COLIGAÇÃO PEDE QUE JUSTIÇA OBRIGUE ECONOMÉTRICA A MOSTRAR BANCO DE DADOS

A Coligação Todos pelo Maranhão entrou com um pedido para que a Justiça verifique a possibilidade de o Diretor do Instituto Econométrica, Sérgio Oscar Zubicueta Goic, ter cometido crime, por conduta prevista na Lei 9504/97. O § 2º do Artigo 33 diz que não cumprir ou realizar atos que retardem, impeçam ou dificultem a ação fiscalizadora dos partidos constitui crime. A punição é feita com detenção de seis meses a um ano, com a alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo prazo, além de multa no valor de dez mil a vinte mil reais.

ENTENDA O CASO:

O Instituto Econométrica descumpriu decisão do Juiz Federal Ricardo Felipe Rodrigues Macieira, da Comissão de Juízes Auxiliares. No dia 08 de julho, o Instituto Econométrica deveria disponibilizar, no prazo de dois dias, os questionários aplicados na pesquisa realizada por eles e publicada no Jornal O Imparcial no dia 26 de junho de 2014, preservada a identidade dos entrevistados. A Justiça também determinou que a coligação dos partidos de oposição tivesse acesso à sede da empresa, para conferir os questionários e o banco de dados.

A Econométrica, além de não ter enviado os dados solicitados, não atendeu a equipe jurídica da Coligação Todos pelo Maranhão. Na manhã da última quarta-feira (29), os advogados da coligação estiveram na sede do Instituto Econométrica, localizado no bairro do São Francisco, para visitar a empresa. Sérgio Oscar Zubicueta Goic, o diretor da instituição, não estava na sede não estava no loca, que estava fechado, entre 09h e 10h da manhã, e sem nenhum funcionário administrativo para prestar qualquer informação. Na sede da Econométrica, somente um pedreiro estava trabalhando, que informou que a esposa de Sérgio estava no local, mas que não poderia falar com a equipe, e que ele voltaria em uma hora. A equipe esperou o tempo determinado, mas ninguém apareceu. Foi tentado também contato telefônico com Sérgio por parte dos advogados, mas sem sucesso.

Assessoria Flávio Dino

2 comentários em: “COLIGAÇÃO PEDE QUE JUSTIÇA OBRIGUE ECONOMÉTRICA A MOSTRAR BANCO DE DADOS

  1. Presidente do PCdoB-MA: “Lobão apela para baixaria”
    :

    Presidente do PCdoB no Maranhão, Márcio Jerry afirmou que “a campanha do candidato de Roseana e José Sarney, Edinho Lobão, do PMDB, tem feito ataques cada vez mais violentos, rasteiros, grosseiros, de baixo nível, ao candidato Flávio Dino, que é um homem íntegro”; segundo o dirigente, o PCdoB está focado em “apresentar propostas, debater a situação do Maranhão, mostrar que um Estado tão rico não pode continuar sendo um Estado de povo pobre”; leia entrevista

    1 de Agosto de 2014 às 17:22

    Maranhão 247 – O presidente do PCdoB no Maranhão, Márcio Jerry, condenou os ataques que a campanha de Edinho Lobão (PMDB) tem feito ao candidato da Coligação Todos Pelo Maranhão, Flávio Dino. Para Jerry, os “ataques violentos e grosseiros” deixam claro que o peemedebista tem nada de novo a apresentar aos maranhenses. O dirigente afirmou, ainda, a campanha do seu correligionário continuará sendo limpa e transparente, sem entrar no jogo sujo do adversário. E que é a Justiça que deverá se pronunciar sobre os ataques.

    “A campanha do candidato de Roseana e José Sarney, Edinho Lobão, do PMDB, tem feito ataques cada vez mais violentos, rasteiros, grosseiros, de baixo nível, ao nosso candidato Flávio Dino, que é um homem íntegro, um homem honrado”, disse Jerry. Segundo ele, o PC do B está focado em “apresentar propostas, debater a situação do Estado do Maranhão, mostrar que um Estado tão rico não pode continuar sendo um Estado de povo pobre”.

    Confira a entrevista na íntegra:

    Como você avalia o nível da campanha até agora?

    Márcio Jerry: Nós estamos fazendo uma campanha que prioriza o diálogo com os maranhenses, apresentando propostas que foram construídas com a participação de mais de 40 mil pessoas de todas as regiões do estado por meio dos Diálogos Pelo Maranhão. Estamos realizando uma campanha limpa, propositiva, que respeita o povo maranhense. Estamos sintonizados com o sentimento do povo, que também quer uma campanha limpa e propositiva e rejeita a baixaria praticada pelo candidato da oligarquia Sarney.

    E em relação aos demais candidatos?

    Infelizmente a campanha do candidato de Roseana e José Sarney, Edinho Lobão, do PMDB, tem feito ataques cada vez mais violentos, rasteiros, grosseiros, de baixo nível, ao nosso candidato Flávio Dino, que é um homem íntegro, um homem honrado, trabalhador, que faz política respeitando os adversários e, sobretudo, respeitando a sociedade maranhense.

    Então queremos deixar o nosso mais profundo repúdio a essas práticas políticas do passado, atrasadas, que se apegam na mentira, na calúnia, na difamação e no ataque pessoal para tentar desviar a atenção daquilo que é essencial. E o essencial é o debate de propostas para a população saber quem tem condições realmente de liderar o Maranhão em um novo momento, um novo ciclo absolutamente diverso desse ciclo de atraso que já chega aos 50 anos sem apresentar aos maranhenses a melhoria de suas condições de vida.

    O que explica esses ataques?

    Quem não tem nada de novo a apresentar ao povo do Maranhão – e não tem como explicar as razões de tanto abandono e de tanto atraso econômico, social e econômico – apela. E apela para a campanha de baixo nível, sorrateira, de ataques pessoais, de baixaria. Ao tentar ofender o candidato Flávio Dino, ofende toda a sociedade maranhense, todos aqueles que querem campanha limpa e não aceitam a baixaria.

    Qual a consequência desses ataques?

    A gente faz um alerta para a sociedade maranhense. Não podemos aceitar que a campanha eleitoral descambe para o esgoto político, para o esgoto da politicalha. Nós defendemos uma campanha limpa, repito. O que fizemos ao longo de toda a vida e ao longo de toda esta campanha foi lutar por justiça, liberdade, igualdade, oportunidade para todos.

    Qual é a reação da população a esses ataques?

    Já está demonstrado que a população rejeita a campanha de baixo nível, diz não à baixaria. Nós lamentamos profundamente que o candidato do PMDB, o suplente de senador Edinho Lobão, tenha direcionado a sua campanha para o baixo nível, para o ataque pessoal, para a mentira, para a calúnia, para a difamação. Enfim, para um discurso que agride os maranhenses, que agride a democracia e todos aqueles que defendem e querem uma eleição limpa no Maranhão.

    E será adotada alguma medida judicial contra essa campanha suja?

    Nós não vamos fazer o jogo sujo que eles estão fazendo e para o qual querem nos levar. Não, não faremos isso. Nós nos negamos de forma definitiva a fazer essa política de esgoto. Vamos continuar marchando em uma campanha limpa. Também não deixaremos que nenhum ataque leviano, nenhuma mentira fique sem resposta. Mas não faremos resposta no nível baixo das acusações que são feitas. Procuraremos a Justiça, que é quem deve se pronunciar sobre a prática de crimes ilícitos políticos e eleitorais. E nos dirigiremos sempre, de forma transparente, ao povo maranhense.

    O que o eleitor pode esperar da campanha de Flávio Dino na TV e no rádio?

    Vamos usar o rádio e a TV para fazer o que temos feito em nossa página na internet, em nossos diálogos com o povo do Maranhão: apresentar propostas, debater a situação do Estado do Maranhão, mostrar que um Estado tão rico não pode continuar sendo um Estado de povo pobre. Enfim, encontrar um caminho que faça com que o Maranhão tenha condições de superar os péssimos indicadores sociais. Os maranhenses têm que morar em um Estado que lhes assegure oportunidades para melhorar sua vida, para ter acesso aos direitos que a Constituição lhes assegura. Os maranhenses querem isso, os maranhenses merecem e terão um estado muito melhor. É por isso que estamos luta com coragem, firmeza, fé e muita confiança em nosso povo, na força de nosso povo que quer virar a página da história e construir um Maranhão de todos nós.

  2. Presidente nacional do PT confirma: Dilma não virá ao Maranhão
    Publicado em 31/07/2014 às 09:55 por johncutrim

    Flavio-Dino-com-Dilma

    Muito se especula sobre a vinda de Dilma Rousseff (PT) ao Maranhão. No entanto essa dúvida foi encerrada ontem. O presidente nacional do partido, Rui Falcão, informou com exclusividade a reportagem de O Imparcial que a presidente não vem ao estado. Segundo o dirigente, isto vai ocorrer por conta da extensa agenda da presidente e por ele ter decidido priorizar os maiores colégios eleitorais do país.

    “A Dilma está com uma série de demandas, fora que nesta eleição ela está no cargo de presidente, ela precisa continuar governando o país, por isso desta vez muitos estados não serão visitados e a ida dela do Maranhão consequentemente não deve ocorrer”, explicou o Rui Falcão.

    A informação é do jornal O Imparcial.

    Comentário do blog: As explicações do presidente nacional do PT, Rui Falcão não convencem. Puro jogo de cena. A não vinda de Dilma ao Maranhão para não pedir votos a Lobão Filho se dá por dois motivos: primeiro, não colar sua imagem dela numa candidatura do grupo Sarney. Seria um prato cheio para os adversários e a imprensa nacional, o que poderia desgastar mais ainda sua candidatura (já imaginou uma foto de Dilma ao lado de José Sarney, Roseana e Lobão?); segundo, o fato dela ter preferência pela candidatura de Flávio Dino. Dilma torce por Flávio, com o qual mantém uma relação muito próxima. Para quem ainda tem dúvidas de que grande parte do PT está a favor de Dino, agora elas foram dirimidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *