CRUELDADE: LAVRADOR DE TIMBIRAS CONTA DETALHES DE COMO MATOU O IRMÃO

IMG_20150728_095024947

Marco Antonio da Silva

Já está na delegacia de Codó Marco Antonio da Silva, de 36 anos. O lavrador confessou ter assassinado o próprio irmão, ontem, 27, por volta das 16h30, no povoado Almas Sozinhas, zona rural de Timbiras.
De acordo com o delegado Zilmar Santana, houve uma briga corporal entre ambos por causa de uma foice. A vítima, Raimundo Nonato da Silva, 20 anos, queria o instrumento emprestado e o autor do crime disse que só emprestaria se outro irmão, verdadeiro dono da foice, autorizasse.
Na briga, Marco Antonio desferiu um único golpe e a foice atingiu o peito de Raimundo que morreu na hora.
“O autor recebeu a vítima no local onde se encontrava e discutiram por conta do empréstimo do instrumento do crime e por conta disso o autor teria desferido um golpe na vítima sendo que os mesmos são irmãos”, disse o delegado

A PRISÃO

A PM foi acionada e uma guarnição comandada por tenente Humberto, lotado em Codó, sede do 17º BPM, deslocou-se conseguindo efetuar a prisão sem muitas dificuldades
“A polícia foi informada, se deslocou até o povoado almas sozinhas onde ocorreu o crime e de lá obteve a informação de que autor teria ido se esconder na casa de parentes em outra localidade, a cerca de 4kms, se deslocaram ao local encontraram o autor, efetuaram a prisão, bem como o instrumento do criem também foi encontrado”, informou Dr. Zilmar

FÚTIL

Marco Antonio, que mostrou-se arrependido, disse à nossa reportagem que apanhou do irmão e só revidou, infelizmente usava a foice que originou a discussão.
Também nos contou que Raimundo Nonato já havia pedido uma camisa de maneira bem agressiva, recebido e ido embora quando resolveu voltar e reiniciar a discussão sobre a foice agredindo-o fisicamente. Foi quando o golpe fatal de foice foi dado.
“Ele é réu confesso e também lá no local houve informação de que os atritos entre irmãos eram constantemente e que o autor, segundo informações preliminares, era constantemente agredido pela vítima (…) ele responderá aí por homicídio qualificado por motivo fútil tendo em vista aí a banalidade da motivação”, concluiu o delegado

Fonte: Blog do Acélio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *