BRANDÃO NÃO VAI SER LEAL A FLÁVIO DINO QUANDO ASSUMIR O GOVERNO

O vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSDB), não vai seguir a cartilha do governador Flávio Dino (PCdoB) quando assumir o comando do Estado, assim que Dino deixar o cargo para disputar vaga ao Senado, em 2022.

Ao contrário do que muito pensam, Brandão não vai ser leal a Flávio. Não passa de um personagem essa “lealdade” que o vice-governador expressa ao governador.

Quando tiver com a caneta na mão, tudo será diferente. Aos mais próximos, Carlos Brandão tem dito que Flávio Dino que vai precisar dele e não ele de Flávio. E de fato quem estará no poder é Brandão e não Dino.

O primeiro sinal de deslealdade e que irá sentir o peso da caneta de Brandão será o principal aliado de Flávio. Alias, mais que aliado é considerado como um irmão: o deputado federal Márcio Jerry, que hoje ocupa a Secretaria de Cidades com um orçamento estrondoso.

Todo mundo sabe que Brandão não suporta Jerry. E tudo que ele vem amarrando na secretaria, será desfeito pelo vice-governador. O que pode até prejudicar à reeleição de Márcio Jerry na Câmara Federal.

Flávio vai conhecer um outro Brandão, que dirá “não” a ele. Esse Brandão que hoje diz “sim”, vai mudar assim que sentar na cadeira do Palácio dos Leões.

Nicolau Maquiavel já dizia: “dê poder ao homem e descobrirá quem ele é”.

A lealdade de hoje tem prazo e terminará assim que Dino deixar o governo. Podem anotar!

Fonte: Luís Pablo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *