CASO DE POLÍCIA: POLICIAL MILITAR LOTADO EM CODÓ ATIRA EM PLENA FESTA QUE ACONTECIA NA FC SHOW

download

Imagem meramente ilustrativa

Falta de equilíbrio! Esse é o adjetivo que podemos usar para a atitude praticada por um policial militar no último dia 30 de dezembro no clube FC SHOW, em Codó, onde acontecia o pré-réveillon. A festa acontecia de forma ordeira, como todas as festas que acontecem naquele clube. As bandas animavam bastante os brincantes. Lá pelas 2.30 da manhã, quando a festa estava prestes a terminar, surge algo inesperado.

Um policial militar, lotado em Codó, identificado por “Dias”, resolveu sacar de sua arma e dar um tiro pra cima. Todos os presentes ficaram atormentados e sem entender o que estava acontecendo. Ainda bem que o pior não aconteceu, pois ninguém foi atingido, já que o PM atirou para o alto. O PM “Dias” entrou na polícia militar recentemente. Ele é um dos que entraram na corporação no ano passado, junto com outros novos militares que foram aprovados em concurso público.

DEPOIS DO TIRO O QUE ACONTECEU?

Logo após essa façanha, o PM “Dias” foi convidado a retirar-se do recinto pelos seguranças da festa. Até então os seguranças não sabiam que o jovem era policial militar. “Até que ele foi muito simpático com agente quando fomos falar com ele, a gente não sabia que ele era policial só depois que ele disse pra nós” afirmou um segurança a este Blog.

No entanto, para piorar a atitude do PM, quando os seguranças foram tomar sua arma, ele ameaçou os seguranças, dizendo que iria acertar as contas. O mais impressionante é que tudo ocorreu na chamada ÁREA VIP.

Depois de toda essa atitude infantil do policial, o mesmo foi levado pra casa por um amigo. Esperamos que o comando da Polícia Militar de Codó, na pessoa do Coronel Xavier e do Capitão Ricardo Carvalho, pessoas a quem eu tenho um grande apreço, possam tomar uma providência sobre essa atitude deste PM, pois a polícia não é para agir dessa forma. É por isso que todos passam por um curso de formação. Para que coisas desse tipo não venham acontecer. O blog está a disposição do PM caso ele queira se pronunciar sobre este episódio.

9 comentários em: “CASO DE POLÍCIA: POLICIAL MILITAR LOTADO EM CODÓ ATIRA EM PLENA FESTA QUE ACONTECIA NA FC SHOW

  1. A farra de mais de R$ 1 milhão gasto com alimentação nos últimos meses do governo Roseana Sarney ganhou grande repercussão na mídia no ano passado. Caviar, lagostas, entre outros itens exóticos consumidos no Palácio dos Leões, seriam banidos do atual governo. De fato alguns itens, sim. Mas outros, de primeira qualidade e em grande quantidade, não!

    Pois bem. Mesmo não chegando a casa de R$ 1 milhão, foi aberto, no dia 2 de dezembro de 2014, o pregão nº 066/2014, referente ao processo administrativo nº 169669/2014-CC, para contratação de empresa especializada para fornecimento de gêneros alimentícios perecíveis para atender a demanda das Residências Oficiais do Governo do Estado no exercício de 2015. O valor é de R$ R$ 745.159,12 (setecentos e quarenta e cinco mil cento e cinquenta e nove reais e doze centavos). Veja abaixo:

    Lembrando que, Marcelo Tavares, hoje o novo Chefe da Casa Civil no governo Flávio Dino, na época em que era líder da oposição na Assembleia Legislativa condenava veementemente os gastos exorbitantes com alimentação durante a gestão da ex-governadora.

    O pregão presencial referido acima poderia ter sido suspenso, já o governador eleito cantou aos quatro cantos que em sua gestão as regalias seriam cortadas. Mas, basta observar bem os itens discriminados no documento da governadoria que se vê os exageros.

    Sem caviar e sem lagosta, mas em compensação… apenas com sorvetes, picolés, sucos, iogurtes lights serão gastos mais de R$ 50 mil. Em queijos finos, salames e outras iguarias, tudo de primeira qualidade serão mais de R$ 80 mil. Com carnes tipo filé mignom entre outras, e mariscos diversos são mais de R$ 500 mil. A lista completa você pode conferir e se deliciar aqui. (A partir da página 20).

Deixe um comentário para Anônimo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *