84% DE MORTOS PELA COVID-19 NO MARANHÃO REPRESENTAM AO MENOS UMA COMORBIDADE

Um levantamento realizado pelo G1, com base nos dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES), aponta que a maioria dos pacientes que vieram a óbito em decorrência do novo coronavírus (Covid-19) no Maranhão, apresentavam ao menos uma comorbidade. Os dados demonstram que 84% dos mortos pela doença tinham alguma doença pré-existente, enquanto 16% já não possuíam.

O G1 apurou que a hipertensão arterial é ainda a comorbidade que mais provoca complicações em pacientes que vieram a óbito no Maranhão pela doença. Desde março do ano passado, quando o estado, registrou a primeira morte pelo novo coronavírus, 2.423 pessoas morreram em decorrência de complicações da patologia.

Em seguida, aparecem no ranking de doenças que mais causam complicações em pacientes com Covid-19 a diabete melitus, com 1.738 mortos e as cardiopatias com 599 óbitos.

G1MA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *