EM GONÇALVES DIAS, UM CAMPO DE FUTEBOL VAI CUSTAR MAIS DE R$ 300 MIL NO GOVERNO TOINHO PATIOBA

O prefeito de Gonçalves Dias, Toinho Patioba pretende gastar exatos: R$ 307.404, 59 (trezentos e sete mil reais, quatrocentos e quatro reais e cinquenta e nove centavos) na construção de um campo de futebol. Como mostra o contrato abaixo aqui no BLOG DO DE SÁ; a  data da assinatura foi no dia 01/10/2019, e terá um prazo de 180 dias para ser entregue  aos moradores da cidade. O que chama a atenção são os valores que serão gastos em um campo de futebol, e não em uma quadra ou outra área mais bem preparada para praticas esportivas. Como diz o contrato, é apenas um campo de futebol.

 

                                                                             Veja o contrato abaixo:

                        EXTRATO DE CONTRATO Nº 001.01102019.11.0042019. CARTA CONVITE: Nº 004/2019

EXTRATO DE CONTRATO. CONTRATO ADMINISTRATIVO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº 001.01102019.11.0042019CARTA CONVITE: Nº 004/2019. CONTRATANTE: Prefeitura Municipal de Gonçalves Dias – MA, OBJETO: Execução dos serviços de construção de campo de futebol no Município. DATA DA ASSINATURA: 01/10/2019. CONTRATADO: CONSTRUTORA M S LTDA – CONSTRUTORA MS, CNPJ: 08.808.191/0001-24, Inscrição Estadual: 12.236.723-5, com sede na Rua João Paraibano, nº 98, Centro, Sucupira do Norte – MA. REPRESENTANTE: Antônio Maurizon da Silva dos Santos. VALOR DO CONTRATO: R$ 307.404,59 (Trezentos e sete mil, quatrocentos e quatro reais e cinquenta e nove centavos). VIGÊNCIA: 180(cento e oitenta) dias. BASE LEGAL: Lei Federal nº 8.666/93 e alterações. Antônio Soares de Sena – Prefeito Municipal.

Um comentário em: “EM GONÇALVES DIAS, UM CAMPO DE FUTEBOL VAI CUSTAR MAIS DE R$ 300 MIL NO GOVERNO TOINHO PATIOBA

  1. Um campo de futebol não é feito apenas com cerca e traves não, quando ele fala em campo de futebol, tem que vê as condições que ele vai ser feito, se é murado, grama apropriada, vestiários, água, etc. então tudo isso leva grandes recursos, ou vai ser um terreirão, ou seja campo de terra batida, acho que esta reportagem meio tendenciosa. Achava melhor esperar a construção para depois falar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *