CAMINHADA DA MUDANÇA TOMA RUA GRANDE NA LARGADA DA CAMPANHA DE FLÁVIO DINO

Eliziane Gama Flavio Dino Eduardo Campos e Roberto Rocha
Grande caminhada

Uma grande caminhada no Centro de São Luís reuniu mais de 5 mil pessoas nesta quinta-feira (10) na largada para a campanha da coligação Todos pelo Maranhão, com Flávio Dino, governador; Carlos Brandão, vice e Roberto Rocha, senador.

A Caminhada da Mudança reuniu muitos líderes políticos do Maranhão e do Brasil. Mas o que mais chamou atenção foi a grande participação dos moradores e militantes, que fizeram questão de mostrar ao candidato que estão confiantes na mudança e em um futuro melhor.

“Temos confiança de mudar esse sistema que oprime o Maranhão há quase 50 anos”, resumiu o farmacêutico Huldo Ferreira Silva, 42. A população levou bandeiras, gritou palavras de ordem e conversou com o candidato durante toda a caminhada.

“Vou votar em Flávio Dino para governador porque eu acredito que ele vai trabalhar para o povo. Vai trazer benefício para a gente como emprego, mais hospitais e policiais nas comunidades”, acrescentou Ana Magalhães, 38, moradora do bairro Caratatiua.

Flávio Dino agradeceu ao apoio dos maranhenses e garantiu uma campanha limpa e responsável: “O povo tem muita esperança e muita energia. Na Rua Grande, no coração da capital do Maranhão, o povo nos recebeu, nos acolheu, nos abraçou e está impulsionando a nossa caminhada. Até 5 de outubro vamos levar nossa mensagem com muita alegria e brilho no olhar. Nós vamos vencer junto com o povo”

SENTIMENTO DE MUDANÇA

A concentração foi na Praça João Lisboa, e a caminhada saiu pela Rua Grande até a Deodoro. Para Roberto Rocha, que disputa a vaga ao Senado, a caminhada marca o início de uma campanha promissora. “Essa foi a caminhada da mudança, da esperança, da reinvenção, da transformação por um Maranhão de todos nós. Reunimos milhares de pessoas e, mais que isso, reunimos muita animação. Ficamos mais energizados para seguir em frente rumo à vitória para libertar o povo do Maranhão”, afirmou o candidato ao Senado.

O presidenciável Eduardo Campos (PSB) e sua vice, Marina Silva (PSB-Rede) também participaram da caminhada e demonstraram apoio à mudança da política no Estado. “Estamos aqui em sinal de respeito à luta da oposição no Maranhão”, afirmou Campos.

O candidato a vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão, destacou que a campanha será movida pelo sentimento de um Estado melhor, com mais qualidade de vida para a população e movida por garra, vontade e honestidade. “Foi a nossa primeira atividade para aquecer este momento da campanha. Existe uma participação imensa da população, uma vibração. As pessoas na Rua Grande nos receberam muito bem, acenaram e demonstraram muito carinho e desejo de uma boa caminhada.”

 

One Response

  1. 247 – O deputado federal Simplício Araújo (SDD) entrou, nesta sexta-feira (11), com representação no Tribunal Regional Eleitoral pedindo a impugnação do registro da candidatura ao governo do Estado do senador Edison Lobão Filho (PMDB), que disputa a sucessão de Roseana Sarney. Isso porque desde março de 2014, uma empresa de propriedade de Lobão Filho recebe R$ 30 mil por mês do governo do Estado. A transferência seria para o aluguel de imóvel onde funcionaria o atendimento a pacientes portadores de câncer. No local, porém, não há qualquer indício de funcionamento ambulatorial. O governo e a empresa Difusora Incorporação e Construção celebraram um contrato com validade de 12 meses para a locação do prédio.

    Trata-se de um condomínio residencial localizado na avenida São Luís Rei de França, na entrada para o bairro Parque Vitória. O prédio pertence à Difusora Incorporação, da qual Lobão Filho é proprietário, com 99,40% das ações. São dois problemas. Por lei, ele não poderia estar à frente da empresa seis meses antes da assinatura do contrato. Além disso, o objetivo do contrato, o atendimento aos pacientes com câncer, não está sendo cumprido.

    O valor global do contrato é de R$ 360 mil, parcelado em 12 meses. Destas, já foram pagas 4 parcelas, totalizando o valor de R$ 120 mil, segundo o Portal da Transparência do Governo do Estado. O contrato foi assinado pelo secretário de Saúde, Ricardo Murad.

    Para Simplício, o tratamento de câncer é sensível ao maranhense, que não possui hospital público para atendimento da doença. “Muitos pacientes estão sofrendo em casa, morrendo em casa por falta de tratamento. Esse imóvel é um terreno abandonado. Não existe nada no local”, garante.

    Por meio de sua assessoria, Lobão Filho alegou que o contrato foi firmado antes de ele ser definido como candidato. Adiantou ainda que não haverá renovação do contrato. Em nota, a Secretaria de Comunicação Social do Governo do Maranhão disse que “o prédio alugado está em fase final de adequações para que seja instalado o Centro Ambulatorial de Atenção à Saúde do Paciente Oncológico”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *