FLÁVIO DINO NÃO ERA CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DA CAEMA? POR QUE MUDOU DE IDEIA?

723_flavio

Dino

É esquisita demais toda essa incoerência, visto que comprova a total incapacidade e competência para dá condições em saneamento básico e abastecimento de água aos maranhenses.

De repente Flávio adere ao programa de concessões em saneamento do governo federal, capitaneado pelo BNDES. Os estudos técnicos que definirão a modelagem para conceder companhias públicas de saneamento à iniciativa privada já estão em andamento.

O banco de fomento já publicou aviso de licitação em sua página na internet para os primeiros seis editais, referentes a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa), Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) e Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal). O edital sai até o fim de março.

Como ficarão os funcionários da Caema?

Eis a questão.

Fonte: Caio Hostílio

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *