CAXIAS ESTÁ COMENDO “O PÃO QUE O DIABO AMASSOU” DAS MÃOS PESADAS DO GOVERNADOR FLÁVIO DINO

fd-e-fabioO município de Caxias está comendo “o pão que o diabo amassou” nas mãos do governador Flávio Dino. A exemplo de Codó na época do governo Zito Rolim, que não recebia nem uma “balinha” do governador, agora Caxias está vendo o quanto o governador Flávio Dino é um homem maldoso e perverso com quem não reza na sua cartilha.

CAXIAS ESTÁ RECEBENDO CHIBATA DE FLÁVIO DINO

Sem dor e nem piedade, o governador do Maranhão não quer mais saber da nossa tão amada princesa do sertão. Outrora, Flávio Dino estava para mudar o Palácio dos Leões lá para Caxias, mas isso em tempos de “vacas gordas”, na família Coutinho, que estava no comando do município. Até ano passado o município de Caxias era a cidade do interior do Estado mais beneficiada com recursos do governo. Mas nem mesmo com tantas ações de Dino foi possível fazer com que Léo Coutinho pudesse se reeleger. Agora, depois que o município tem outro administrador e não é aliado ao grupo dos “Coutinhos”, a Princesa está sofrendo e sofrendo muito, porque por lá não tem chegado nem uma carrada de piçarra enviada pelo “governo de todos nós”

A SAÚDE DE CAXIAS ESTÁ LASCADA

Quem, por ventura, vier adoecer em Caxias é melhor ir se preparando para sofrer bastante no hospital da cidade. Recentemente, o prefeito Fábio Gentil foi até Brasília e por lá “gentilmente” foi recebido por representantes do governo federal, que se comprometeram em ajudar a cidade de Caxias. Até parece que para o governador Flávio Dino a cidade de Caxias não existe mais no mapa do Estado do Maranhão, após a derrota de seu aliado político Léo Coutinho no ano passado. Enquanto isso, quem sofre são as pessoas que moram em Caxias e precisam das ações do Estado, principalmente na área da saúde. LAMENTÁVEL.

3 comentários em: “CAXIAS ESTÁ COMENDO “O PÃO QUE O DIABO AMASSOU” DAS MÃOS PESADAS DO GOVERNADOR FLÁVIO DINO

Deixe uma resposta para SOUSA LOPES Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *