COROATÁ EM MAUS LENÇOIS: PREFEITA DE COROATÁ E VEREADORES AGORA TEM QUE SE EXPLICAR A PF

as

Tereza com a explicação

O Jornal Bom Dia Brasil, da rede Globo, revelou nesta quarta-feira(18) que recursos do Fundo Nacional de Saúde (FNS) serviu para financiar políticos nas disputas eleitorais dos anos de 2010, 2012 e 2014.
O repasse foi realizado por meio de Organização Social (OS) e Organização de Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) contratadas sem licitação para gerenciar unidades de saúde espalhadas por todo o Estado.
De acordo com o Bom Dia Brasil, a empresa Litucera Limpeza e Engenharia Ltda, com sede no Calhau, em São Luís, foi terceirizada pelas OS e OSCIP, e serviu para escorrer dinheiro através de doações e financiamento de campanhas da atual prefeita de Coroatá administrado pela prefeita Tereza Trovão Murad(PMDB) e de mais 60 candidatos a vereadores na eleição de 2012 na cidade de Coroatá, desses, 7 (sete) dos 13 vereadores do município.
Os relatórios da Federal revelam também os nomes dos parlamentares coroataenses que receberam doação da Litucera, são eles: Cesar Trovão (PV), Marcos (DEM), Riba Maia (PSC), Wlisses Muniz (PMDB), Camilo (DEM), Josean Veras (PSC) e Jocimar (PMDB).

A PF ainda informou que a gestão de Ricardo Murad desviou 60% do total de R$ 2 bilhões transferidos do Fundo Nacional de Saúde no período de 2010 a 2013 (quatro anos), o que representa R$ 1,2 bilhão dos cofres da Saúde.
As suspeitas ainda miram para a campanha eleitoral da filha de Ricardo, Andrea Murad e seu genro, Sousa Neto, ambos eleitos na eleição estadual de 2014 com uma campanha faraônica.

O inquérito acerca do uso de recursos desviados da Saúde para campanhas eleitorais deve ser enviado para Justiça Eleitoral.

Fonte: Domingos Costa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *