FLÁVIO DINO DIZ QUE AINDA NÃO VAI DECRETAR LOCKDOWN NO MARANHÃO, MAS ANUNCIA MEDIDAS MAIS RESTRITIVAS

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), se reuniu hoje (1º), no Palácio dos Leões, com o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto (PCdoB), o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Lourival Serejo, o procurador-geral do Ministério Público, Eduardo Nicolau, com prefeitos da Região Metropolitana de São Luís e de Imperatriz.

A pauta foi para decidir medidas para evitar a crescente da Covid-19 no Estado.

Após a reunião, em entrevista coletiva à imprensa, Flávio disse que que ainda não vai decretar lockdown no Maranhão e anunciou a suspensão de atividades presenciais no serviço público estadual por dez dias, a partir da próxima segunda-feira (8).

Dino disse também que terá novas mais restritivas para grandes aglomerações. “O que nós faremos, muito provavelmente, é a edição de normas e de decisão de vários órgãos que aqui estão no sentido de fazer com que certas atividades deixem de ocorrer durante um período, provavelmente 10 dias. Nós teremos restrições para grandes aglomerações, eventos que envolvam muitas pessoas, eventos festivos.”

Sobre novas restrições ao comércio, o governador falou que vai se reunir hoje (2) com representantes do setor empresarial e que, após a reunião, será editado um novo decreto informando todas as medidas.

                                                                           CLIQUE E VEJA:

Fonte: Luís Pablo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *