APÓS SERVIÇO PORCO, NINGUÉM QUER SER “O PAI DA CRIANÇA” NO PARQUE AMBIENTAL DE CODÓ

Uma obra feita nas coxas e sem nenhum preparo para que viesse a diminuir os transtornos para os moradores das imediações, que está tirando o sono de quem mora próximo ao Parque Ambiental da cidade de Codó, principalmente para quem mora nos fundos da obra. Após as recentes chuvas, os moradores estão alarmados com a situação do local já que muitas casas foram invadidas pela água, e a tendência é piorar cada vez mais, pois a obra está longe de ser concluída. “Eles não terminaram o serviço, aqui tá difícil, nós não sabemos a quem recorrer, não sabemos se ao governador ou ao prefeito, porque nenhum deles fala nada mais”, disse um morador ao BLOG DO DE SÁ.

NINGUÉM QUER SER O PADRINHO

Após apresentar problemas, ninguém aparece para dizer algo aos moradores, ou seja, ninguém quer ser o padrinho do tão badalado “Parque Ambiental” da cidade de Codó. O governo municipal por sua vez não fala nada, o governo estadual muito pior e assim os moradores vão continuar à espera de alguém para resolver a situação, caso contrário, a preocupação será constante a partir de agora.

O SECRETÁRIO MARCELO COELHO ESTÁ EM SILÊNCIO

O secretário de Meio Ambiente do estado, Marcelo Coelho, que revela ser um  homem preocupado com Codó pelo fato de ser da cidade, não deu as caras ainda e nem tem mandado dizer algo aos moradores atingidos. Recentemente esteve na cidade, apenas conversando com alguns aliados para começar a propagar o nome dele para uma possível candidatura a prefeito na cidade, mas tratar sobre os problemas do parque ambiental… Nada. Sendo assim, quem mora bem próximo ao famoso Parque Ambiental  vai continuar tendo dias de muita preocupação.

3 comentários em: “APÓS SERVIÇO PORCO, NINGUÉM QUER SER “O PAI DA CRIANÇA” NO PARQUE AMBIENTAL DE CODÓ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *