AVENIDA CRISTOVÃO COLOMBO NA TRIZIDELA, UMAS DAS MAIS PERIGOSAS DE CODÓ

2014-04-22 13.25.46

Av. Cristovão Colombo

Quem costuma passar com frequência pela Avenida Cristovão Colombo, no Bairro Trizidela, sabe do que estou me referindo. O local se tornou umas das Avenidas mais perigosas de Codó. O fluxo de veículos naquele local é intenso e consequentemente  aumenta o perigo não só para quem utiliza o local como via de acesso, mais também para quem mora nas imediações.

Os acidentes acontecem praticamente todos os dias na Avenida Cristovão Colombo e não é difícil encontrar pessoas que utilizam de mau comportamento por lá, como acontece também em todas as ruas da cidade de Codó. Um dos trechos mais perigosos da Cristovão Colombo fica justamente entre o São Raimundo Supermercado e a lotérica da Caixa, justamente um dos pontos onde as pessoas costumam transitar para fazer compras e outras para resolver assuntos bancários na loteria. Muitos não têm a consciência de estacionar adequadamente seus veículos e acabam deixando-os no meio da avenida e atrapalhando quem passa.

É lógico que os donos dos estabelecimentos nada têm a ver com isso, pois seus comércios devem mesmo ser freqüentados pelas pessoas. Refiro-me a quem não utiliza sua sensatez para deixar o veículo em um local aonde não venha atrapalhar as pessoas. Nossos caros leitores podem até me perguntar, mas Leandro existe um local para eles estacionarem os veículos? É lógico que não existe. Mas se analisarmos bem, é possível utilizar um pouco do bom senso e não deixar o veículo no meio da avenida de forma que atrapalhe até mesmo a passagem dos pedestres, imaginem dos veículos.

 

Um comentário em: “AVENIDA CRISTOVÃO COLOMBO NA TRIZIDELA, UMAS DAS MAIS PERIGOSAS DE CODÓ

  1. Essa avenida já começou errada, infelizmente quem a construiu acredito que não imaginava que a Trizidela fosse crescer da forma como estar crescendo, mas ainda há tempo. Essa avenida precisa ser enlarguecida e sinalizada o quanto antes, pois caso contrário a população poderá sofrer ainda mais as consequências. Acordem autoridades e resolvam este problema o mais breve possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *