ENQUANTO A CÂMARA DE VEREADORES DE COROATÁ “SE VIRA” PARA DIMINUIR O PREÇO DO GÁS, A DE CODÓ ESTÁ CEGA, SURDA E MUDA, SERÁ PORQUE?

A audiência pública realizada no dia 11 de outubro para tratar sobre os valores do gás de cozinha e do combustível na cidade, considerados exorbitantes quando comparados a outros municípios, foi o primeiro passo para se chegar a um preço que não afete tanto o bolso dos coroataenses.

Representando quatro das distribuidoras legalizadas em Coroatá, o advogado Maycon Veiga fez uma explicação apontando o porquê do preço do gás corresponder ao que é hoje (R$ 80,00). Ele esclareceu que além dos gastos habituais em que toda empresa está sujeita, refletindo assim no preço final do produto, o que mais pesa atualmente é o fato de que o gás é fornecido de Fortaleza e da Bahia, segundo ele.

Ao final da audiência, o advogado concordou em apresentar uma proposta dos empresários sobre a possibilidade de diminuir o valor. Acontece que essa resposta foi agendada para a última quinta-feira, 19 de outubro, e não aconteceu.

O vereador Junior Buhatem, autor do requerimento que pediu a audiência pública, lamentou que os donos das distribuidoras de gás não apresentaram a proposta e afirmou que caso isso não ocorra o mais breve possível a Câmara vai abrir uma CPI para iniciar uma investigação.

“Nós precisamos urgentemente saber a resposta que vão nos dar porque disse que seria (quinta-feira, 19), ai se for uma resposta negativa essa casa vai instaurar uma CPI para investigar a questão do gás na cidade de Coroatá. Não podemos e não vamos aceitar essa irresponsabilidade”, disse Junior Buhatem. Enquanto a Câmara de vereadores de Coroatá está se virando para mostrar a sociedade o real papel do vereador, a de Codó está cega, surda e muda, principalmente quando o assunto é gás de cozinha e combustível, será por que?

Com Informações: Coroatá Online

 

Um comentário em: “ENQUANTO A CÂMARA DE VEREADORES DE COROATÁ “SE VIRA” PARA DIMINUIR O PREÇO DO GÁS, A DE CODÓ ESTÁ CEGA, SURDA E MUDA, SERÁ PORQUE?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *