FISCALIZAÇÃO DO PROCON MARANHÃO ALCANÇA MELHORIAS DOS SERVIÇOS BANCÁRIOS NA ÁREA ITAQUI-BAGANGA

Foto 1 - Equipe do PROCON fiscaliza bancos na área do Itaqui

Procurar

O Procon-MA continua trabalhando pela melhoria do atendimento das unidades bancárias do estado. De novembro do ano passado até hoje, três fiscalizações realizadas na região Itaqui-Bacanga de São Luís contribuíram para minimizar problemas encontrados nas agências da área.

A última fiscalização aconteceu no início desta semana, após inúmeras denúncias. Três agências bancárias foram fiscalizadas e o Procon-MA constatou que a maior parte das irregularidades encontradas em novembro do ano passado foram solucionadas. A agência do Banco Bradesco do Anjo da Guarda, por exemplo, já dispõe de divisórias nos caixas de autoatendimento, de caixa eletrônico adaptado para pessoas com deficiência e já possui o Código de Defesa do Consumidor e o telefone do Procon em local visível.

Para o presidente do Procon-MA, resultados como esse são fruto do trabalho que o órgão vem desenvolvendo desde o ano passado para humanizar o atendimento bancário no estado. “Durante nossas fiscalizações observamos que algumas metas, propostas em reuniões anteriores, foram atingidas, porém, ainda há muitas demandas pendentes, que continuam sendo motivo de reclamação dos consumidores. As fiscalizações continuarão sendo realizadas de forma intensiva para garantir a manutenção e melhoria do serviço seja alcançada”, afirmou o presidente.

Em 2015, o Procon-MA realizou mais de 250 ações de fiscalização em agências bancárias em todo o estado, alcançando 27 municípios. Um total de 188 processos foram instaurados em decorrência de autuações. Os municípios onde ocorreram fiscalizações foram São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Bacabal, Imperatriz, Codó, Caxias, Itapecuru Mirim, Coroatá, Cururupu, Pedreiras, Pinheiro, Santa Luzia, Santa Inês, Timon, Estreito, Açailândia, Icatu, Pio XII, Rosário, Viana, Santa Rita, Barreirinhas, Vila Nova dos Martírios, Balsas, São João dos Patos e Presidente Dutra.

Vale ressaltar a importância de formalizar denúncia caso o consumidor venha a se sentir lesado. A denúncia pode ser feita por meio do aplicativo do Procon-MA, pelo site www.procon.ma.gov.br ou em qualquer das unidades físicas de atendimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *