CARAVANA DA SEGURANÇA REALIZA PRIMEIRO ENCONTRO NO BAIRRO CODÓ NOVO

unnamed

Caravana da Segurança

Esta semana os moradores do Codó Novo receberam a visita da “Caravana da Segurança”. O encontro foi realizado na Rua Santa Maria, Bairro Codó Novo, e reuniu a população do bairro para discutir, juntos as autoridades, representantes das forças de segurança pública e do poder legislativo, questões sobre a segurança das comunidades,buscandosoluções para o alto índice de criminalidade no município. No primeiro encontro da Caravana da Segurança estavam presentes representantes da Polícia Civil, Polícia Militar, OAB e do poder legislativo, como os vereadores Pedro Belo, Expedito Carneiro e o presidente da Câmara Municipal Chiquinho do SAAE.
Projeto é resultado da última audiência sobre segurança pública, ocorrida na Câmara Municipal de Codó, na qual foram levadas muitas ideias. Inspirado no projeto Diálogos pelo Maranhão, o vereador Pedro Belo (PC do B) sugeriu a criação da Caravana da Segurança. O objetivo do projeto é aproximar as forças de segurança das comunidades, entender seus problemas e suas características, e traçar políticas públicas para segurança de Codó.

MEDIDAS PREVENTIVAS

unnamed

Comunidade

O tema da palestra na primeira reunião foi sobre: “Violência Não. Segurança é Direito do Cidadão e Dever do Estado” e teve uma expressiva participação dos moradores e representantes de associações. De acordo com o Vereador Pedro Belo, a Caravana da Segurança irá criar um grande vínculo de proteção com os bairros de Codó, levando até as comunidades informações preciosas sobre como evitar situações de risco, e ao mesmo tempo criando políticas mais efetivas em relação a segurança pública.
“O Projeto leva até os bairros da cidade informações de como se prevenir, tomar medidas de proteção e segurança contra a violência e como evitar situações de risco, como andar falando celulares ou com pertences que chamem a atenção, evitar locais desertos em horário avançado, entre outras medidas que qualquer cidadão pode tomar para evitar a criminalidade e a violência. Entendendo melhor a cada comunidade, as forças de segurança poderão traçar suas estratégias de proteção à população”, explicou Pedro Belo.

Assessoria de Imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *