DALUZ NA MIRA DO TRE: EM GOV. EUGÊNIO BARROS PODERÁ TER NOVA ELEIÇÃO APÓS DENÚNCIA DE COMPRA DE VOTOS

daluz-45

Daluz, prefeita de Gov. Eugênio Barros

No dia 11 de novembro de 2016 a coligação “Um novo rumo para Governador Eugenio Barros”, que teve como candidato a prefeito, Rogerio do Conal e vice Neto do Janjão, protocolou uma ação no TRE em Governador Eugenio Barros contra a prefeita reeleita Daluz e o vice Nabi Madeira, vencedores pela Coligação “Juntos Somos Mais Fortes”. O processo está em trâmite legal no Cartório Eleitoral 108 zona em Governador Eugenio Barros sobre a competência da Juíza Sheila Cunha.Na ação movida pela coligação, o candidato oposicionista, Rogerio do Conal pede a cassação do registro de candidatura da prefeita Daluz, do vice Nabi Madeira e do vereador Renato Lima (Renatinho) por abuso de poder econômicocompra de votos e que seja realizada novas eleições no município, para esses cargos.

De acordo com informações que o Blog de Cara com a Verdade recebeu com exclusividade, há provas de que o Vereador Renatinho, apoiador e líder político importante da Prefeita, deu R$ 100,00 (Cem reais) e santinhos para que uma mulher, identificada nos autos do processo, votasse na candidata à reeleição Da Luz e no vereador Renatinho. O fato foi presenciado pelo promotor de Justiça que acompanhado do delegado de Policia Civil, abordou à senhora, revistado-a e encontrando com a mesma os R$ 100 reais e os santinhos dos candidatos, e em depoimento ela confirmou que recebeu o dinheiro em troca de voto ao dito Renatinho e a prefeita Daluz.

O documento ainda traz outras denuncias e comprovações em depoimentos de compra de votos efetuadas pela Coligação “Juntos Somos Mais Fortes”. Vale ressaltar que a campanha da prefeita reeleita Daluz foi marcada por grande ostentação com altas quantias em dinheiro por parte de seus aliados em redes sociais e em grupos de Whats App, enquanto o candidato oposicionista tinha o apelido de liso, por não ter poderes aquisitivos como o grupo da prefeita.

ACOMPANHE ABAIXO O PROCESSO NA INTEGRA, RESGUARDANDO APENAS O NOME DE ALGUNS ENVOLVIDOS:

1

documento

2

documento

Fonte: Blog de cara com a verdade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *