A CASA TA CAINDO: POLÍCIA ENCONTRA ESCONDERIJO SUBTERRÂNEO EM FAZENDA DE AGIOTA EM BARRA DO CORDA

2016-08-04-PHOTO-00004495-480x640

Material encontrado

Ontem  quinta-feira (04) a polícia deu continuidade a Operação Rei da Vela, que investiga crimes de agiotagem cometidos pelo pecuarista Raimar Costa Pinto considerado um dos maiores agiotas do centro sul do estado.

Na ocasião, a polícia prendeu temporariamente o funcionário do agiota, Adriano Souza da Silva, 37 anos. Ele é suspeito de ser o braço direito do acusado e participar dos crimes cometidos por ele.

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão na residência e em uma fazenda do pecuarista, onde foram encontrados uma CPU, um notebook e um coldre que era utilizado por ele.

No local, um esconderijo subterrâneo em um dos quartos de Raimar também foi encontrado.

Prisão do agiota

Raimar foi preso na sexta-feira passada, dia 29, acusado de envolvimento com crimes de usura (mais conhecido como agiotagem).

Na ocasião, a polícia encontrou na casa do pecuarista cadernos de anotações e várias notas promissórias relacionadas a empréstimos a juros feitos pelo conduzido com valores altos a empresários e políticos da cidade.

O pecuarista foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo, crimes de usura, ameaças, invasão de domicílio e crime ambiental pela morte do cachorro de uma das vitimas. Ele colocou o animal dentro de uma mala e depois deixou em cima da cama dessa pessoa que vinha sendo aterrorizada por ele

Abaixo o material encontrado pela polícia na casa e fazendo de Raimar:

2016-08-04-PHOTO-00004498-640x480

Esconderijo

llllll

Material encontrado

Fonte: Luis Cardodo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *