COMANDANTE DO 17° BPM DE CODÓ SE NEGA A RECEBER AJUDA DE COMBUSTÍVEL DA PREFEITURA. ENTENDA OS MOTIVOS

Sabemos que a prefeitura não tem obrigação alguma de ajudar a Polícia Militar, isso é fato, mas o Estado também precisa de parcerias para fazer a segurança pública. Mas como já é de costume as prefeituras ajudarem com combustível, em Codó não poderia ser diferente. Mas é, e como é diferente. O prefeito Francisco Nagib é daquele tipo de político que doa uma          “BALINHA” a alguém e faz questão de propagar, e em política nem sempre pode ser assim. Existem coisas que precisam ser doadas e não propagadas.

DOAVA 150 LITROS POR MÊS

O titular do Blog do de Sá tomou conhecimento que o comando da PM de Codó recebia 150 litros de combustível por mês da prefeitura, para que fossem colocados nas viaturas, inclusive é um valor muito baixo, baseado no número de viaturas que Codó tem. Digamos que Codó tenha 4 viaturas e cada viatura recebe 20 litros por dia. Só ai os senhores leitores podem imaginar qual a quantidade de combustível que é consumido somente em uma semana.  Muita gente sabe que a volta do Ten. Coronel Jurandir a Codó foi um pedido do empresário FC Oliveira e seu grupo político, e quando o comandante retornou ao município foi que a prefeitura pudesse fazer parcerias no sentido dos policiais terem mais condições de trabalho. Mas utilizando sua mesquinharia de sempre, a PM de Codó não tem recebido nada do atual prefeito.

APRESENTADOR DISSE QUE A POLÍCIA ESTAVA TRABALHANDO MAIS POR CONTA DOS 150 LITROS DE COMBIUSTÍVEL.

Após a PM ter recebido um mês essa mísera ajuda da prefeitura, o meu amigo e colega de profissão, Alberto Barros, fez um infeliz comentário em seu programa Cidade Notícias, na FC FM, dizendo que a agora a polícia estava trabalhando mais porque a prefeitura estava ajudando com combustível. Ao saber desse comentário, o comandante fez bonito e mostrou que é uma cabra sério e honrado e mandou suspender o mísero combustível que estava recebendo, mostrando que PM de Codó trabalha, e muito, independente de receber gasolina de prefeito.

A POLÍCIL CIVIL ANDA BEM MENOS E RECEBE BEM MAIS.

Já nossos queridos policiais civis, que trabalham bem menos que os militares, recebem 250 litros de combustível por mês, não se sabe se foi influencia de nosso querido delegado e vereador Rômulo Vasconcelos. Mas independente do combustível da prefeitura de Codó, a PM está todas as horas nas ruas, defendendo o cidadão, e mostra que é uma polícia cidadã e, sobretudo, é uma polícia amiga e que não se curva diante de migalhas oferecidas por políticos mesquinhos.

8 comentários em: “COMANDANTE DO 17° BPM DE CODÓ SE NEGA A RECEBER AJUDA DE COMBUSTÍVEL DA PREFEITURA. ENTENDA OS MOTIVOS

  1. A segurança pública é um dever do Estado e não do Município.
    É um absurdo a Prefeitura “doar” combustível para o Estado.
    O Governador certamente não aprovará, pois a mídia estadual propaga que esta gestão “Dino” é a que mais investiu em segurança pública.
    Assim Sr. Prefeito, se o senhor arcar com abastecimentos de viaturas da polícia militar estará cometendo “desvio de finalidade” dos recursos municipais. Portanto, sugeito a responder por Improbidade Administrativa.

  2. Enquanto distribui essa merreca de 150 litros/mês para a Policia Militar. O “Prefeito Mão-de-vaca” não explica o que faz com a Licitação Milionária de mais de RS R$ 7.524.800,00 sete milhões quinhentos e vinte e quatro mil e oitocentos reais para a com´pra de combustíveis: gasolina e óleo diesel e gás de cozinha ninguém sabe, ninguém viu. Esse Governo é a continuidade do Corrupto desgoverno do ex-prefeito esquizito “cuidado da sua gente”.
    http://www.netoferreira.com.br/poder/2017/03/empresas-de-gas-e-combustiveis-faturam-r-75-milhoes-em-contratos-em-codo/

  3. Caro Leandro de Sá. Eu desconheço por completo essa sua informação que a polícia civil receba 01 litro se quer de combustível da prefeitura. Vc estar dando uma informação equivocada que a polícia civil recebe 250 litros. E que eu possa ter influenciado para isso. Até onde eu sei. Nunca ouvi falar que Prefeitura deu um litro de gasolina para a polícia civil. Como vc bem falou a polícia civil trabalha pouco. Quem trabalha muito é a polícia militar.concordo nesse ponto, já que a polícia militar faz a prevenção e roda muito as suas viaturas. O que o Estado manda para a polícia civil é suficiente, mais o que manda para a militar acredito que não seja. E peço que o Prefeito veja isso com carinho. Já que a nossa briosa polícia militar precisa .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *