paralisada, a gente esperava encontrar aqui uma obra um pouco mais adiantada, mas a gente vai ter ainda o ano de 2017 como um marco pra gente puder entregar a Capinzal e toda região.” Disse Carlos Lula sobre a continuidade da obra.

O SONHO VIROU PESADELO

O sonho de ver o hospital funcionando virou apenas pesadelo na vida de quem mora em Capinzal do Norte, o governo do estado nunca mais mandou sequer um representante na cidade, e muito menos o  prefeito do município fez algo indo ao governo do estado para que a reforma fosse concluída. Recentemente em visita ao município de Capinzal do Norte, a equipe do BLOG DO DE SÁ flagrou com imagens aéreas captadas por um  drone, a situação atual do hospital. Por lá a mesmice continua, e o governo Flávio Dino passou por lá apenas para mentir e enganar quem ainda acreditava na continuidade da obra. SIMPLES ASSIM!

                                        ASSISTA AO VÍDEO ABAIXO DO DIA DA VISITA. 

DCIM100MEDIADJI_0135.JPG

DCIM100MEDIADJI_0133.JPG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *