COMARCA DE DOM PEDRO REALIZA SÉRIE DE JÚRIS ATÉ O FINAL DO MÊS

 Poder Judiciário da Comarca de Dom Pedro está realizando uma série de julgamentos até o final deste mês, totalizando oito sessões. Os julgamentos ocorrem sob a presidência da juíza titular Arianna Rodrigues Saraiva, contando ainda com a atuação do promotor de Justiça Denys Lima Rego, titular da 1ª Promotoria de Grajaú e respondendo por Dom Pedro. Nesta quarta-feira, 18, o réu foi Josélio Lemos Lima, acusado de ter matado a vítima Fredson Batista de Sousa. Ele foi considerado culpado pelo Conselho de Sentença e recebeu a pena de 9 anos e meio de prisão, a ser cumprida inicialmente em regime fechado. Ele poderá recorrer em liberdade.

Consta da denúncia deste caso que no dia 14 de dezembro de 2002, por volta das 18:30h nas proximidades do Colégio Socorro Carvalho no Município de Dom Pedro, o acusado Josélio Lemos Lima teria assassinado Fredson Batista com vários golpes violentos de faca na região abdominal, na altura do peito e na coxa esquerda. O motivo do crime estaria relacionado ao uso de drogas. Já nesta quinta-feira, dia 19, está em julgamento o réu é Antônio Nascimento Livramento, acusado de prática de crime de homicídio, tendo como vítima Francisco Figueiredo dos Anjos.

Destaca a denúncia que, no dia 1º de setembro do ano passado, por volta de 15h nas proximidades do Mercado Central, o acusado Antônio Nascimento Livramento teria ceifado a vida de Francisco, com 04 (quatro) perfurações de arma branca, após suposta provocação da vítima. Relata que o acusado se dirigiu a um bar no Mercado Central, onde estava ingerindo bebida alcoólica. Ato contínuo, a vítima teria se dirigido à mesa onde o acusado estava e, após uma suposta provocação, teria levado quatro facadas desferidas por Francisco.

Os outros julgamentos que fazem parte da agenda da comarca estão marcados para os dias 20, 23, 24, 26, 27 e 30 de novembro. Entre os casos, destaque para o júri do dia 30, no qual figura como réu o homem Francisco Nogueira da Silva, o ‘Chico do Mói’. Ele é acusado de ter tentado matar o próprio filho a facadas, em 1o de fevereiro deste ano. A denúncia relata que na data citada, na Travessa Bela Vista, estavam na porta de casa o denunciado, Pedro Henrique Rodrigues da Silva (filho), Pablo Henrique Miranda da Silva (vítima) e João Rodrigues da Silva (avô), todos ingerindo bebida alcoólica.

Após uma breve discussão, a vítima entrou em casa e o denunciado armou-se de uma faca e, segundo relatos das testemunhas, teria desferido diversas facadas no filho.

Assessoria de Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *