COMO É DIFÍCIL DEIXAR UMA CASA NA QUAL MORAMOS POR 20 ANOS

Índice

Camilo Figueiredo

Ontem (01), certamente foi um dos dias mais difíceis para o ex-deputado codoense Camilo Figueiredo. Depois de 20 anos com um gabinete todinho seu na Assembleia Legislativa do Maranhão, ontem nosso eterno deputado Camilo sentiu o quanto foi difícil deixar aquela casa. Uma casa que por vários anos lhe fez um dos homens mais importantes no Estado do Maranhão e principalmente em Codó.
Imagino o quanto foi difícil para o ex-deputado Camilo ver inúmeros colegas de parlamento, que por lá continuaram, voltando e ele ser obrigado a arrumar as malas e sair de vez daquela casa. Para nosso eterno deputado Camilo Figueiredo, talvez essa seja uma grande lição de vida. Talvez agora ele entenda quem de fato eram seus amigos, quem gostava dele não pelo fato de ser deputado. Quando se está no poder, os bajuladores querem de todas as formas se aproximar, mas quando o poder se afasta os bajuladores também vão juntos.
Uma coisa á fato: o homem não sai do poder. O poder é quem sai dele. Portanto, agora nosso eterno deputado Camilo terá que procurar uma atividade para fazer.

6 comentários em: “COMO É DIFÍCIL DEIXAR UMA CASA NA QUAL MORAMOS POR 20 ANOS

  1. Não consigo entender como UM SER que se diz Humano TORCE,vibra e até dorme bem,vendo um outro ser humano sofrer derrotas. Mas não tem coragem de PEITAR o mesmo cargo,a labuta e a pediste dos eleitores. As vezes esse que se diz cidadão humano é MALDIÇOADO com uma doença FEIA,virada de ônibus ou do seu carro,pois CAI para sua familia e ELE NEM LEMBRA o que fez,fazia pera seus semelhantes. Cuidado,a vida tem um espelho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *