ESCULHAMBAÇÃO NA HORA DE PAGAR OS OUTROS NO GOVERNO FLÁVIO DINO

UPA-de-Coroatá

Upa

A situação é preocupante para alguns funcionários que dependem desse salário para sobreviverem. Muita gente está passando por dificuldades e essa é uma realidade vivida pelos servidores do Hospital Macrorregional e da UPA de Codó e Coroatá.

O problema está relacionado à mudança da empresa responsável pela manutenção e pagamento dos profissionais do Estado. A Corpore teve o contrato encerrado e, segundo o que apuramos, não enviou a folha de pagamento à nova empresa. Cada diretor das unidades de saúde tiveram que correr para entregar os documentos em São Luís, o que resultou no atraso.

A empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), que substitui a Corpore, deverá efetuar o pagamento da folha no início desta semana, foi o que informou sua assessoria.

Fonte: Coroatá Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *