“EU AQUI NÃO VOU ATENDER MAIS NINGUÉM,PORQUE EU NÃO POSSO EMPREGAR NINGUÉM” ESBRAVEJA O PRESIDENTE DA CÂMARA DE CAXIAS

catuléprbUma fonte do Blog informou que nesta quarta-feira (05), antes de se deslocar do gabinete da presidência para o plenário da Câmara onde iria presidir a sessão, o presidente da Casa, vereador Catulé, se irritou ao ver na sala de espera que havia mais de dez pessoas que foram lhe procurar para cobrar as promessas, e todos sabem que promessa é divida, de emprego feitas durante a campanha eleitoral do ano passado.

“Eu tive 900 e poucos votos, quase não era eleito e todos os dias esse povo vem atrás de mim pedir emprego. Eu aqui não vou atender mais ninguém, pois eu não posso empregar ninguém”, disse o vereador bastante irritado, batendo a porta da sala.

Romaria 

Desde quando assumiu o comando do legislativo municipal no inicio de janeiro, tem sido grande a romaria de pessoas que procuram diariamente o vereador Catulé para cobrar ou pedir o sonhado emprego prometido pelo parlamentar e seu grupo politico, capitaneado pelo prefeito Fábio Gentil, durante a campanha eleitoral para milhares de caxienses que estão desempregados e que acreditaram nas falsas promessas eleitoreiras.

150 empregos

Dizem as más línguas que o descontentamento do vereador Magno Magalhães em ficar ocupando o cargo de líder do governo na Câmara é porquê as promessas não foram cumpridas com o edil. Segundo informações de bastidores dão conta que o prefeito prometeu empregar 150 pessoas ligadas ao vereador e até o momento só emplacou 12. Nesse caso então falta Cabeludo emplacar 138 pessoas do vereador nos quadros da viúva. Será que vai cumprir?

Recesso Pascal 

Apenas 11 dos 19 vereadores compareceram no plenário para participar da penúltima sessão na Câmara antes do recesso pascal que começa na próxima semana santa.. Os vereadores usaram a palavra no pequeno expediente e debateram questões relacionadas ao trânsito, shopping popular, farmácia 24 hora e o atendimento da Cemar.

Fonte: Blog do Irmão Inaldo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *