ELEIÇÕES 2016: COROATÁ DEVERÁ TER PELO MENOS 4 CANDIDATOS A PREFEITO

índice

Imagem meramente ilustrativa

Enquanto o grupo de situação tem Teresa Murad confirmada para tentar continuar como prefeita de Coroatá, a oposição disputa uma “batalha interna” dentro do próprio grupo para saber quem pretende superar (nas urnas) a atual gestão.

Largando na frente, o filho do ex-prefeito Luis da Amovelar (Luis da Amovelar Filho) se uniu com Domingos Alberto formando a primeira chapa da oposição. Em entrevista ao Coroatá ao site Online, Domingos adiantou que a decisão é irreversível..

Do G10, como ficou conhecido o grupo de oposição ao governo municipal, restaram Coronel Alexandre, Ciba Araújo e Odair José como pré-candidatos a prefeito. Os três continuam se reunindo e devem chegar a um acordo ainda este mês, ou no início de maio, lançando a segunda chapa, formada a partir dos três nomes. Fontes revelaram à nossa redação que independente de quem ser o candidato e o vice, Odair, Alexandre e Ciba, apoiados por lideranças, não abrirão mão da disputa para Amovelar e Domingos, aceitando apenas, caso haja interesse, a volta dos mesmos ao grupo.

Também na oposição, mas fora do G10 – na terceira via – o ex-vereador Walter Santos é categórico, principalmente nas redes sociais [onde está à frente dos demais “concorrentes”], que sua pré-candidatura será mantida até o final.

Outros nomes estão surgindo como pré-candidatos a prefeito de Coroatá que abordaremos em novas publicações. Aguardem!

Fonte: Coroatá Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *