ACUSADA DE RECEBER PROPINA NO GOVERNO FLÁVIO DINO É CANDIDATA A PREFEITA EM GRAJAÚ APOIADA POR ELE

simone2-768x511

Simone Limeira

O PCdoB oficializou na sexta-feira (5) o nome e Simone Limeira como candidata a prefeita de Grajaú.

O partido conseguiu uma articulação tão forte para ela que até o atual prefeito, Júnior Otsuka (PT) – que ainda poderia disputar a reeleição -, desistiu do pleito para a apoiar a comunista.

Para quem não lembra, Simone Limeira era assessora especial do governador Flávio Dino (PCdoB) quando foi acusada pelo líder indígena Uirauchene Soares de cobrar propina para liberar pagamento pelo transporte escolar em aldeias da região central do Maranhão.

Ele diz que precisou pagar R$ 8 mil à comunista para conseguir liberar a verba do transporte na Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

A então assessora (agora candidata) negou as acusações.

Segundo ela, dos dois depósitos citados por Uirauchene como sendo a suposta propina, R$ 4 mil foram creditados na conta da comunista no início de 2015 como colaboração para de “atividades do carnaval em Grajaú”.

Disse mais: que só tomou conhecimento do segundo depósito, de mais 4 R$ mil, feito no dia 17 de julho, após a publicação das denúncias do líder indígena.

Uirauchene garante que nunca foi patrocinador de festa de carnaval nenhuma.

Limeira, então, pediu afastamento do cargo afirmando que provaria sua inocência “em todas as instâncias que forem necessárias”.

Não se tem notícia de que tenha provado…

Fonte: Gilberto Leda

 

Um comentário em: “ACUSADA DE RECEBER PROPINA NO GOVERNO FLÁVIO DINO É CANDIDATA A PREFEITA EM GRAJAÚ APOIADA POR ELE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *