CANDIDATO A VEREADOR RAIMUNDO CARLOS E ZITO ROLIM REÚNEM MUTIDÃO EM CAJAZEIRAS

O líder político de Cajazeiras e candidato a vereador Raimundo Carlos, (SOLIDARIEDADE), com o número 77.000, fez um grande movimento em sua comunidade na noite de domingo (18), com a presença do candidato a prefeito Zito Rolim. Raimundo Carlos é uma das pessoas mais respeitadas em Cajazeiras e tenta mais uma vez uma vaga no legislativo codoense.

POR FRAUDE EM LICITAÇÃO, PREFEITO DE AFONSO CUNHA É ALVO DE INVESTIGAÇÃO CRIMINAL

O prefeito de Afonso Cunha, Arquimedes Américo Bacelar, está no bojo de um inquérito criminal instaurado pela Procuradoria Geral de Justiça (PGJ).

Segundo informações colhidas pelo Blog do companheiro Neto Ferreira, a investigação já está em andamento e foi motivada por indícios de fraude em procedimentos licitatórios.

O suposto crime em licitações foi denunciado ao Parquet, que instaurou a Notícia de Fato nº. 040379-500/2019 para apurar as informações. Devido a necessidade de aprofundar as investigações, a PGJ converteu em Procedimento Investigatório Criminal (PIC).

Ainda de acordo com a Portaria publicada no Diário Eletrônico do Ministério Público, o promotor responsável pelo caso é Carlos Henrique Brasil Teles Menezes, que foi designado pelo procurador-geral de Justiça, Eduardo Nicolau.

O prazo de conclusão do PIC é de 90 dias.

Fonte: Neto Ferreira

CANDIDATURA DE ROBERTINHO EM JATOBÁ EXPÕE RACHA ENTRE EDNAURA E CONSUELO

Há exatos 24 anos a cidade de Jatobá é administrada por um único grupo político: os Bento, representado na figura do ex-prefeito Miguel Bento, pai da atual gestora Consuelo Lima. Do seio dos Bento surgiu em 2004 no cenário político jatobaense a candidatura de Ednaura Pereira, que governou o município de 2005 a 2012. Ednaura é casada com Zé Roberto, atual vice-prefeito e sobrinho do velho coronel Miguel Bento.
O acordo celebrado em 2004 entre o então prefeito Miguel Bento, sua filha Consuelo e seu falecido filho e manda-chuva da época, Dêja, que fez da professora Ednaura prefeita, incluía a presença de todos os Bento na gestão Ednaura, inclusive com a poderosa pasta da educação sob o comando de Consuelo e todas as vantagens e regalias que todos os familiares estavam acostumados.
Ednaura cumpriu o combinado até certo ponto. Isso porque, quando chegou o período pré-eleitoral em 2008 ela se recusou a abrir mão da reeleição em favor de Consuelo, como combinado. Vendo que a criatura tinha ficado maior que o criador, os Bento se reuniram e decidiram por apoiar o projeto de reeleição da prefeita e lançar Consuelo como vice.
Com a rebeldia de Ednaura em 2008, surgiu então a primeira fratura entre ela e Consuelo. Era comum membros da família de Consuelo se dirigirem à gestora com palavras impublicáveis aqui. Mas Ednaura cumpriu o prometido. Depois de reeleita deixou a pasta da educação com a vice e manteve todos os filhos, netos, genros, noras, sobrinhos e demais apadrinhados da família Bento em seus cargos, todos ganhando sem trabalhar, inclusive a velha matriarca Isvalda Lima.
Chega 2012 e os mais próximos à prefeita Ednaura fizeram de tudo para que ela não apoiasse a eleição de sua vice, com medo de alguma represália, mas que lançasse alguém de fora da família. Isso porque, segundo alguns interlocutores, depois de eleita Consuelo iria jogar os pés em Ednaura e se vingar da afronta de 2008. Dito e feito! Consuelo não só jogou Ednaura para escanteio, tirando-lhe todas as regalias e de seus amigos e parentes, como decidiu mesmo romper politicamente. Ficaram quatro anos afastadas, sem se falar e mandando indiretas uma para outra por intermédio de terceiros. Comenta-se que quando uma passava pela outra na rua cuspiam no chão e viravam as caras pro outro lado.
A reaproximação entre as duas mulheres mais poderosas de Jatobá se deu em 2016, quando Consuelo, com medo de perder a reeleição, se aproximou de Ednaura lhe oferecendo mundos e fundos, principalmente o custeio com as mensalidades e de todas as demais despesas com os filhos da ex-prefeita que estudavam medicina fora do Estado. Ednaura, que passava por um momento financeiro crítico, topou a parada, claro, e mergulhou de cabeça na reeleição de Consuelo.
Reeleita e empossada para um segundo mandato, Consuelo novamente joga Ednaura para escanteio, tira-lhe as vantagens, corta-lhe a mesada, contratos com posto de gasolina, cargos, tudo. O auge da peleja entre as duas foi a eleição de 2018, quando Consuelo perseguiu Ednaura de todas as formas, tentando minar os votos dos deputados que a ex-prefeita apoiava. E conseguiu. Até meados de 2020 as duas mal se olhavam e a troca de mensagens ofensivas entre elas era diária.
O tempo passou e as aguas paradas do açude velho da Avenida José Anselo fez Consuelo, de olho na permanência no poder, ensaiar, ano passado, o lançamento da candidatura a prefeito de seu “cunhado” Jonathan Lima. As reações negativas de todos os lados fez a gestora desistir da empreitada e procurar alguém que fosse mais leve dentro do grupo. Foi então que veio a reaproximação com Ednaura, ajeitada por Antonia Alves, Secretária de Educação e cunhada da ex-prefeita.
Consuelo, Ednaura, Zé Roberto e Antonia Alves se reuniram e decidiram que o nome ideal que poderia servir de bonequinho seria o do vereador carregador de terra Roberto. Roberto é cunhado de Antonia Alves e Zé Roberto, casado que é com Dora, irmã dos dois. Para convencer  Consuelo a apoiar Roberto, Ednaura e Antonia fizeram a mesma proposta que Consuelo fez nas duas vezes em que enganou Ednaura: cargos, dinheiro e manutenção da família da prefeita em todos os seus cargos.
Roberto é vereador por três mandatos em Jatobá e não se tem conhecimento de qualquer projeto, requerimento ou qualquer coisa que tenha sido resultado desses três mandatos. Comenta-se que nem o próprio nome sabe assinar de forma legível.
Em 12 anos como vereador nunca fez uso da tribuna ou qualquer fiscalização dos atos da gestão municipal. A única coisa que ele entende mesmo como sendo atribuição de um vereador é carregar areia e barro para o povo que lhe procura diariamente. É, em resumo, o nome ideal para servir de marionete. Mas não marionete de Antonia, Ednaura e Consuelo, mas tão somente das duas primeiras.
Até o mais inexperiente analista político jatobaense sabe que, se eleito, Roberto, por pressão de Ednaura e Toinha, suas cunhadas, vai tocar os pés em Consuelo e em toda família Bento e deixar o poder concentrado todo nas mãos de Ednaura e Antonia. Consuelo sabe disso. Ednaura quer isso. Ednaura, aliás, sonha todos os dias com isso.
O que Consuelo fez com Ednaura nos últimos oito anos está entalado na goela da ex-prefeita. E Ednaura não ver a hora de se vingar. E assim como ajudou a eleger Consuelo duas vezes e nas duas vezes foi enganada e traída, Ednaura quer que a prefeita ajude a eleger Roberto gastando inclusive das economias que fez nos oito anos de gestão. E quer pagar na mesma moeda tudo o que passou nos últimos anos nas mãos de Consuelo.
E Consuelo que se cuide. Porque a disposição de Ednaura, caso Roberto seja eleito, é dar a ela o mesmo tratamento que recebeu nos últimos anos.

PRF APREENDE DROGA AVALIADA EM MAIS DE R$ 500 MIL EM RIBAMAR FIQUENE

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 500 quilos de drogas avaliada em mais de meio milhão de reais. A apreensão ocorreu no domingo (18) na BR-010, em Ribamar Fiquene.

Segundo informações da PRF, a droga estava em um ônibus cor vermelha com placas de Teresina (PI) quando foi parado em uma fiscalização de rotina.

Ao ser realizada vistoria na parte interna do veículo, foram encontrados 545 tabletes de substância análoga à maconha dentro de várias caixas de papelão, sendo a maior parte escondida no banheiro. Não havia passageiros no ônibus. O condutor afirmou aos policias que saiu de Corumbá de Goiás/GO e levaria a droga para São Luís/MA e que receberia R$ 35.000,00 (trinta e cinco mil reais) pelo transporte do ilícito.

Após pesagem de toda a substância apreendida, chegou-se à quantidade de 491,42 Kg, volume avaliado em aproximadamente meio milhão de reais.

O condutor do ônibus, um homem de 44 anos, recebeu voz de prisão e foi encaminhado ao Plantão Central da Polícia Civil em Imperatriz.

Fonte: Neto Ferreira

EM SÃO LUÍS, ACUSADOS DE ROUBOS A VEÍCULOS SÃO PRESOS

Na manhã desta segunda-feira (19), a Polícia Civil do Maranhão cumpriu cinco mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão em São Luís, durante uma operação de repreensão a acusados de assaltos a veículos na capital.

As investigações tiveram início no dia 17 de maio deste ano, quando um veículo Corola foi tomado de assalto, por um homem armado, no bairro São Francisco, em São Luís.

Após investigações, o veículo foi recuperado e identificado o responsável pelo roubo, bem como uma associação criminosa que utilizava os carros roubados em assaltos a residências.

A polícia conseguiu identificar e prender os integrantes da associação criminosa. Entre os presos está um homem que, segundo os levantamentos, havia cometido roubos a motociclistas no mês de maio deste ano.

Depois de investigações da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DRFV), também foi recuperada a motocicleta e identificada a autoria, o que levou à prisão do suspeito.

Os presos foram conduzidos às Delegacias Especializadas em Roubos e Furtos de Veículos (DRFV) e Roubos e Furtos (DRF), onde passaram pelos procedimentos legais e foram levados ao Complexo Penitenciário de São Luís, onde estão à disposição da Justiça.

As delegacias especializadas contaram, na operação desta segunda, com o apoio das equipes do Saisp Oeste e Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC).

Fonte: Neto fERREIRA

Delegado Rômulo agradece a população pela bonita festa na primeira grande caminhada do 12

Agradecemos a Deus e a todos os codoenses que se fizeram presentes e prestigiaram a nossa primeira grande caminhada da vitória no Carnaval do 12, que levou milhares de pessoas as ruas. Obrigado  pela presença e por todo carinho de todos em nossa comitiva. Vamos continuar juntos nesta bonita e democrática caminhada até a vitória final. Abraços, Delegado Rômulo.

POR SOBREVIVÊNCIA POLÍTICA, CLÃ SARNEY SE DIVIDE EM SÃO LUÍS

Com a maioria dos membros históricos cooptados pelo governador Flávio Dino (PCdoB) desde as eleições de 2014, o que restou do clã Sarney no Maranhão busca sobrevivência empresarial e política, incluindo volta à vida pública em 2022, por meio do pleito municipal deste ano.

Para isso, se dividiu na capital entre dois candidatos ao Palácio de La Ravardière: Eduardo Braide (Podemos) e Neto Evangelista (DEM).

O primeiro, Braide, tem o apoio de Fernando Sarney, que comanda o Sistema Mirante, conglomerado de comunicação da família, além do apoio direto do PV, de Adriano e Zequinha Sarney. O segundo, Neto, é apoiado por Roseana Sarney, também dona da Mirante, e pelo MDB, do próprio ex-senador José Sarney e da ex-governadora.

Longe de ser um racha, a divisão é estratégica.

Fonte: Atual7