CRESCEM DENÚNCIAS DE ABUSO SEXUAL DO MARANHÃO

image_size

foto ilustrativa

Os conselhos tutelares instalados dentro das comunidades se tornaram aliados importantes no combate à violência contra crianças e adolescentes. “Uma criança ou adolescente vítima desses abusos precisa de uma série de atendimentos para que ele possa voltar á sua vida normal. Então os conselhos estão capacitados e conhecem a rede de atendimento”, explicou o conselheiro Ramon Bezerra.
Mas o número de denúncias só tem aumentado em São Luís. No bairro Cidade Operária, de cada dez atendimentos, quatro são de vítimas de violência sexual.

No mês passado, a morte de uma criança de dez anos chocou uma comunidade de São José de Ribamar. De acordo com a polícia, Gabriele Coelho foi assassinada pelo tio e por um vizinho, um adolescente de 17 anos. O exame do Instituto de Criminalística (Icrim) não identificou sinais de conjunção carnal, mas para a polícia, a menina vinha sofrendo abusos há mais tempo.

Na central dos Disque-Denúncia de São Luís as ligações são diárias. São vizinhos, familiares e amigos denunciando as ações dos agressores. Mas mesmo assim o número destas denúncias só tem crescido a cada ano. De janeiro até agora já foram registradas mais de 140 denúncias de violência sexual contra crianças e adolescentes na capital maranhense. Cerca de 80% destes casos foram confirmados pelas investigações da polícia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *