SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL SUSPENDE FINANCIAMENTO DE EMPRESAS PARA CAMPANHA ELEITORAL

O Supremo Tribunal Federal (STF) proibiu doações de empresas para campanha eleitoral em 2018. Essa é a primeira vez que o pleito acontecerá sem o financiamento de instituições.
Para driblar essa restrição, a Câmara e o Senado aprovaram a criação do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, que somam R$ 1,716 bilhão originado de recursos públicos.
As legendas apostam, ainda, em doações de pessoas físicas e vaquinhas virtuais para aumentar a arrecadação.
O partido que mais receberá recursos será o MDB com R$ 234,19; seguidos pelo PT, R$ 212,2 milhões e pelo PSDB, com R$ 185,8 milhões. O PP ficará com R$ 130,9 milhões e o PSB, com R$ 118,7 milhões. Já o Partido Novo, PMB, PCO e PCB serão as legendas que receberão a menor fatia, ficando com R$ 980 mil cada.

Com informações da Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *