COMANDO DO 17° BPM DE CODÓ SOB AMEAÇA, SERÁ ?

16443451_244697199317355_641172348_n

Comando recebendo idosos do projeto conviver

De acordo com fontes do blog dentro do governo do estado do Maranhão, em Codó há um grupo político se mobilizando para dar uma rasteira no atual comandante da Polícia Militar (PM) de Codó, Major Hudson Carneiro. De acordo com essa fonte, o atual comandante  não estaria tendo uma boa aceitação desse grupo político e com isso, já estaria sendo mobilizada a vinda de outro comandante para a cidade de Codó, que por sinal pode até ser um dos que já passou pelo comando.

QUAL SERIA A INDIGNAÇÃO COM O COMANDO?

Não entendemos qual seria a indignação com o atual comandante da Polícia Militar da cidade de Codó, já que o mesmo vem desenvolvendo um bom trabalho no 17° BPM, inclusive com a redução de índices de ocorrências no município. Então, qual seria o  motivo deste grupo político querer distante de Codó o comandante Major Hudson Carneiro?  Será que é porque o comandante não compactua com práticas ilegais?

16426315_244697189317356_59946406_n

Crianças de escolas de Codó visitando o comando

ABRINDO AS PORTAS DO COMANDO PARA A SOCIEDADE.

O titular do Blog nunca deu nem mesmo um bom dia para o atual comandante da PM de Codó, apesar de termos um bom relacionamento com os demais militares daquela brilhante instituição. Mas, uma coisa é certa, o major Hudson Carneiro  tem sido um oficial que tem dado um olhar especial para a sociedade codoense.

SEGUE ALGUMAS AÇÕES:

Homenagens as policiais femininas no dia internacional da mulher;

Palestra para mototaxistas;

Palestra  para policiais no dia do soldado;

Palestras com idosos do projeto conviver;

Recebendo imagem peregrina da padroeira do Brasil;

Valorizando o público interno, conseguindo plano de saúde acessível  para militares de Codó;

Apoiando campanha “Natal Sem Fome” do Rotary Clube;

Apresentando o quartel para jovens que desejam ser policiais militares.

 

2 comentários em: “COMANDO DO 17° BPM DE CODÓ SOB AMEAÇA, SERÁ ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *