CRIME CIBERNÉTICO CAUSA TRANSTORNO E AMEAÇA DE MORTE A UMA DIRETORA, EM CAXIAS

Manifestação na porta da escola. Os alunos querem a permanência na escola de uma professora, de nome Luana. A divulgação de prints de uma suposta conversa da diretora da escola pelo WhatsApp gerou a insatisfação.

A diretora da escola nega que tenha pedido a transferência da professora. Quanto aos prints com a suposta conversa pelo WhatsApp, a diretora diz que ela e a professora Luana estão sendo vítimas de um crime cibernético, uma armação.

Segundo Maria de Fátima, ela e a professora Luana foram à polícia e ao Ministério Público pedir que o caso seja investigado.

Para a diretora, pode ter alguém tentando manipular os alunos.

O celular dela já foi, inclusive, periciado. A diretora conta que recebeu ameaça de morte.

Fonte: TV Sinal Verde Caxias

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *