SEU ZEZINHO, 107 ANOS DE JOVIALIDADE

Sempre ao lado da família, ensinando grandes lições aos filhos, netos , bisnetos e   tataranetos, assim é a vida de José Antonio de Lima, carinhosamente conhecido como seu Zezinho. O cearense de coração maranhense completou dia  10 de Março, 107 anos. Com essa idade é o homem mais velho a viver na cidade de Pedreiras, Maranhão.

Com a proximidade da data,  familiares e amigos organizam as comemorações, já que o aniversariante faz questão de festejar o dia do seu nascimento hoje, 16 de março de 2019.

Afinal, chegar aos 107 anos com lucidez, saúde e cercado de carinho é para poucos. Seu Zezinho nasceu na cidade de Missão Velha, Ceará, em março de 1912. Filho de José Antonio de Lima e Maria Gomes de Lima.

Ao longo da vida e ao lado da companheira Adalgisa Bento de Lima (falecida em 2001) teve seis filhos: Expedito Evaldo, Maria Eunice, José Edinaldo, Edivaldo Bento,  Antonio Gomes e Valdirene, que faleceu com seis meses de vida. Seu Zezinho também tem 19 netos, 11 bisnetos e uma tataraneta.

Das muitas histórias que ouvimos o centenário contar, a que mais se orgulha e tem satisfação em repetir quantas vezes lhe perguntam é sobre a sua trajetória de vida. Ele ressalta  que deixou o Ceará em busca de melhores condições para a família, passando por estados como a Paraíba e São Paulo, chegando ao Maranhão em novembro de 1956, onde trabalhou de agricultor no Porto da Madeira, bairro Transwall, atualmente município de Trizidela do Vale.

Apesar da idade, seu Zezinho ainda é um homem vaidoso, gosta de estar arrumado, e aos 107 anos ainda tem o hábito  de ler, conversar com os amigos que estão sempre à sua porta no Alto São Raimundo, onde reside com o filho, Antonio Gomes, conhecido por Antonio do Terço. Bem próximo também vive a  filha Maria Eunice, ambos compartilham os cuidados com o pai que também recebe a atenção dos demais filhos e netos que estão sempre presentes. “Ele é o patriarca da nossa família, nosso alicerce. Cuidar de quem se dedicou completamente a nós não é tarefa, é um prazer imensurável”, assim se referiu ao pai, Antonio do Terço.

Maria Eunice, também fala com carinho dos cuidados diários que tem com o pai. “Não é trabalho, para mim é uma satisfação.  Ele sempre esteve ao meu lado e da minha mãe.  Nós que somos gratos à sua dedicação “ disse.

Mesmo os familiares que não poderão estar presentes às comemorações, festejam a data e lembram com carinho de seu Zezinho. “Infelizmente não estarei ao seu lado fisicamente, mas meu coracão sempre estará com ele. Além de avô , ele também é meu padrinho e só tenho boas recordações de tudo que vivi e aprendi com ele. Ensinamentos que  ajudaram a moldar a pessoa que sou hoje“ falou com orgulho a neta, Mayrla Lima.

Com tantos anos e experiências vividas, seu Zezinho diz ser um homem feliz e realizado, por tudo que conquistou e pela família que tem. Para ele, o segredo para viver tanto é simples: basta viver com honestidade e sem vícios.

Texto enviado

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *