CRIME DA ESTUDANTE UNIVERSITÁRIA: ASSASSINO NÃO TEM ATESTADO DE DOENTE MENTAL

paulinho_001

Monstro

O homem que matou cruelmente a jovem estudante Surama Patrícia, no início da noite deste sábado, 23, no bairro Liberdade, em Caxias, apesar de freqüentar unidades de saúde para atendimento psiquiátrico, nunca recebeu o atestado de doente mental por um psiquiatra.

A informação é do delegado regional de Polícia Civil, Celso Rocha.

“Ele tem algumas passagens pela delegacia por assalto e por porte de arma, além de ter feito sua própria mãe de refém em 2011”, lembra Celso Rocha.

Quanto a grande polêmica existente nos últimos dias, de que Paulo Santos Carvalho, o “paulinho”, pode ser solto por conta de ter atestado de doente mental, o delegado Regional esclarece a dúvida.

“Apesar de aparentemente parecer um doente mental, seu estado psíquico é por conta do uso excessivo de drogas e isso provoca em alguns usuários, transtornos mentais graves”, esclarece Celso Rocha afirmando ainda que “paulinho nunca teve um atestado de doença mental feito por um psiquiatra”.

Nas redes sociais, a possibilidade do assassino de Surama Patrícia ser solto a qualquer momento revoltou amigos e a sociedade.

“Um monstro desses pode matar novamente e é um perigo à sociedade”, escreveu Alves Júnior na sua página no facebook.

Os comentaristas do blog do Sabá carregaram na revolta e tive que excluir vários comentários por conta da agressividade excessiva que muitas pessoas se referiam ao autor do crime.

Milhares de pessoas fizeram questão de expressar a revolta nas redes sociais e o medo de Paulo Santos Carvalho ser solto tomou conta da cidade.

Os boatos de que já estaria solto correu o mundo.

Sendo ou não doente mental, dificilmente o assassino irá novamente ganhar a liberdade.

A morte da estudante universitária comoveu não só a cidade de Caxias, mas todo o Estado do Maranhão e também do Piauí as pessoas se solidarizavam com a dor da família e demonstravam perplexidade diante do ato monstruoso.

Pelo crime bárbaro cometido, Paulo Santos Carvalho deve pegar pena máxima.

Caso seja considerado doente mental, certamente será internado num manicômio judicial onde não poderá mais cometer crimes.

Fonte Blog do Saba

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *