CRATERA DE FORMA NA ESTRADA DO MUNICÍPIO DE JOSELÂNDIA OFERECENDO RISCO AOS CONDUTORES

Joselândia - MA - cratera na MA 381 (7)
Fotografia do local

Uma grande cratera está se formando na Rodovia MA 381 no trecho entre os municípios de Joselândia e São José dos Basílios. No local existem bueiras que ofereciam passagem para águas que já estava cedendo há muito tempo.

O grande buraco foi aberto  em decorrência da quantidade de chuvas desse período. Diariamente mais de 1000 pessoas trafegam na estrada. O vendedor Adonias Miranda considera que deva ser realizado um trabalho imediato no local .

“Eles devem fazer um trabalho definitivo que não venha mais a dar problema, um trabalho de vergonha. Eu como muitas outras pessoas passamos diariamente aqui e necessitamos de um local seguro”, reivindicou o vendedor.

A Estrada tem uma importância fundamental principalmente para os moradores de povoados que dependem integralmente de Joselândia. O trecho ainda não foi interditado, porém, deveria para preservar a vida de motoristas e passageiros. O barranco está cedendo, a cratera está aumentando e caminhões evitam passar pelo local.

Nenhum trabalho foi visto no local. De acordo com informações de populares o problema já é antigo. Duas pessoas já perderam a vida naquele trecho.

“Eu tenho feito reclamações diárias a SINFRA (Secretaria de Estado da Infraestrutura) para que inicie logo o conserto desse trecho. Aliás, eles erraram no tamanho dos bueiros. Eram pequenos para suportar a vasão das águas. Eu avisei que esses bueiros não suportariam, mas não deram ouvidos. O problema voltou a se repetir, a estrada está praticamente cortada e pondo em risco a segurança das pessoas que usam essa estrada”, disse Orleans, secretário de Saúde de Joselândia.

Fonte Blog do Carlinhos

 

One Response

  1. Ao invés de tá falando eu avisei que esses bueiros não ia suportar… deveriam era fazer alguma coisa para que outras pessoas não percam a vida… O problema está ai p ser resolvido agora e a vez de vocês,porque ainda não fizeram nada vai esperar que as chuvas arrastem tudo de vez…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidades